Mapeamento colaborativo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O OpenStreetMap é um dos exemplos bem sucedidos de mapeamento colaborativo na atualidade. E o único com base de dados aberta[1].

O mapeamento colaborativo consiste numa base de dados de mapas virtuais na qual se pode, através de um software editor, alterar os mapas colaborativamente, tratando-se assim de mais uma variedade de websites cujo conteúdo é gerado pelo próprio usuário. Dentre os diversos repositórios de mapas virtuais colaborativos estão o OpenStreetMap e o WikiMapia.

Softwares de edição[editar | editar código-fonte]

Dentre as principais ferramentas de criação e edição de mapas estão o HERE Map Creator [1], o iD, o JOSM, o Potlatch e o Google Map Maker.

Comparação entre mapas colaborativos[editar | editar código-fonte]

Licença
  1. Software proprietário: Here Maps (através do Here Map Creator), Google Maps através do Google Map Maker, Waze, Tom Tom. Onde tudo o que é colaborado por usuários é de propriedade da empresa, cabendo ao usuário apenas visualizar em mapa a sua contribuição. A WikiMapia é um caso a parte, partindo do fato que usa mapas de terceiros sem autorização, seus mapas acabam por ser proprietários também.
  2. Software livre: OpenStreetMap (OSM), onde o usuário não só pode colaborar, como também pode colher os frutos do mapeamento colaborativo. O OSM, conhecido como a Wikipédia dos Mapas, é o único que dá direito de acesso permanente aos dados brutos, bem como a oportunidade de derivar trabalhos a partir de seus dados.
Tipos de modificações aceitas
  1. Permite modificação da geometria dos objetos (linhas, áreas e pontos): Google Map Maker (não permite editar vias ou áreas), Waze, WikiMapia e OpenStreetMap.
  2. Permite apenas notas descritivas do erro no mapa: Here Maps Creator e Tom Tom. O OpenStreetMap permite a inclusão de notas no mapa para quem não quer corrigir o mapa pessoalmente.
Revisão e atualização após contribuição
  1. OpenStreetMap: As modificações feitas por usuários são automaticamente aplicadas ao mapa, sendo que existem inúmeras ferramentas disponíveis para controle dos dados e das contribuições de outros usuários por parte da comunidade OpenStreetMap. É possível, por exemplo, fazer filtro de dados[2], ou mesmo, verificar numa edição absolutamente tudo o que foi modificado no mapa por qualquer usuário, os metadados do mapa.[3].
  2. Google Local Guides: As modificações de ruas e áraes não são permitidas diferente do Google Map Maker, que foi encerrado em 2016. No Local Guides é possível avaliar locais públicos e privados em diversos aspectos comerciais, no entanto existem críticas ao fechamento da plataforma Google Maps à edição colaborativa, visto que de 2004 à 2016 muitos colaboradores se dedicaram à contribuição voluntária.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cartografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.