Marco Bertaiolli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Marco Aurélio Bertaiolli)
Marco Bertaiolli
Marco Bertaiolli, em 2021.
Deputado Federal por São Paulo
Período 1º de fevereiro de 2019
até atualidade
55º Prefeito de Mogi das Cruzes
Período 1º de janeiro de 2009
até 31 de dezembro de 2016
Vice-prefeito José Antonio Cuco Pereira
Antecessor(a) Junji Abe
Sucessor(a) Marcus Melo
Deputado Estadual de São Paulo
Período 4 de abril de 2007
até 31 de dezembro de 2008
Vice-prefeito de Mogi das Cruzes
Período 1º de janeiro de 2005
até 4 de abril de 2007
Antecessor(a) Roberto Luiz dos Reis Zanetta
Sucessor(a) José Antonio Cuco Pereira
Vereador de Mogi das Cruzes
Período 1º de janeiro de 1997
até 31 de dezembro de 2004
Dados pessoais
Nome completo Marco Aurélio Bertaiolli
Nascimento 30 de abril de 1968 (53 anos)
Mogi das Cruzes, SP, Brasil
Cônjuge Mara Bertaiolli
Partido PMDB (1997–2000)
PFL (2000–2007)
DEM (2007–2011)
PSD (2011–presente)
Religião Catolicismo
Profissão Administrador
Website www.marcobertaiolli.com.br

Marco Aurélio Bertaiolli (Mogi das Cruzes, 30 de abril de 1968) é um administrador de empresas e politico brasileiro, filiado ao Partido Social Democrático (PSD).

Formado em Administração de Empresas com pós-graduação em Gerência de Cidades pela FAAP (2011) e mestrando em Administração Pública pelo IDP.                                        

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Empreendedor por natureza, Bertaiolli sempre teve seu trabalho focado na defesa e fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas, Educação e Saúde. Defende a “escola do trabalho” como um mecanismo indutor para a qualificação profissional, acesso ao primeiro emprego e ingresso ao mercado de trabalho.

O primeiro cargo exercido por Marco Bertaiolli, ligado às Micro e Pequenas Empresas (MPEs), foi na Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), onde ingressou aos 20 anos.

Em 1992, aos 24 anos, foi eleito o mais jovem presidente da ACMC para o mandato de 1992 a 1995. Em 1996, foi eleito como Vice-Presidente da entidade, cargo que exerceu até 2002, quando novamente foi eleito presidente para o mandato de 2003 a 2005.

O trabalho desenvolvido à frente da ACMC como um porta-voz das Micro e Pequenas Empresas e o empreendedorismo como fonte de novos negócios, fez com que Bertaiolli fosse convidado pelo então prefeito Manoel Bezerra de Melo para o cargo de Secretário Municipal de Indústria e Comércio entre os anos de 1995 e 1996.

As ações de defesa e fortalecimento das MPEs e dos empreendedores foram fortalecidas como o ingresso de Bertaiolli na Federação das Associações Comerciais de São Paulo (Facesp), onde exerceu o cargo de Vice-Presidente, entre os anos de 1993 a 2001; Tesoureiro no período de 2001 a 2009 e Vice-Presidente, cargo que ocupa até os dias atuais.

Vereador de Mogi das Cruzes[editar | editar código-fonte]

Foi vereador de Mogi das Cruzes por duas vezes, tendo exercido o primeiro mandato entre os anos de 1997 a 1999, sendo reeleito para o próximo mandato entre os anos de 2000 e 2004.

Vice-prefeito de Mogi das Cruzes[editar | editar código-fonte]

Entre os anos de 2005 e 2006, Marco Bertaiolli foi Vice-Prefeito de Mogi das Cruzes, tendo ao seu lado no comando do Executivo o então prefeito Junji Abe.

Deputado Estadual[editar | editar código-fonte]

Exerceu o cargo de deputado estadual, tendo sido eleito para a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Candidato pelo então PFL, obteve 69.243 votos. Exerceu o cargo entre os anos de 2007 e 2008, quando foi eleito prefeito de Mogi das Cruzes.

Prefeito de Mogi das Cruzes[editar | editar código-fonte]

Foi prefeito de Mogi das Cruzes entre 2009 e 2016. Eleito em 2008 pelo DEM, obteve 103.439 votos (53,24% dos votos válidos) . Em 2012, conquistou a reeleição, pelo PSD, com 169.124 votos (80,82% do total de votos válidos, percentual recorde no município).

