Mantinada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mantinada (em grego: μαντινάδα; plural: mantinades, μαντινάδες) é um género musical tradicional grego que consiste na declamação na forma de narração ou diálogo, cantada ao ritmo de música. É comum em várias parte da Grécia, especialmente na ilha de Creta, onde as mantinadas são cantadas com acompanhamento de lira cretense e laouto cretense (um instrumento de cordas aparentado com o alaúde).

O termo deriva do veneziano matinada ("canção matinal").[1] A mantinada cretense típica consiste em dísticos em rima , frequentemente improsivados com música de dança. A poesia em rima cretense da Renascença, especialmente os versos épicos Erotócritos (Ἐρωτόκριτος), é reminiscente da mantinada e dísticos dessa obra têm sido usados como mantinades. As mantinades falam geralmente de amor ou sátira. São invariavelmente compostos em versos dekapentasyllabos e é usual serem antifónicos, ou seja um verso provoca uma resposta e por sua vez esta leva a outra respostas, e assim sucessivamente.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Kriaras, Emmanuel (1995), Νέο ελληνικό λεξικό της σύγχρονης ελληνικής δημοτικής γλώσσας (Dicionário Moderno Grego), ISBN 9602133260 (em grego), Atenas