Marcílio Cabral de Melo de Aguiar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Marcílio Cabral de Melo Aguiar (Recife, 13 de novembro de 1913), mais conhecido como Marcílio de Aguiar, é um ex-futebolista brasileiro.

Defendeu o Sport Club do Recife de 1930 a 1936 e foi artilheiro de todos os campeonatos de que participou.

Marcílio Cabral de Melo de Aguiar foi, provavelmente, o mais completo jogador do futebol pernambucano. Ligeiro, valente, hábil com a bola nos pés, senso extraordinário de colocação e cabeceador por excelência, tanto ajudava a defesa quanto estava na hora certa do arremate para golear e, finalmente, um fôlego invejável. Seu apogeu foi de 1930 até 1936, sendo então, o goleador insuperado neste período. Um levantamento estatístico mostra que ele fez quase cinqüenta por cento dos gols que o Sport marcou nesse período. Sua marca, registrada nos jornais da época, é de 93 gols tornando-se o 7º maior artilheiro da história do Sport. Em 1937 Marcílio interrompeu sua carreira futebolística para cuidar de sua vida pessoal e profissional, mas volta em 1938 para ajudar o Sport na conquista do título Estadual. Seu primeiro e último título vestindo a camisa do Sport, único time que ele defendeu em sua vida.

Faleceu em 1994.

Uma curiosidade sobre a carreira de Marcílio é que ele foi o terceiro jogador da história a fazer um hat-trick contra a seleção brasileira, isso aconteceu em 1934 quando a seleção brasileira realizou um amistoso contra o Sport Club do Recife na capital pernambucana.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • SANTOS, Manoel Heleno Rodrigues dos. Memória Rubro-Negra (1905-1955). Recife: M. Inojosa, 1985.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.