Marcio Scavone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Marcio Scavone foto por Peter Hill Beard Nascimento: São Paulo, 8 de dezembro 1952
Nacionalidade: brasileira
Ocupação: fotógrafo, escritor e editor
Alma Mater: University of West London
Títulos: Academia Paulista de Letras - cadeira 9 [1]Academia de Letras de Campos do Jordão

www.marcioscavonefuga.com.br
Pelé - Atleta - 2000


Biografia[editar | editar código-fonte]

Marcio Scavone (São Paulo, 8 de dezembro de 1952)

Começou a fotografar ainda criança com a Rolleiflex de seu pai, Rubens Teixeira Scavone ,jurista, escritor e fotógrafo modernista. Marcio é neto da romancista, Maria de Lourdes Teixeira  que foi casada em segundas núpcias com o também escritor e crítico de arte José Geraldo Vieira .  Aos 16 anos foi assistente do fotógrafo modernista catalão Marcel Giró, em seu estúdio de fotografia publicitária em São Paulo. Morou em Londres entre 1972 e 1976 (com uma passagem de volta no Brasil em 1974) onde cursou a Faculdade de Fotografia do Ealing Art College (University of West London), experiência que deixou marcas profundas culturais e estéticas na sua formação.

De volta ao Brasil em 1977 abre seu estúdio de fotografia publicitária em São Paulo onde revela-se como um dos maiores expoentes na cena da fotografia publicitária brasileira. Sua primeira exposição individual acontece em 1982 no Museu de Arte de São Paulo, MASP. Volta a residir e fotografar profissionalmente na Europa nos anos 90 - Londres e Lisboa – e é também onde seu trabalho pessoal floresce. Publica então seu primeiro livro E Entre a Sombra e a Luz, uma viagem pelo mundo, o intimo e o geográfico, um encontro de texto e imagem com o romancista italiano Antonio Tabucchi . Seu segundo livro, Luz Invisível, com texto do escritor Luiz Fernando Verissimo consagra seus retratos de celebridades, sua grife reconhecida na fotografia editorial brasileira. Por suas lentes passaram Oscar Niemeyer, Pelé, Fernanda Montenegro, Burle Marx, Jô Soares, Caetano Veloso, Fernando Henrique Cardoso , Paulo Autran ,Jorge Amado ,entre outros.

Seu livro Viagem à Liberdade publicado em 2008, um retrato do bairro japonês de São Paulo, foi escolhido para homenagear os cem anos da imigração japonesa ao Brasil pela National Geographic (revista) e foi merecedor do título da melhor matéria produzida fora dos EUA, uma de suas imagens foi escolhida como uma das 10 mais importantes publicadas pela revista no Brasil.

Fotografou ainda para o livro de retratos da Louis Vuitton, Rebounds, publicado em Paris em 1999. Suas fotografias publicitárias foram premiadas com o Leão de Ouro em Cannes e o Clio Awards ,Grand Clio, em Nova York.

Em 1998 foi escolhido como um dos 50 fotógrafos referenciais para o livro que celebrou os 50 anos das câmeras Hasselblad, Goteburg, Suécia, 1998. Suas obras figuram em coleção permanente no Masp, Museu de Arte de São Paulo, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e em coleções particulares no Brasil e no exterior.

Seu livro, Copo de Luz- ensaios sobre fotografia como arte e memória de 2018, um livro de textos, muito contribuiu para que fosse eleito para a Academia Paulista de Letras revelando sobremaneira seu lado intelectual.

A renomada revista sueca Forum, publicada pelas câmeras Hasselblad assim definiu seu trabalho de retratos: “Scavone é um grand master da técnica, mas alimenta-se de sua sensibilidade para penetrar embaixo da pele de seus retratados.”


Livros[editar | editar código-fonte]

E Entre a Sombra e a Luz - 1997 - Uma viagem fotográfica de autodescobrimento pelo mundo intimo e o real, que levou o fotógrafo de Paris à Pequim, do Rio de Janeiro à Katmandu. Este seu primeiro livro trás um conto inédito, inspirado nas fotografias, e foi escrito pelo romancista italiano Antonio Tabucchi.  Editora DBA.

