Manuel Bento da Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manuel Bento da Cruz
12º Prefeito de Bauru
Período 15 de janeiro de 1913
20 de maio de 1913
Prefeito de Penápolis
Período 1 de janeiro de 1920
a 31 de dezembro de 1921
Dados pessoais
Nascimento 30 de junho de 1875
Rio de Janeiro
Morte 17 de maio de 1929 (53 anos)
São Vicente
Profissão empresário

Manuel Bento da Cruz (Rio de Janeiro, 30 de junho de 1875São Vicente, 17 de maio de 1929) foi um empresário e político brasileiro.

Carreira políitca[editar | editar código-fonte]

Foi prefeito de Penápolis e de Bauru, loteador de terras, fundador de dezenas de municípios no interior de São Paulo e, por isto, tornou-se conhecido como o plantador de cidades. Fundou, em 1912, e foi sócio de uma das maiores empresas de colonização paulista, a Companhia de Terras, Madeira e Colonização de São Paulo.[1][2]

Referências

  1. «Birigui - Nossa História». Prefeitura Municipal de Birigui. Consultado em 12 de fevereiro de 2020 
  2. «Câmra 100 anos». Câmara Municipal de Penápolis. Consultado em 12 de fevereiro de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GHIRARDELLO, Nilson - À Beira da linha, 2001, Edunesp, ISBN 85-7139-392-3
  • MARTINS, Orentino - Manuel Bento da Cruz, Penápolis, 1968.
  • MONBEIG, Pierre - Pioneiros e Fazendeiros de São Paulo, Hucitec, 1983.
  • VIEIRA, Valdemir - Noroeste do Brasil em trilhos e prosas, Campo Grande, 2002.


Precedido por
José Carlos Freire Figueiredo
Brasão de Bauru - SP.svg
Prefeito de Bauru

15 de janeiro de 1913 a
20 de maio de 1913
Sucedido por
Américo Blois
Precedido por
Renato Dias de Aguiar
Brasao pliss.jpg
Prefeito de Penápolis

1 de janeiro de 1920 a
31 de dezembro de 1921
Sucedido por
Andrelino Vaz de Arruda
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.