Na saúde pública, Bertaiolli criou o Sistema Integrado de Saúde (SIS), interligou todos os equipamentos e serviços, criou o prontuário eletrônico e todos os pacientes receberam um Cartão SIS com um número de identificação para acessar o sistema em qualquer equipamento da rede. Com a meta de levar a saúde pública cada vez mais perto das pessoas, duplicou o número de equipamentos de saúde, durante os 8 anos em que foi prefeito, passando de 34 para 68. Entre eles, a implantação do primeiro Hospital Municipal de Mogi das Cruzes com sete andares, 100 leitos, UTI, Centro Cirúrgico, Centro de Diagnóstico e um Pronto Atendimento Infantil 24 horas.

Na Educação, Bertaiolli defende o período integral para que as crianças de todas as classes sociais e econômicas tenham os mesmos acessos e oportunidades. Acredita na Educação como a que agrega e fonte formadora da cidadania e responsável em promover o desenvolvimento econômico e a justiça social. Implantou 85 unidades de educação. Deste total, 65 foram creches/escolas municipais, além de unidades de qualificação e requalificação profissional, mas o maior legado foi a implantação da Escola de Tempo Integral para mais de 27 mil alunos, que passaram a contar com 9 horas de atividades, entre o currículo pedagógico e os projetos de arte, cultura, esporte e desenvolvimento cognitivo.

Deputado Federal[editar | editar código-fonte]

Foi eleito deputado federal pela primeira vez em 2018 pelo PSD com um total de 137.628 votos. Na Câmara Federal possui um trabalho focado na defesa e fortalecimento das Micro e Pequenas Empresas (MPEs). Foi relator da MP 899/2020 - Contribuinte Legal, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro e transformou na Lei 13.988, de 14 de Abril de 2020.

Também é autor do Projeto de Lei Complementar 009/2020 que tem como objetivo inserir as Micro e Pequenas Empresas, optantes do Simples Nacional, na Lei do Contribuinte Legal, que possibilita negociar dívidas relacionadas ao Imposto de Renda, Contribuição Previdenciária, PIS e qualquer débito federal que esteja em discussão ou que já tenha se tornado uma dívida ativa.

Na Câmara Federal, Bertaiolli vem trabalhando na modernização e desburocratização da Lei da Aprendizagem. Criada em 2000, essa revisão visa atualizar a legislação às necessidades atuais e incentivar as empresas a participar do programa que tem como meta aprimorar e desenvolver o conhecimento profissional dos jovens e adolescentes.

Em 2021, Bertaiolli foi escolhido para ser relator da MP 1040/2021 – Ambiente de Negócios, que tem como objetivo desburocratizar e facilitar a abertura de novas empresas e elevar a posição do Brasil no ranking Doing Bussiness, do Banco Mundial. Em 23 de Junho de 2021, a Medida Provisória foi aprovada pela Câmara Federal e encaminhada para o Senado Federal, no dia 29 de Junho de 2021.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Bertaiolli lançou o livro Cidade Saudável – Um Jeito Diferente de Pensar e Fazer Saúde na área da Gestão Pública, mostrando o trabalho e as ações de integração que transformaram a Rede Municipal de Saúde de Mogi das Cruzes numa referência nacional em razão dos avanços registrados.

Em 2017, dando seqüência ao trabalho na área da literatura, Bertaiolli lançou o livro Cidade do Saber - Um Jeito Diferente de Pensar e Fazer Educação, que também tratou do tema junto à Administração Pública.

Ambos os livros foram apresentados também na Bienal do Livro, no Rio de Janeiro, em 2017.


Clique aqui e conheça os cargos e as votação do deputado.

Precedido por
Junji Abe
Prefeito de Mogi das Cruzes
20092016
Sucedido por
Marcus Melo
Precedido por
Sebastião Almeida
Presidente do CONDEMAT
20152016
Sucedido por
Adriano Toledo Leite
Precedido por
Roberto Luiz dos Reis Zanetta
Vice-prefeito de Mogi das Cruzes
20052008
Sucedido por
José Antonio Cuco Pereira

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.