Luz Invisível - 2002 - O livro que consagrou Scavone como um dos maior es retratista do Brasil. Nele, celebridades e desconhecidos dividem a mesma luz. Texto de Luis Fernando Veríssimo com o conto “É esta” onde discute com humor o mistério da escolha da pose certa que todo fotógrafo um dia enfrenta. Projeto gráfico: José Zaragoza e Giuliano Cesar. Editora DBA.

Cidade Ilustrada - 2004 - Uma investigação fotográfica da presença do grafite na cidade de São Paulo. Nas palavras do crítico Rubens Fernandes Junior .: "Scavone soube explorar com exatidão esses provocativos grafites: Seja nos detalhes, seja registrando os contrastes entre o imaginário do ato criativo e o mundo visível; seja explorando as cores exuberantes e os tons que se conectam por proximidade. Textos de: Ignácio de Loyola Brandão e James Scavone. Projeto gráfico: Alexandre Suannes . Alice Publishing Editora.

Viagem à Liberdade - 2008 - Sobre o ensaio no bairro da Liberdade – o bairro japonês de São Paulo - que o livro consiste ele diz: “Este livro é um retrato do espírito japonês pelos quarteirões, vielas, corredores, galerias, balcões de bar cheirando a saquê e cerveja, templos silenciosos e lojinhas de curiosidades com suas novidades eletrônicas a assinalar a passagem do tempo.” Textos do autor e de Jorge Coli. Projeto gráfico: Eduardo Hirama . Alice Publishing Editora.

A Marcha da Vida - 2008  -  Um depoimento visual sobre o holocausto. O livro percorre alguns campos de concentração na Polônia como tributo à memória e termina celebrando a vida e a sobrevivência em Israel. Texto de Marcio Pitluk. Selo Pit Cult.

Cem Anos da Academia Paulista de Letras - 2009 - Retratos dos 40 acadêmicos e ensaio do Largo do Arouche. Textos do autor e do Acadêmico José Renato Nalini.

Coleção Senac de fotografia - volume 18 - Marcio Scavone - 2009 - Um corte transversal na carreira do artista em texto e fotos. Autores Simonetta Persichetti e Thales Trigo .

Jerusalém - 2012 - Ensaio fotográfico e texto sobre a cidade e seu significado. Coleção Passaporte, editora Schoeler.

São Paulo, olhar os museus, olhar a cidade - 2012 - Ensaio fotográfico com cerca de 200 fotografias e um texto de sua autoria sobre o impacto dos museus na pessoa comum, com coordenação e coautoria da museóloga Ana Cristina Carvalho e Carlos Fagin.

Clube de Campo de São Paulo - 2012 - Ensaio fotográfico e texto de Ignácio de Loyola Brandão .Editora DBA

Esta é Nova York - 2014 - Texto e fotos . Alice Publishing Editora

Copo de Luz - 2018 - “Esse livro é um diário, são ideias de um fotógrafo que se formou no século 20, que entrou no século 21 suficientemente aberto e jovem para abraçar o digital e que agora impactado com a avalanche de imagens resolve fazer uma reflexão”. Alice Publishing Editora

Academia Paulista de Letras - 110 Anos - 2019 - Uma celebração em texto e fotos da casa que o acolheu para a cadeira 9, como o primeiro artista visual a ser eleito para uma academia de letras no Brasil. Contem textos dos outros 39 acadêmicos e uma abertura por José Renato Nalini.

Coleção APL - Rubens Teixeira Scavone: O Homem que Viu - 2020 - Biografia de seu pai, fotógrafo modernista, escritor pioneiro da ficção científica no Brasil e romancista premiado. Editora: Imprensa oficial do estado de São Paulo.

Coleção Quarentena - Falam as águas - 2021 - Inspirado num poema de Paulo Bomfim, o livro traz em 30 imagens uma celebração e uma advertência sobre como estamos cuidando do nosso tão maltratado planeta, na figura de seu bem maior, a água. Editora: Ipsispub. Projeto Gráfico: Bloco Gráfico, Gabriela Castro.

Exposições Individuais[editar | editar código-fonte]

1982 - São Paulo - SP - Marcio Scavone, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, MASP.

1986 - Rio de Janeiro - RJ - Espelho Rebelde, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, MAM.

