Marc Mero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marc Mero
Marc Mero in 1996.jpg
Mero na WWF em 1996
Informações pessoais
Nascimento 9 de julho de 1963  (54 anos)[1]
Buffalo, Nova Iorque, Estados Unidos[2]
Residência Orlando, Flórida, Estados Unidos
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Johnny B. Badd[3]
Marc Mero[3]
Altura
anunciada
1 85 m[4]
Peso
anunciado
235 lb (107 kg)
Anunciado
de
Macon, Geórgia, Estados Unidos
Treinado
por
Boxe:
Ray Rinaldi[3]
Luta profissional:
Boris,[3]
Dean,[3]
Joe Malenko[3]
Estreia 1990[3]
Aposentadoria 2009[5]

Marc Mero (Buffalo, 9 de julho de 1963)[1] é um boxeador amador e lutador profissional estadunidense aposentado, mais conhecido por suas aparições na World Wrestling Federation (WWF) como Marc Mero e na Total Nonstop Action Wrestling (TNA) e World Championship Wrestling (WCW) como Johnny B. Badd. Em 2007, Mero fundou a organização sem fins lucrativos Champion of Choices.[6] Em sua carreira, Mero foi uma vez Campeão Intercontinental da WWF e três vezes Campeão Mundial Televisivo da WCW.

Carreira na luta profissional[editar | editar código-fonte]

World Wrestling Federation (1996—1999)[editar | editar código-fonte]

Após deixar a WCW, Mero foi contratado pela World Wrestling Federation (WWF), lutando como "Wildman" Marc Mero (na época, a WCW detinha os direitos do personagem Johnny B. Badd). Mero tinha como valet sua esposa Rena "Sable" Mero, quem resgatou de Hunter Hearst Helmsley.[3] Em 23 de setembro de 1996, Mero derrotou Faarooq Asad na final de um torneio pelo então-vago Campeonato Intercontinental. Ele manteve o título até 21 de outubro, o perdendo para Helmsley.[7]

Em fevereiro de 1997, Mero rompeu um ligamento, deixando as lutas por seis meses.[8] Ele retornou como o vilão "Marvelous" Marc Mero, um boxeador que se tornou um lutador.[9] Na história, Mero estaria com ciúmes dos fãs de Sable, querendo que ela deixasse a WWF. Isso fez com que ele se aliasse a Goldust e Luna Vachon, com os três humilhando Sable durante lutas. Mero e Sable lutaram no Over the Edge. Com remorso, Mero deitou-se durante a luta, permitindo que Sable realizasse o pinfall. Ele a enganou, realizando o pinfall e vencendo a luta. Com isso, Sable teve de deixar a WWF. Com isso, Mero aliou-se a Jacqueline, que se tornou sua valet.[10] Em 1998, Mero competiu no WWF Brawl for All. Logo, Mero demitiu Jacqueline por suas interferências.[carece de fontes?]

A última aparição televisiva de Mero na WWF aconteceu em 30 de novembro de 1998, no Raw.[11] Ele enfrentou o Campeão dos Pesos-Leves Duane Gill, prometendo aposentar-se se não derrotasse Gill. Gill venceu com a ajuda do J.O.B. Squad. Ele lutou novamente no WWF Capital Carnage seis dias depois, sendo derrotado em uma luta mista com Jacqueline contra Sable e Christian. Em 1999, Mero e Sable deixaram a WWF.[12][13][14]

Retorno a WCW (2000)[editar | editar código-fonte]

Em 26 de abril de 2000, Mero retornou a World Championship Wrestling, aparecendo na plateia do WCW Thunder com seu treinador Ray Rinaldi e confrontando Tank Abbott. Mero optou não retornar totalmente a WCW devido a sua condição física.[14]

XWF, TNA e aposentadoria (2001—2005)[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Mero retornou a luta profissional na X Wrestling Federation, com Rena Mero.[15] Eles ficaram na companhia até seu fim, em 2002.

