Mar de Kara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa do mar de Kara.
Cortador de hovercraft Hivus-10 nas margens do mar de Kara

O mar de Kara (em russo: Ка́рское мо́ре) faz parte do oceano Ártico, a norte da Sibéria. Está separado do mar de Barents, a oeste, pelo estreito de Kara. A este situa-se o mar de Laptev.

Tem cerca de 1450 km de comprimento e 970 km de largura, com uma área total de 883 000 km². A sua profundidade média é de 110 m.

Recebe pequenas quantidades de água doce dos rios Ob, Ienissei, Taz, Pyasina e Taimir, variando assim a sua salinidade, ao longo do tempo, de maneira elevada.

Supõe-se que Rússia despejou no fundo deste mar uma grande quantidade de resíduos tóxico nucleares[carece de fontes?].

De assinalar que a exploração de petróleo e gás natural nesta zona está a ser estudada (não confirmada a presença). [1]

Nele ficam as desabitadas ilhas do Instituto Ártico.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diário da Rússia (1 de março de 2013). «Rússia descobre jazidas de petróleo e gás no Mar de Kara». Consultado em 2 de abril de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.