Manuel Almeida Castelo Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manuel Almeida Castelo Branco
Nascimento 1680
Alenquer
Morte 22 de dezembro de 1743 (63 anos)
Santo Estêvão
Ocupação militar

Manuel Almeida Castelo Branco (Alenquer, c. 1680Santo Estêvão, 22 de dezembro de 1743) foi um militar e administrador colonial português.

Atingiu, no exército colonial português, o posto de brigadeiro, tendo sido governador interino da capitania do Rio de Janeiro, no Brasil, em dois momentos. No primeiro, entre 12 de novembro de 1716 e 8 de junho de 1717,[1] substituindo Francisco Xavier de Távora e passando o cargo a António de Brito Freire de Meneses.[2] Após o término da administração de Freire de Menezes, permaneceu no cargo entre 5 e 29 de maio de 1719, entregando-o a Aires de Saldanha e Albuquerque Coutinho Matos e Noronha. Instituiu o "Morgado da Luz" na nobreza portuguesa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «1716: Manuel Almeida Castelo Branco». Identidades do Rio. Consultado em 14 de dezembro de 2014 
  2. «Governadores do Rio de Janeiro (Séculos XVI, XVII e XVII): Manuel de Almeida Castelo Branco (interino - 2ªvez)» (PDF). www.rio.rj.gov.br. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
Precedido por
Francisco Xavier de Távora
Governador do Rio de Janeiro
17161717
Sucedido por
António de Brito Freire de Meneses
Precedido por
António de Brito Freire de Meneses
Governador do Rio de Janeiro
1719
Sucedido por
Aires de Saldanha e Albuquerque
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.