Mangalor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mangalore
Mangalore Skyline 0151.jpg
Geografia
País
Estado
Division of India
Mysore division (en)
Distrito
Dakshina Kannada district (en)
Capital de
Dakshina Kannada district (en)
Área
184 km2
Altitude
22 m
Coordenadas
Demografia
População
623 841 hab.
Densidade
3 390,4 hab./km2
Funcionamento
Estatuto
Presidente
Harinath Jogi (d) (a partir de )
Geminações
História
Evento chave
Siege of Mangalore (en)
Identificadores
Código postal
575001
Prefixo telefônico
824

Mangalor[1] (ಮಂಗಳೂರು Mangaluru em canarês e oficialmente; ಕುಡ್ಲ Kudla em túlu; Mangalore em inglês) é a principal cidade portuária do estado de Carnataca, na Índia. O seu nome deriva a divindade hindu Mangaladevi. Situa-se a cerca de 350 quilómetros da capital Bangalor, localizada na costa do mar da Arábia. Tem cerca de 571 000 habitantes. Mangalor foi uma possessão portuguesa entre 1568 e 1659.

História[editar | editar código-fonte]

A influência europeia em Mangalor pode ser encontrada a partir de 1498, quando o navegador Vasco da Gama desembarcou na ilha de Santa Maria, perto de Mangalor. Em 1526, os portugueses sob o vice-reinado de Lopo Vaz de Sampaio conseguiram derrotar o Rei Bangara e os seus aliados e Mangalor foi conquistada. O comércio passou das mãos dos muçulmanos para as mãos dos portugueses. Em meados do século XVI, os brâmanes de Goud Saraswat, e os goeses católicos migraram para Mangalor, como resultado da Inquisição em Goa. Em 1640, o reino de Keladi Nayaka derrotou os portugueses e governou a cidade até 1762. Os portugueses foram autorizados a ter relações comerciais com Mangalor. Em 1695, a cidade foi incendiada pelos árabes como retaliação às restrições portuguesas impostas ao comércio árabe.

Localização de Mangalor em Carnataca.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Paulo, Correia (Verão de 2020). «Toponímia da Índia — breve análise» (PDF). Bruxelas: a folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias. p. 4. ISSN 1830-7809. Consultado em 8 de outubro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.