Manuel Antônio Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Manuel Antônio Guimarães, o Barão e Visconde de Nacar (Paranaguá, 15 de fevereiro de 1813 — Paranaguá, 16 de outubro de 1893), foi um político brasileiro.

Foi vice-presidente da província do Paraná, assumindo a presidência interinamente por duas vezes, de 15 de janeiro a 13 de junho de 1873 e de 16 de julho a 17 de agosto de 1877.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do Capitão Joaquim Antonio Guimarães e de Ana Maria da Luz, casou-se duas vezes. A primeira, em 1833, com Maria Clara Correia, filha do Tenente-Coronel Francisco Correia e de Joaquina Maria de Ascensão. Deste casamento, teve oito filhos: Coronel Joaquim Guimarães, Joaquina, Maria Cândida, Manuel Antonio Guimarães Filho, Delphica, Hermínia, Alice e Major Claro Guimarães. Após a morte de Maria Clara Correia, casou-se novamente, em 1850, com a sua cunhada, Rosa Correia e com ela teve quatro filhos: Thalia, Comendador João Guilherme Guimarães, Elvira e Lavínia.

Na vida pública, exerceu os seguintes cargos: vereador da comarca municipal de Paranaguá, deputado da assembléia provincial de São Paulo, juiz municipal de Paranaguá, delegado de polícia, comandante superior da Guarda Nacional e deputado da assembléia provincial do Paraná.[1]

No dia 1° de julho de 1850, foi testemunha ocular da luta entre a fortaleza de Paranaguá (Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres) e o vapor inglês HMS Cormorant , entrando para a história como o "Incidente de Paranaguá".[1]

Em 21 de julho de 1876 foi agraciado com o título de Barão e em 1880 com o de Visconde, isso tudo após já ter recebido o Hábito de Cristo e ter sido comendador e dignitário da Ordem da Rosa e cavaleiro imperial da Ordem do Cruzeiro.[2]

Referências

  1. a b NICOLAS, Maria.130 Anos de Vida Parlamentar Paranaense - Assembléias Legislativas e Constituintes. 1854-1954. 1° ed. Curitiba: Departamento de Imprensa Oficial do Estado - DIOE; 1954.
  2. Acervo Casa da Memória Paraná

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Venâncio José de Oliveira Lisboa
Presidente da província do Paraná
1873
Sucedido por
Frederico José Cardoso de Araújo Abranches
Precedido por
Adolfo Lamenha Lins
Presidente da província do Paraná
1877
Sucedido por
Joaquim Bento de Oliveira Júnior