Marco Antônio de Mattos Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marquinho
Marquinho
Informações pessoais
Nome completo Marco Antônio de Mattos Filho
Data de nasc. 3 de julho de 1986 (30 anos)
Local de nasc. Passo Fundo (RS), Brasil
Nacionalidade  brasileira
Altura 1,82 m[1]
Canhoto
Apelido Marquinho, Senhor Decisão
Guerreiro, Incendiário
Informações profissionais
Período em atividade 2004-presente (12 anos)
Clube atual Brasil Fluminense
Número 77
Posição Meio-Campista
Clubes de juventude
2001–2004 Brasil Palmeiras
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004-2006
2007
2007
2008
2009–2011
2012–2015
2014
2014–2015
2015–2016
2016
2016–
Brasil Palmeiras B
Brasil Palmeiras
Brasil Botafogo
Brasil Figueirense
Brasil Fluminense
Itália Roma
Itália Hellas Verona (emp.)
Arábia Saudita Al-Ittihad (emp.)
Itália Udinese
Arábia Saudita Al-Ahli (emp.)
Brasil Fluminense
000? 0000(?)
0003 0000(0)
0005 0000(0)
0025 0000(7)
0157 000(18)
0058 0000(7)
0015 0000(2)
0031 000(12)
0013 0000(0)
0024 0000(4)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de maio de 2016.

Marco Antônio de Mattos Filho, mais conhecido como Marquinho (Passo Fundo, 3 de julho de 1986), é um futebolista brasileiro. Na última temporada jogou pelo Al-Ahli, emprestado pela Udinese. Atualmente defende o Fluminense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Marquinho iniciou-se no futebol gaúcho. Passou nas categorias de base por diversos clubes até chegar ao Palmeiras. No time verde, foi promovido ao elenco principal em 2007 depois de seu empresário ameaçar não renovar o contrato do jogador, pois ele atuava apenas no Palmeiras B, sem oportunidades no plantel principal.

Seu primeiro jogo no time principal foi em 18 de janeiro de 2007, na vitória do Palmeiras sobre o Paulista por 4 a 2. Fez ainda apenas mais um jogo, pelo Brasileirão contra o Goiás.

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2007, o jogador transferiu-se para o Botafogo.

Figueirense[editar | editar código-fonte]

Em 2007, após ser dispensado do clube carioca, acertou com o Figueirense, onde mostrou um bom futebol, mesmo com o time acabando rebaixado. O destaque recebido em sua boa passagem pelo time catarinense atraiu a atenção de grandes clubes do cenário nacional.

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Ao término de seu contrato, se transferiu, no início de 2009, para o Fluminense. Ao final de 2009, após o Fluminense estar quase rebaixado, Marquinho fez o gol de empate contra o Coritiba fora de casa na última rodada, livrando assim o Fluminense de disputar a Série B em 2010 e rebaixando o Coritiba em seu lugar. Marquinho foi fundamental na campanha do título do Campeonato Brasileiro de 2010, sendo muito elogiado pelo técnico Cuca, formando uma dupla de meio-campo com o argentino Conca. Em 2011 foi um dos principais jogadores do time marcando gols decisivos.[2]

Roma[editar | editar código-fonte]

Em 2012 foi emprestado por seis meses ao Roma. O clube da capital italiana pagou 300 mil euros pela transferência.[3][4] Ele fez sua estréia em 19 de fevereiro contra Parma e marcou seu primeiro gol em 1 de abril, em uma vitória de 5-2 contra o Novara. Ele marcou um gol contra a Udinese, em 11 de abril de 2012, e mais um contra o Napoli duas semanas depois.[5]

Ele marcou seu primeiro gol da temporada 2012-13 contra a Internazionale em 2 de Setembro de 2012 em uma vitória por 1 a 3. Marcou o segundo gol pela Roma na derrota para o Cagliari por 4 a 2. Fez mais um gol contra o Napoli na vitória por 2 a 1 dentro de casa em 19 de maio de 2013.[6]

Verona[editar | editar código-fonte]

No dia 31/01/2014 acertou sua transferência ao Verona, também da Itália.

Al-Ittihad[editar | editar código-fonte]

Em 2 de julho de 2014, o Al-Ittihad anunciou o empréstimo de Marquinho por uma temporada junto à Roma, sem informar valores. Ao final da temporada, em 15 de maio de 2015, após o clássico contra o Al-Ahli, Marquinho deixou a Arábia Saudita.

Volta ao Flu[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de julho de 2016, Marquinho foi anunciado como novo reforço do Fluminense, assinou por 3 temporadas.[7]

Udinese[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2015, acertou por 4 temporadas, com a Udinese.[8]

Al-Ahli[editar | editar código-fonte]

em janeiro de 2016, Marquinho foi emprestado até o final da temporada para o Al-Ahli.[9]

Volta ao Fluminense[editar | editar código-fonte]

No dia 14 de julho, Marquinho é anunciado como novo reforço do Fluminense para o campeonato brasileiro, assina contrato de 3 anos com o tricolor das laranjeiras. Marquinho vestirá a camisa 77 na volta ao Fluminense.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Sua empresária é Marcella Neves, esposa de Thiago Neves, ex-companheiro de equipe do Fluminense em 2011.[10]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Figueirense
Fluminense
Palmeiras
  • Campeão Paulista Sub-20
  • Campeão Sul-Americano Sub-20

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]