Manuela Azevedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuela Azevedo
Informação geral
Nome completo Maria Manuela Machado Azevedo
Nascimento 05 de maio de 1970 (46 anos)
Local de nascimento Vila do Conde
Portugal
Nacionalidade Portugal portuguesa
Gênero(s) Pop-rock
Instrumento(s) Voz

Maria Manuela Machado Azevedo mais conhecida por Manuela Azevedo[1] (n. Vila do Conde, 20 de janeiro de 1970) é uma cantora portuguesa, vocalista da banda portuense Clã.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Manuela Azevedo nasceu em Vila do Conde, em 1970. Licenciou-se em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Paralelamente tirou o Curso Geral de Piano.

Em 1992 foi fundadora, como vocalista, dos Clã que ainda mantém os mesmos elementos. Integrou também o projecto Humanos, que recriou o legado de António Variações entre 2004 e 2006, e tem colaborado com vários artistas.

Participou individualmente no espectáculo "Porto Cantado" do Porto 2001 com outros músicos do Porto.

Foi a narradora da versão portuguesa do filme de animação "História Trágica com Final Feliz" de Regina Pessoa. Em 2007 foi homenageada pela Câmara Municipal de Vila do Conde.

É um dos vários nomes que aparecem no teledisco de "Encosta-te a Mim" de Jorge Palma.

Em 2008 foi uma das cantoras participantes no tema "Woman", versão de um tema de John Lennon, gravado para o disco "Mulher Passa a Palavra" destinado a recolher fundos para combater o cancro do colo do útero. Colabora depois com Júlio Resende. Em Outubro foi uma das convidadas musicais do concerto da Count Basie Orchestra realizado na Campo Pequeno.

Em 2010 colabora em discos de nomes como Júlio Pereira, Virgem Suta e Peixe:Avião.

Em 2011 participa na peça "A Lua de Maria Sem", com Maria João Luís e João Monge, onde reinterpretavam músicas de Alfredo Marceneiro.

No ano de 2012 participa na peça "Inesquecível Emília" que parte da experiência das reclusas da cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos. A peça foi apresentada no estabelecimento prisional e mais tarde na Assembleia da República [1].

Com Nuno Rafael e Hélder Gonçalves colabora, em Junho de 2013, no espectáculo "Caríssimas Canções" de Sérgio Godinho. Participa também no espectáculo "Deixem o Pimba Em Paz" com Bruno Nogueira e em "Joining Mitchell" de tributo a Joni Mitchell.

No dia 1 de Novembro de 2014 apresenta no CCB o espetáculo "Coppia" (Carta Branca a Manuela Azevedo) criado em conjunto com Hélder Gonçalves, responsável pela direcção musical, e Victor Hugo Pontes.

Com Aldina Duarte, Rita Redshoes, Gisela João, Ana Bacalhau, Marta Hugon, Cuca Roseta e Selma Uamusse participa na gravação do tema "Cansada" escrito por Rodrigo Guedes de Carvalho para ser o hino da APAV, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

Participa no espetáculo "Baile", estreado em 9 de Setembro de 2015 no Teatro São Luiz, em conjunto com as atrizes Ana Brandão, Carla Galvão, Sara Carinhas e Carla Maciel e com um ensemble dirigido por Paulo Furtado.

Colaborações[editar | editar código-fonte]

Outros Projectos gravados

Participações vocais de Manuela Azevedo em discos com outros artistas:

Participações em espectáculos especiais
Teatro

Outros Projetos[editar | editar código-fonte]

Participou na curta metragem de 2005 "História Trágica com Final Feliz", de Regina Pessoa.[2]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (PDF). IGAC/Ministério da Cultura. 2007-07-25. Arquivado desde o original (pdf) em 24 de Dezembro de 2013. Consultado em 15 de Janeiro de 2014. 
  2. IMDb
Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.