María Sefidari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
María Sefidari
Nascimento 1982 (37 anos)
Madri
Cidadania Espanha
Alma mater Universidade Complutense de Madri
Ocupação ativista LGBT, professora universitária, wikimedista

María Sefidari Huici (1982, Madrid) é uma psicóloga e ativista em conhecimento e cultura livre. É especialista em comunicação, cultura digital espanhola, gestão cooperativa e produção cultural na internet.

Desde 20 de julho de 2018, preside ao Conselho de Administração da Fundação Wikimedia,[1] tendo sido reeleita pelo conselho em agosto de 2019 para a mesma posição.[2]

Em 2018, um ensaio que escreveu sobre a próxima reforma de direitos autorais na Europa foi amplamente divulgado, incluindo pela TechCrunch e Boing Boing.[3][4][5]

Experiência na Wikipedia[editar | editar código-fonte]

Sefidari descobriu a Wikipedia quando sua irmã mais nova explicou que era um site que qualquer um pode editar. "Tudo começa", disse em entrevista ao jornal online eldiario.es, "quando você começa a se envolver em um tópico e passa muitas horas melhorando os artigos, e vê que existem políticas da Wikipedia que devem ser alteradas".[6] Logo depois, lançou o Wikiprojeto: LGBT para dar visibilidade a esses grupos e melhorar e organizar todo o conteúdo relacionado a esse tópico, inspirando-se nos estudos LGBT do WikiProject da Wikipédia em inglês.[6] Também trabalhou para diminuir a diferença de gênero na Wikipédia em espanhol.[7][8] Na Wikipedia, Sefidari usa o nome de usuário Raystorm.[6]

Sefidari também é membro fundador da Wikimedia Espanha (WMES), o capítulo espanhol do movimento Wikimedia, tendo atuado em seu Conselho como primeira vice-presidente.[9] Em 2012, foi eleita membro do Comitê de Capítulos (ChapCom), o comitê da comunidade Wikimedia encarregado de aconselhar o conselho de administração da Wikimedia Foundation na aprovação de novos capítulos nacionais ou subnacionais.

Em junho de 2013, Sefidari foi eleita para o conselho de administração da Wikimedia Foundation pela comunidade de editores da Wikipedia. Seu mandato expirou em junho de 2015. Em 2016, foi nomeada de novo para o Conselho de Administração para preencher uma vaga.[1] Foi reeleita para o cargo de presidente do conselho de administração em agosto de 2019.[2]

No ano letivo 2017-2018, na qualidade de membro da Wikimedia Espanha, co-lecionou a disciplina de "Comunidades em Rede: Criação Cooperativa na Internet", integrando o Master Universitário em Comunicação Digital, Cultura e Cidadania da Universidade Rey Juan Carlos.[10]

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Sefidari é licenciada em psicologia[6] e mestre em administração e turismo pela Universidade Complutense de Madrid. Em março de 2010, tornou-se membro do Colégio Oficial de Psicólogos de Madrid.[11]

Referências

  1. a b «María Sefidari». Wikimedia Foundation. Wikimedia Foundation. Consultado em 2 de setembro de 2019 
  2. a b «Wikimedia Foundation announces Shani Evenstein Sigalov as new Trustee, as well as leadership appointments at fifteenth annual Wikimania». Wikimedia Foundation. Wikimedia Foundation. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  3. Sefidari, Maria. «Your internet is under threat. Here's why you should care about European Copyright Reform». Medium. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  4. Lomas, Natasha. «Wikimedia warns EU copyright reform threatens the 'vibrant free web'». Techcrunch. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  5. Doctorow, Cory. «Wikipedia's warning: EU copyright changes threaten the internet itself». Boing Boing. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  6. a b c d Caballero, Lucía (15 de março de 2017). «La española que ha llegado a vicepresidir Wikimedia defendiendo al colectivo LGBT» [The Spanish Woman Who Has Become Wikimedia Vice President Defending the LGBT Community]. eldiario.es (em Spanish). Consultado em 15 de setembro de 2019 
  7. Puga, Jessica M. (18 de outubro de 2016). «Wikipedia se llena de nombres de mujer» [Wikipedia is Filled with Women's Names]. El Comercio (em Spanish). Oviedo. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  8. Calvo Tarancón, Sara (8 de julho de 2016). «Nosotras creamos, nosotras editamos» [We Create, We Edit]. Público (em Spanish). Madrid. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  9. Delclós, Tomàs (11 de janeiro de 2011). «Wikipedia: 10 años y 278 ediciones» [Wikipedia: 10 years and 278 Editions]. El País (em Spanish). Barcelona. Consultado em 15 de setembro de 2019 
  10. King Juan Carlos University. «Table of lecturers on the Masters in Digital Communication, Culture and Citizenship 2017-18» (PDF). Consultado em 8 de outubro de 2019 
  11. «Últimoa colegiados de Madrid (março)». Guía del Psicólogo. Maio de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre María Sefidari