Manolis Glezos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manolis Glezos
Nascimento 9 de setembro de 1922
Naxos, Grécia
Morte 30 de março de 2020 (97 anos)
Atenas, Grécia
Cidadania Grécia
Etnia gregos
Ocupação político, escritor
Prêmios Prêmio Lenin da Paz, Doutor honoris causa da Universidade de Atenas
Causa da morte Insuficiência cardíaca
Assinatura
Manolis Glezos signature.svg

Manolis Glezos, em grego: Μανώλης Γλέζος, (Naxos, 9 de setembro de 1922Atenas, 30 de março de 2020) foi um escritor e político grego.

É considerado um herói nacional por sua participação na resistência grega à ocupação nazi durante a Segunda Guerra Mundial.[1][2][3] Numa madrugada de maio de 1941, Glezos subiu na Acrópole de Atenas, ocupada por tropas alemãs, arriou a bandeira nazi e içou a grega.[1][2][3]

Ele também foi uma das mais ativas figuras públicas contra a Ditadura dos coronéis (1967 a 1974).[1][2][3]

Ao todo, passou mais de onze anos na prisão e mais quatro no exílio.[3]

Em 2014, ele foi eleito eurodeputado com a maior votação na Grécia.[2]

Morreu no dia 30 de março de 2020, aos 97 anos, em decorrência de insuficiência cardíaca.[4]

Referências

  1. a b c Eduardo Febbro (21 de junho de 2012). «"Não nos venceram na Segunda Guerra e também não nos derrotarão agora"». Carta Maior. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 
  2. a b c d Agências Internacionais (28 de maio de 2014). «Aos 91 anos, esquerdista grego chega ao Parlamento Europeu na contramão de radicais de direita». O Globo. Consultado em 25 de fevereiro de 2015 
  3. a b c d António Galvão (2 de fevereiro de 2015). «Manolis Glezos, o decano dos deputados europeus». O Público. Consultado em 25 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 2 de junho de 2015 
  4. «Greek resistance hero Glezos dies» (em inglês). RTL. 30 de março de 2020. Consultado em 30 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Media relacionados com Manolis Glezos no Wikimedia Commons