Marajá de Patiala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marajá Bhupendra Singh

O marajá de Patiala era um marajá na Índia e o governante do estado principesco de Patiala, um estado de Sidhu Jat. O primeiro marajá de Patiala foi Baba Ala Singh Sidhu (1695–1765), que recebeu o título de Amade Xá Durrani, do Afeganistão, em 1764.

O marajá mais famoso de Patiala foi Bhupinder Singh (12 de outubro de 1891 - 23 de março de 1938). Talvez seja talvez mais conhecido por sua extravagância[1][2] e por ser um jogador de críquete. Suas equipes de pólo e críquete estavam entre as melhores da Índia. Dois de seus filhos, Maharajadhiraj Yadavindra Singh e Raja Bhalindra Singh, jogaram críquete de primeira classe. Yuvraj jogou em um teste para a Índia, em 1934.

O marajá de Patiala também era conhecido como o dono do maior campo de críquete de Chail e o primeiro indiano a possuir um carro e uma aeronave. Foi dito que ele possuía uma aeronave em 1911, a nave modelo B dos irmãos Wright.

O marajá de Patiala também foi considerado como líder dos sikhs e das massas do Punjab antes da partição da Índia. Quando, durante a estação chuvosa, transborda um rio sazonal na fronteira com a cidade de Patiala, o marajá encarregado oferece ao rio um Nath tradicional, um ornamento usado por mulheres em seu nariz, e também grossos kangans, após orações feitas por sacerdotes. Isso foi praticado pela última vez em 1993, quando o rio rompeu as defesas do rio e inundou Patiala.

Yadavindra Singh tornou-se marajá em 23 de março de 1938. Foi o último marajá independente, concordando com a adesão do Estado Patiala à recém-independente União da Índia em 1947. Em 5 de maio de 1948 tornou-se Rajpramukh do novo estado indiano de Patiala e União dos Estados de Punjab Oriental.[3]

O atual chefe da família real, herdeiro de Yadavindra Singh, é o capitão Amarinder Singh, antigo ministro-chefe do Punjab e político do Congresso Nacional Indiano.[4] Seu filho é Raninder Singh.[5]

Lista de Marajás[editar | editar código-fonte]

Segue-se a lista de marajás de Patiala em ordem de sua ascensão ao trono:

Referências

  1. «El misterio del collar del Maharajá». www.elmundo.es. Consultado em 2018-12-05T01:43:19Z  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. Tavares, Miguel Sousa (17 de junho de 2011). Equador. [S.l.]: Companhia das Letras. ISBN 9788580860856 
  3. «Biography of Maharaja Yadavinder Singh». www.sikh-history.com. Consultado em 2018-12-05T02:05:43Z  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Patiala's battle royal: General vs Captain, maharaja vs guv - Times of India». The Times of India. Consultado em 2018-12-05T01:56:04Z  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «Royal family gets inked: Captain Amarinder Singh gets nostalgic, announces it's his last election». India Today (em inglês). Consultado em 2018-12-05T01:59:43Z  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)