Manuel Olivares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Manuel Olivares
Informações pessoais
Nome completo Manuel Olivares Lapeña
Data de nasc. 2 de abril de 1909
Local de nasc. Son Servera, Ilhas Baleares, Flag of Spain.svg Espanha
Falecido em 16 de fevereiro de 1976 (66 anos)
Apelido El Negro
Informações profissionais
Posição Atacante e Técnico de futebol
Clubes de juventude
Espanha Avión de San Sebastián
Clubes profissionais
Anos Clubes
1928-1931
1931-1934
1934-1935
1935-1940
1940-1941
1941-1943
1943
Espanha Deportivo Alavés
Espanha Real Madrid
Espanha Real Sociedad de Fútbol
Espanha Real Zaragoza
Espanha Hércules Club de Fútbol
Espanha Club Deportivo Málaga
Espanha Algeciras Club de Fútbol
Seleção nacional
1930 Flag of Spain.svg Espanha
Times/Equipas que treinou
1935-1936
1939-1941
1941-1943
1943-1944
1944-1946
1946-1947
1947-1948
1949-1950
1950-1952
1952-1953
1953-1954
Espanha Real Zaragoza
Espanha Hércules Club de Fútbol
Espanha Club Deportivo Málaga
Espanha Linense
Espanha Unión Deportiva Salamanca
Espanha Real Zaragoza
Espanha Palencia
Espanha Villena
Espanha Puertollano
Espanha Betis
Espanha Orihuela

Manuel Olivares Lapeña (2 de abril de 1909 - 12 de fevereiro de 1975) foi um futebolista e técnico de futebol espanhol [1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira de Atacante jogando pelo Avión de San Sebastián. Mais tarde, em 1928, foi contratado pelo Deportivo Alavés, participando da estréia do time na primeira divisão espanhola - em 7 de dezembro de 1930, quando marcou os dois gols de sua equipe no empate contra o Real Sociedad - e tornando-se, por algum tempo, o goleador da temporada [2].

Em 1931 passou a atuar pelo Real Madrid, equipe em que jogou por três temporadas e marcou um total de 33 gols. Neste período, o time conquistou dois Campeonatos Espanhóis e duas Copas do Rei [2]. Na temporada 1932-1933, Olivares sagrou-se como o goleador da competição com 16 gols e conquistando o Troféu Pichichi [2][3]. Na temporada 1934-1935, foi contratado pelo Real Sociedad.

Em 1939, após passar um período como técnico do Zaragoza, decidiu voltar a jogar. A partir de então, disputou a Primeira Divisão Espanhola, pelo Zaragoza e pelo Hércules, e a Segunda Divisão pelo Club Deportivo Málaga - nos dois últimos, como "técnico-jogador".

Encerrou sua carreira em 1943, jogando pelo Algeciras, que havia subido para a Terceira Divisão Espanhola.

Seleção espanhola[editar | editar código-fonte]

Olivares foi um dos jogadores da Seleção Espanhola de 1930, atuando em apenas um jogo - em que a Checoslováquia venceu a Espanha por 2 a 0 -, em 14 de junho daquele ano [1][2].

Técnico[editar | editar código-fonte]

Treinou o Real Zaragoza na temporada 1935-1936, quando o time classificou-se como vice campeão da Segunda Divisão Espanhola e conquistou o acesso à Primeira Divisão. Em 1936, com o início da Guerra Civil Espanhola, o Campeonato foi suspenso.

Na temporada 1946-1947, voltou a treinar o Real Zaragoza, que foi rebaixado para a Terceira Divisão, o que provocou sua demissão.

Entre 1950-1951, foi o primeiro técnico a comandar o time do Calvo Sotelo de Puertollano na Terceira Divisão. Olivares ainda teria rápidas passagens pelo Betis e pelo Orihuela, antes de encerrar sua carreira de técnico, ao término na temporada 1953-1954.

Campeonatos[editar | editar código-fonte]

Clube País Ano
Campeonato Espanhol de Futebol Real Madrid Espanha 1932
Campeonato Espanhol de Futebol Real Madrid Espanha 1934
Copa da Espanha [4] Real Madrid Espanha 1934

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Olivares». Consultado em 15 de novembro de 2018. Arquivado do original em 3 de janeiro de 2013 
  2. a b c d Manuel Olivares Lapeña
  3. Pichichi
  4. A Copa do Rei foi chamada entre 1902 e 1936 de Copa da Espanha, e entre 1938 e 1976 de Copa do Generalíssimo.

Nota[editar | editar código-fonte]