Manuel de Jesus Coelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Manuel de Jesus Coelho
Nascimento 13 de março de 1808
Lisboa
Morte 26 de setembro de 1885 (77 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação político

Manuel de Jesus Coelho (Lisboa, 13 de Março de 1808 – Lisboa, 26 de Setembro de 1885) foi um activo político e publicista da esquerda liberal portuguesa, ligado ao setembrismo e à fundação de diversas instituições operárias e populares.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tendo trabalhado como tipógrafo e editor de periódicos políticos, a partir de 1834 foi director do jornal Nacional e dos seus sucessores políticos O Patriota, O Português e Independência Nacional. A partir de 1857 deixou a imprensa e passou a trabalhar na Alfândega de Lisboa, embora tenha mantido a sua militância política.

Em 1847, durante a guerra civil da Patuleia, combateu como capitão nas acções de Estremoz e do Alto Viso, tendo sido condecorado com a Ordem da Torre e Espada.

Foi um dos fundadores da Associação das Classes Laboriosas de Lisboa e do Asilo de Santa Catarina para os órfãos das vítimas da epidemia de febre-amarela de 1857.