Marcel Ramon Ponickwar de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcel de Souza
Informações pessoais
Nome completo Marcel Ramon Ponikwar de Souza
Data de nasc. 04 de dezembro de 1956 (57 anos)
Local de nasc. Campinas,  São Paulo,  Brasil
Altura 1,99 m
Peso 95 Kg
Informações no clube
Clube atual Aposentado (1994)
Número 34
Posição Ala
Seleção nacional
1974-1992 Brasil Seleção Brasileira de Basquetebol
Medalhas
Campeonato Sul-Americano de Basquetebol Masculino Juvenil
Prata Argentina Argentina 1973 Brasil
Ouro Brasil Brasil 1975 Brasil
Campeonato Sul-Americano de Basquetebol Masculino
Prata Colômbia Medellín 1976 Brasil
Ouro Chile Valdívia 1977 Brasil
Prata Argentina Bahía Blanca 1979 Brasil
Ouro Brasil São Paulo 1983 Brasil
Ouro Colômbia Medellín 1985 Brasil
Bronze Paraguai Assunção Brasil
Ouro Equador Machala e Guayaquil 1989 Brasil
Campeonato Mundial de Basquetebol
Bronze Filipinas Filipinas 1978 Brasil
Jogos Pan-Americanos
Bronze México Cidade do México 1975 Brasil
Bronze Porto Rico San Juan 1979 Brasil
Prata Venezuela Caracas 1983 Brasil
Ouro Estados Unidos Indianápolis 1987 Brasil
Copa América de Basquetebol
Bronze México Cidade do México1989 Brasil
Torneio Pré-Olímpico das Américas de Basquetebol
Bronze Uruguai Montevidéu 1988 Brasil
Ouro Estados Unidos Portland 1992 Brasil
Campeonato Mundial Interclubes de Basquete
Ouro Brasil São Paulo 1979 Sírio
Campeonato Sul-Americano Interclubes de Basquete
Ouro Brasil São Paulo 1979 Sírio

Marcel Ramon Ponikwar de Souza (Campinas, 4 de dezembro de 1956) é ex-jogador brasileiro e treinador de basquetebol que atuou em clubes nacionais e internacionais, além de servir a Seleção Brasileira de Basquetebol Masculino em conquistas e resultados importantes.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atualmente casado com a médica Fabiana Petter Camillo, foi casado com a ex-voleibolista Ivonete Neves , com a qual teve a filha Gabriela, ex-voleibolista e é Irmão do ex-basquetebolista Maury Ponikwar de Souza e sogro do jogador de basquetebol Guilherme Giovannonni.

Por 20 anos serviu a Seleção Brasileira de Basquetebol Masculino com total de 392 jogos e marcado 5.297 pontos, número de partifcipação que fez recordista e segundo maior cestinha da história deste selecionado registrados, ao longo de quatro Olimpíadas : Moscou em (1980), Los Angeles em (1984), Seul em (1988) e Barcelona em (1992); 5 Campeonato Mundiais ; 5 Jogos Pan-Americanos. Atuou em clubes nacionais e esteve em 6 temporadas no basquetebol italiano.[1]

Os primeiros contatos com o basquete já iniciar com apenas 5 anos de idade, por incentivo do pai. Mas sua carreira nas divisões de base do Corinthians e em 1968, no Corinthians e com apenas 1 ano na categoria juvenil já recebia o prêmio de melhor jogador da categoria. Em São Paulo, foi a revelação da equipe principal do Jundiaiense em 1972.Em 1973 chega a seleção brasileira com apenas 16 anos de idade para uma excursão pelos EUA de 10 partidas. Ele entrava na seleção que abandonaria apenas após disputar a Olimpíada de Barcelona, em 1992.[1] [2]

No Campeonato Mundial em 1978 fez o a cesta que conferiu medalha de bronze ao Brasil, após Itália ter a pose de bola e converter e está com placar de 85 x 84, Marcel conduz a bola com apenas 3 segundos e com cronometro quase zerado Marcel pouco antes do garrafão acerta a cesta de que dá vitória ao Brasil.[3] [1]

O Esporte Clube Sírio era o clube sensação do basquete nacional a época e Marcel fora contratado para defendê-lo. A seleção brasileira tinha selecionados jovens, Marcel ao lado de Oscar eram os grandes destaques, então investindo para conquistar o Campeonato mundial Interclubes de Basquete contratou o Mão Santa como reforço que já tinha Marcel. e 1979 foi o ano da consagração do Sírio, com uma campanha de apenas 4 partidas perdidas , conquistou o Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro, Campeonato Sul-Americano Interclubes e maior de todos os títulos o Campeonato Mundial.[1]

Foi convidado a defender o Alno Fabriano Itália e comemourou muito de etr a grande chance de jogar no basquete mais organizado e competitivo do mundo, sendo bem recebido e com pouco tempo aclamado como o “salvador da pátria”. Além deste clube italiano defendeu outro o Indesit Caserta.[1]