Em novembro de 2004, Mero passou a lutar na Total Nonstop Action Wrestling (TNA) sob o nome Johnny B. Badd. Ele apareceu esporadicamente na companhia entre o fim de 2004 o início de 2005.[13]

Mero aposentou-se em 2005, abrindo a Marc Mero Body Slam Training Institute em Altamonte Springs, Flórida.[5]

Em janeiro de 2008, WWE e Jakks Pacific anunciaram que Mero (como Johnny B. Badd) faria parte da coleção de bonecos "Classic Superstars". O boneco, no entanto, foi cancelado.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1992, Mero casou-se com Rena "Sable" Greek, adotando sua filha de um casamento anterior.[3][9] O casal se separou na metade de 2003 e se divorciou em 2004.[3][16] Rena se casaria com Brock Lesnar em 2006.

Em julho de 2007, Mero precisava de um transplante de valva cardíaca.[17] Marc se casou uma segunda vez em 11 de julho de 2009.[18]

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Boxe amador[editar | editar código-fonte]

Luta profissional[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Wrestler Profiles: Marc Mero». Online World of Wrestling. Consultado em 18 de agosto de 2011 
  2. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Benaka
  3. a b c d e f g h i j k Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Mero
  4. a b c Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Rothstein
  5. a b Fritz, B. (17 de outubro de 2007). «Ex-competitor Marc Mero urges wrestling to move away from use of painkillers, steroids». Orlando Sentinel. Consultado em 17 de outubro de 2007 
  6. Marc's story in his own words.
  7. a b «History of the Intercontinental Championship». WWE.com. Consultado em 6 de julho de 2007 
  8. Mr X. (23 de agosto de 1997). «WWF, WCW battling for share of Ottawa». Ottawa Sun. Consultado em 6 de julho de 2007 
  9. a b c d e f Oliver, G. (13 de janeiro de 1999). «Mero enjoys carrying Sable's bags». Canadian Online Explorer. Consultado em 6 de julho de 2007 
  10. Powell, J. (1 de junho de 1998). «Stone Cold beats the odds». Canadian Online Explorer. Consultado em 6 de julho de 2007 
  11. http://members.tripod.com/~wcorner/raw/raw36.htm
  12. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Kerasotis
  13. a b c d e «Johnny B. Badd». Accelerator3359.com. Consultado em 6 de julho de 2007 
  14. a b Oliver, G. (12 de maio de 2000). «WCW beckons for Mark Mero». Canadian Online Explorer. Consultado em 6 de julho de 2007 
  15. Waldman, J. (14 de novembro de 2001). «XWF working without a deal». Canadian Online Explorer. Consultado em 6 de julho de 2007 
  16. Baines, T. (22 de junho de 2003). «J.R.: Goldberg back on track». Ottawa Sun. Consultado em 6 de julho de 2007 
  17. Meltzer, D. (14 de julho de 2007). «Saturday news update: Benoit funeral, Reaction to media coverage from yesterday and editorial on how bad the industry looks...». WrestlingObserver.com. Consultado em 16 de julho de 2007. Marc Mero is facing a heart valve replacement. 
  18. Aldren, Mike (20 de julho de 2009). «Daily wrestling news & gossip». London: The Sun. Consultado em 24 de outubro de 2009 
  19. Abreu, D. (15 de março de 2002). «Rookies ready to shine». Canadian Online Explorer. Consultado em 6 de julho de 2007. He finished Dudley off with a fireman's carry into a diamond cutter - much like Marc Mero's TKO. 
  20. Lyon, S. (28 de dezembro de 2003). «WCW Wrestling Classics TV report». Wrestling Observer. Consultado em 6 de julho de 2007 
  21. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Milner
  22. «Pro Wrestling Illustrated Top 500 - 1996». Wrestling Information Archive. Consultado em 14 de julho de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marc Mero