Marcello Antony

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marcello Antony
Marcello Antony em junho de 2012
Nome completo Marcello Couto Antony de Farias
Nascimento 28 de janeiro de 1965 (52 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Ator
Cônjuge Carolina Hollinger Villar
Outros prêmios
Melhores do Ano - Ator Revelação
1996 - O Rei do Gado
Melhores do Ano - Melhor Ator Coadjuvante
2004 - Senhora do Destino
[marcelloantony.com.br Página oficial]
IMDb: (inglês)

Marcello Couto Antony de Farias,[1] conhecido como Marcello Antony, (Rio de Janeiro, 28 de Janeiro de 1965) é um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carioca, cresceu no Catete, bairro da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro em uma família de classe média, como filho mais velho da dona de casa Marilda e do funcionário público José Roberto, de onde veio o sobrenome Antony, tendo como irmãos mais jovens Maurício e Márcio.[2] Fez um curso de teatro no Casa das Artes de Laranjeiras. Trabalhou como assistente de produção, fotógrafo e até técnico de som em shows.[3] Estreou no teatro em 1989. Já na televisão, sua primeira aparição veio a ocorrer somente em 1996.

Foi casado com a atriz Mônica Torres por 13 anos, e adotaram dois filhos, Francisco e Stephanie. Atualmente é casado com Carolina Villar, com quem teve o seu primeiro filho biologico Lorenzo Villar Antoy.[4]

Sobre sua infância, sempre declarou ter sido uma criança superprotegida: "Fui superprotegido. Nos anos 1970, eu achava que o presidente do Brasil era Richard Nixon. Fui criado escutando muito Chico Buarque, "Acorda Amor", "Cálice", músicas que só hoje sei que tinham cunho político. Meus pais eram apolíticos".

Seu nome, com duas letras "l" é um pouco raro para um brasileiro, já que em português é escrito com apenas uma letra "l". Isto não se deve à numerologia, mas ao fato de seu pai sentir uma grande admiração pelo ator italiano Marcello Mastroianni.

Sua estreia em novelas da Rede Globo, deu-se na primeira fase de O Rei do Gado, como Bruno Berdinazzi, tio do personagem de Antônio Fagundes, que morreu na guerra. Nesse mesmo ano, viveu um dos personagens centrais da novela Salsa e Merengue, o jovem Eugênio, que descobre ser portador de uma grave doença e somente um transplante de medula de alguém da família poderia salva-lo; com isso, seu pai vê-se obrigado a revelar que ele não é seu filho biológico.[3]

Em 1998, despontou em Torre de Babel, como o dependente químico Guilherme Toledo. No ano seguinte, participou da novela Terra Nostra, onde viveu seu primeiro vilão, Marco Antônio, um egocêntrico bon-vivant, filho do milionário banqueiro Francesco, que apaixona-se a primeira vista pela italiana Giuliana e, então, une-se à asquerosa Rosana contra seu maior rival, Matteo.[3]

Em 2001, esteve no elenco da novela Um Anjo Caiu do Céu, como Maurício, um pai de família simples, casado com Duda, que tem o filho mais velho, Kico, sequestrado ainda bebê. Depois, voltaria a antagonizar uma novela, em Coração de Estudante, como o professor de caráter duvidoso Leandro, que na tentativa de infernizar a vida de Eduardo, seu maior desafeto dentro da universidade em que trabalham, passa a namorar Mariana, ex mulher de Edu, e sugere que ela entre na justiça para brigar pela guarda do pequeno, Lipe.[3]

Em 2003, participou do grande sucesso de Manoel Carlos, Mulheres Apaixonadas, na pele do boa vida Sérgio, um homem bonito e atraente que desperta os ciúmes obsessivos da esposa Helô. Em 2004, atuou na minissérie Um Só Coração, como o sem escrúpulos e mau-caráter Rodolfo, que desperdiça todo o dinheiro da família Sousa Borba. A família Sousa Borba representa a decadência da sociedade paulista após a queda da Bolsa de Nova York em 1929, e tem como patriarca coronel Totonho. Esse, contrata como governanta a jovem Ana Schmith e pede para que ela seduza seu filho mais novo, Bernardo. Porém, é Rodolfo quem acaba seduzido. Uma das cenas mais marcantes da produção, é quando Rodolfo estupra Ana na pensão em que ela trabalha. Num emendo, co-protagonizou a novela Senhora do Destino, em que encarnou o maître Viriato, que desperta a paixão da cunhada Nalva, mas só tem olhos para a riquinha Eduarda, despertando a fúria do pai da moça, Leonardo, que não quer saber da sua filha envolvida com um classe média.[5]

