Manuel Teles Barreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Manuel Teles Barreto (cerca de 1520 - 1588[1]) foi um administrador colonial português, governador-geral do Brasil entre 1582 e 1587[1].

Sucedeu a uma junta governativa, formada por Cosme Rangel de Macedo e pelo bispo Antônio Barreiros após a morte de Lourenço da Veiga, mas na prática, usurpada por Cosme Rangel. Foi o primeiro governador-geral nomeado por Dom Filipe I, com a unificação das coroas de Portugal e Espanha.

Durante seu governo, providenciou a ocupação das terras da Paraíba, além de incentivar a agricultura[2]. Teve muitos problemas com os índios[3], com incêndios e mortes de colonos, ao que teve de usar a força[3][4], além de combater o contrabando francês, ajudado por índios caetés[3][4].

Durante o seu governo, incrementou o comércio entre a Bahia e o rio da Prata, além de enfrentar os piratas ingleses. Para se prevenir dos ataques inimigos e para defender os portos, construiu fortificações e organizou a defesa[5]. Mandou construir a Fortaleza de Santa Catarina, além de criar uma milícia de defesa[6]

Referências

  1. a b WORLD STATESMEN.org (em inglês)
  2. Klick Educação (em português)
  3. a b c Vainfas, Ronaldo (1995). A heresia dos índios. catolicismo e rebeldia no Brasil colonial. São Paulo: Editora Companhia das Letras. p. 78-80. 275 páginas. ISBN 9788571644601. Consultado em 2 de março de 2011 
  4. a b «III». O feudo. a Casa da Torre de Garcia d'Ávila : da conquista dos sertões à independência do Brasil. São Paulo: Editora Record. 2000. p. 133. 601 páginas. ISBN 9788520005231. Consultado em 2 de março de 2011  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  5. Carreira da Índia (em português)
  6. pitoresco.com (em português)
Precedido por
Lourenço da Veiga
Governador do Brasil
15821587
Sucedido por
Francisco de Sousa