Sua mais bela conquista pela seleção que entrou para história foi na disputa da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1987 em Indianápolis, onde jogando com Oscar Schmidt conseguiram a proeza de desbancar o time da casa, a poderosa seleção americana, no elenco destacavam-se jogadores que mais tarde se tornaram grandes astros da NBA, como David Robinson, Rex Chapman, Dan Majerle e Danny Manning e já era comemorada a medalha de ouro pois atropelaram a seleção portorriquenha na semifinal , atuação do Marcel com 31 pontos e 10 rebotes, a façanha brasileira fez com que os Estados Unidos enviassem para as competições os jogadores da NBA em sua seleção. Marcel e Oscar comandaram uma virada histórica do Brasil, para desespero das 17 mil pessoas que compareceram ao Market Square Arena.; Marcel, nos momentos decisivos, acertou um arremesso de três, deu uma assistência para Oscar e converteu a última cesta. No final, o placar mostrava o que era impossível virar realidade: Brasil 120 x 115 Estados Unidos, na época foi a maior conquista do esporte nacional, desde a Copa do Mundo de 70.[3] [1]

Aos 38 anos de idade, Marcel sentia que chegava a hora de abandonar as quadra. Mas, Marcel jamais poderia abandonar as quadra. Partia o jogador e nascia um novo treinador. Em 1994 abandonou as quadras, Marcel recebeu um convite para treinar o Guarulhos. Logo depois, uma parceria com Oscar foi tentada, mas não durou muito tempo. Após a experiência, Marcel assumiu o Esporte Clube Pinheiros, clube no qual atingiu sua maioridade como técnico e conseguiu seus principais resultados.[1]

Fez medicina conciliando com o basquete, sempre com bom aproveitamento e sem pendências de matérias, fazendo especialização em Radiologia e Medicina da Família e da Comunidade, profissão que exerce até os dias atuais.Atuou como comentarista na Tv em transmissões de basquetebol. Paralelamente a medicina Marcel tem uma empresa de consultoria no esporte, a DATA BASKET Consultoria.[1] [4] [5] [6] [7]

Em 2010 depois de 3 anos afastados do basquete retorna como treinador da equipe de Barueri.Em 2012 se candidatou a vereador na cidade de Jundiaí.[8] [9] [7] [10] [11]


Clubes[editar | editar código-fonte]

Jogador
Clube País De Até
Corinthians  Brasil 1968 1968
Jundiaí Clube  Brasil 1969 1973
Sírio  Brasil 1974 1975
Universidade de Bradley  Estados Unidos 1975 1976
Sírio  Brasil 1976 1983
Indesit Juvecaserta Basket  Itália 1983 1984
Clube Atlético Monte Líbano  Brasil 1984 1985
Jundiaí Clube  Brasil 1986 1986
Alno Fabriano Basquetebol  Itália 1986 1989
Clube Atlético Monte Líbano  Brasil 1989 1990
Arcal Corinthians-RS  Brasil 1990 1992
Sírio  Brasil 1992 1993
Palmeiras Parmalat  Brasil 1993 1994

[1] [12]

Treinador
Clube País De Até
Garulhos  Brasil 1994 1997
Banco Bandeirantes/Barueri  Brasil 1997 1998
Esporte Clube Pinheiros  Brasil 1998 2001
Jundiaí Basquete Feminino  Brasil 2001 2001
Databasket São Bernardo  Brasil 2002 2004
Jundiaí Basquete Masculino  Brasil 2005 2006
Barueri Basquetebol  Brasil 2010 2010

[7] [13]

Títulos e Resultados[editar | editar código-fonte]

Clubes de Basquetebol

Campeonato Paulista de Basquete

Taça Brasil

Seleção Brasileira de Basquetebol Masculino

Campeonato Mundial de Basquetebol

Jogos Pan-Americanos

Jogos Olímpicos de Verão

Torneio Pré-Olímpico das Américas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i crrmarcel. Página visitada em 01 de setembro de 2013.
  2. a b c d e Marcel Biography and Olympic Results-Olympics at Sports Reference.com. Página visitada em 30 de setembro de 2012.
  3. a b Marcel Ramon Ponikwar de Souza. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  4. A experiência de um ex-jogador profissional. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  5. FI Data Basket. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  6. MARCEL DE SOUZA – ARENA BUSINESS. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  7. a b c d e f g h i j k Marcel-CBB. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  8. Marcel volta ao basquete em 2010 com nova equipe de Barueri. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  9. MARCEL DE SOUZA – ARENA BUSINESS. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  10. FI nas Eleições: Um mito do basquete é candidato em Jundiaí. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  11. FI Data Basket. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  12. Legabasket. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  13. Data Basket- CLÍNICA DE BASQUETE EM SCS. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  14. Men Basketball World Championship 1974 Puerto Rico 03-14.07 Winner Soviet Union. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  15. Men Basketball World Championship 1982 Colombia 15-28.08 Winner Soviet Union. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  16. Men Basketball World Championship 1986 Spain 05-20.07 Winner United States. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  17. Men Basketball World Championship 1990 Argentina 08-19.08 Winner Yugoslávia. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  18. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas gsjr