Em 2005, contrapondo à sua última atuação em novelas, viveu o diabólico e ambicioso vilão André Santana de Belíssima. Sua personagem, inicialmente, mostra-se um homem simples e trabalhador, que inicia na empresa da protagonista Júlia no cargo de operário, mas na verdade, almeja ser dono da Belíssima em conjunto com seu pai, Aquilino Santana, o seu Quiqui, que aparenta ser um bom velhinho, mas é, um bandido da pior espécie, ex-matador de aluguel. André vai se envolver com Júlia e com a filha dela, Érica, uma mulher fútil e perversa como a bisavó Bia Falcão. Posteriormente, participou da novela Paraíso Tropical. [5]

Em 2008, protagonizou o remake de Ciranda de Pedra, novela que marcou seu reencontro em cena com a atriz Ana Paula Arósio, com quem trabalhou em Terra Nostra, há nove anos. Na trama, viveu Daniel, médico de Laura, que sofre de distúrbios emocionais, doença que só agrava com o casamento infeliz que nutre com o poderoso empresário Natércio. [5]

Em 2010, interpretou Gerson, um dos protagonistas de Passione.[5]

Em 2013, volta ao horário nobre, interpretando Eron em Amor à Vida.

Estrela o longa Pequeno Segredo, filme escolhido para representar o Brasil no Oscar 2017, ao lado de Julia Lemmertz , Maria Flor e Mariana Goulart.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1996 O Rei do Gado Bruno Berdinazzi Participação Especial
Salsa e Merengue Eugênio Amarante Paes
1998 Você Decide Pedro (Episódio: Profissão: Viúva)
Torre de Babel Guilherme Leme Toledo
Você Decide (Episódio: Minhas Caras Amigas)
1999 Terra Nostra Marco Antônio
2000 Mundo VIP Ele Mesmo Participação Especial
2001 Um Anjo Caiu do Céu Maurício
2002 Coração de Estudante Leandro Junqueira
2003 Mulheres Apaixonadas Sérgio Vasconcelos
2004 Um Só Coração Rodolfo Sousa Borba
Senhora do Destino Viriato Ferreira da Silva
2005 Belíssima André Santana
2006 Lu Carlos Especial Fim de Ano
2007 Paraíso Tropical Cássio Gouvêia
2008 Episódio Especial Ele Mesmo Participação Especial
Ciranda de Pedra Dr. Daniel Freitas
2010 Passione Gerson Gouveia
2012 As Brasileiras Edson (Episódio: A Viúva do Maranhão)
2013 Amor à Vida Eron Lira Torgano
2017 Rock Story Jorginho Participação Especial[6]
2017 Malhação: Viva a Diferença Edgar Gutierrez

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1992 As Alegres Comadres de Windsor
1994 O Tiro Que Mudou a História
1996 O Monta Cargas
1999 Desgraças de Uma Criança
2000 Paixão de Cristo João[7]
2001 Ponto de Vista Dominic[8]
2003 Paixão de Cristo Pilatos[9]
As Bodas de Fígaro
Tiradentes
2009 Vestido de Noiva Pedro[10]
2012 Macbeth Macbeth[11]
2015 Chaplin - O Musical Sidney[12]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1998 O Dia da Caça Nando
A Casa de Açúcar
2001 O Xangô de Baker Street Marquês de Sales
A Partilha Bruno Diegues
2003 Looney Tunes de Volta a Ação DJ Drake (dublagem)[13]
Viva Sapato! Fifi Capote
2004 Sexo, Amor e Traição Nestor
2007 Lótus (curta-metragem) Fábio[14]
2008 A Guerra dos Rocha César
2009 Flordelis - Basta uma Palavra para Mudar Pr. Anderson do Carmo
2016 Pequeno Segredo Vilfredo Schurmann

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref
1996 2ª Melhores do Ano Melhor Ator Revelação O Rei do Gado Venceu [15]
1997 2º Prêmio Contigo! de TV Melhor Ator Revelação Venceu [16]
2000 Miami Brazilian Film Festival Melhor ator de cinema O Dia da Caça Venceu [17]
2004 6º Prêmio Contigo! de TV Ator Coadjuvante Mulheres Apaixonadas Indicado [18]
Melhores do Ano Ator Coadjuvante Senhora do Destino Venceu
2008 10º Prêmio Contigo! de TV Ator Coadjuvante Paraíso Tropical Indicado [19]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marcello Antony
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.