1988 - São Paulo - SP - Espelho Rebelde, Clube de Criação

1992 - São Paulo - SP - Marcio Scavone em Vogue, Casa da Fotografia Fuji

1998 - São Paulo - SP - E Entre a Sombra e a Luz, Galeria São Paulo

1998 - Curitiba - PR - E Entre a Sombra e a Luz

2002 - São Paulo - SP - Luz Invisível, Fnac Paulista

2002 - São Paulo - SP - Luz Invisível, Espaço Cultural BankBoston  

2003 - São Paulo - SP - Marcio Scavone, Fnac Paulista

2003 - São Paulo - SP - Marcio Scavone: 20 retratos, Juliana Benfatti Antiguidades Excentricidades

2004 - São Paulo - SP - Cidade Ilustrada, Fnac Paulista  

2004 - São Paulo - SP - Cidade Ilustrada, Pinacoteca do Estado

2004 - Salvador - BA - Cidade Ilustrada, Galeria do Olhar

2006 - São Paulo - SP - Mitsubishi Motorsports, Shopping Iguatemi

2008 - São Paulo - SP - Olhar Mecânico, Brabus Mitsubishi Motors

2008 - São Paulo - SP - Retratos Exemplares, Fiesp

2008 - São Paulo - SP - Retratos Exemplares, Shopping Iguatemi

2008 - São Paulo - SP - Viagem à Liberdade, Instituto Carrefour

2008 - São Paulo - SP - Viagem à Liberdade: em busca da alma japonesa de um bairro, Museu da Casa Brasileira  

2009 - São Paulo - SP - Marcha da Vida, Livraria Cultura - Paulista

2009 - São Paulo - SP - O Atelier Silencioso, Escola Panamericana de Artes e Design.

2019 - São Paulo – SP - Exposição Artemisa, Casa das Rosas

Exposições Coletivas[editar | editar código-fonte]

1985 - São Paulo SP - 1ª Quadrienal de Fotografia, Museu de Arte Moderna, MAM/SP

1986 - Paris - França - Miroir Rebelle: Photographie Brésilienne Contemporaine, Galerie Debret

1987 - São Paulo SP - Três Visões Fotográficas, Escola Panamericana de Artes e Design

1992 - São Paulo SP - Retrato de Artista, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, MASP.

1993 - São Paulo SP - Abrafoto: Coletiva de Fotografia Brasileira, Fundação Bienal

1993 - São Paulo SP - Fotografia Brasileira Contemporânea: anos 80 e 90, Sesc Pompéia

1995 - São Paulo SP - Coletiva Brasileira de Retratos Anos 80 e 90, Espaço Cultural Faap - Fundação Armando Álvares Penteado  

1996 - Rio de Janeiro RJ - Interiores, Museu de Arte Moderna, MAM/RJ

1998 - São Paulo SP - 8ª Coleção Pirelli/Masp de Fotografia, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, MASP.

1998 - Colônia - Alemanha - Beyond Words, Photokina

2000 - São Paulo SP - Casa da Fotografia Fuji: 10 anos na história da fotografia brasileira, Casa da Fotografia Fuji  

2002 - São Paulo SP - Retratos, Casa da Fotografia Fuji  

2004 - São Paulo SP - São Paulo - 450 anos em 24 horas, Espaço Nossa Caixa

2004 - São Paulo SP - Walk. Don't run, Montblanc. Shopping Pátio Higienópolis  

2008 - São Paulo SP - Arte Pela Amazônia: arte e atitude, Fundação Bienal

2008 - São Paulo SP - 8º Prêmio Porto Seguro de Fotografia, Espaço Porto Seguro de Fotografia

2008 - Brasília DF - Indagações Contemporâneas na Fotografia Modernista da Coleção Itaú, Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio  

2009 - São Paulo SP - Fotografia em Revista, Museu de Arte Brasileira, MAB/Faap

2009 - São Paulo SP - Olhares sobre os Trilhos, Estação da Luz

2011 - São Paulo SP - Percursos e Afetos. Fotografias 1928-2011 - Coleção Rubens Fernandes Junior, Pinacoteca do Estado

Ligações externas[editar | editar código-fonte]