Marco Valério Messala (cônsul em 161 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Marco Valério Messala.
Marco Valério Messala
Cônsul da República Romana
Consulado 161 a.C.

Marco Valério Messala (em latim: Marcus Valerius Messalla) foi um político da gente Valéria da República Romana eleito cônsul em 161 a.C. com Caio Fânio Estrabão. Era filho de Marco Valério Messala, cônsul em 188 a.C..

Consulado (161 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Foi eleito cônsul em 161 a.C. com Caio Fânio Estrabão e, durante seu consulado, todos os retóricos estrangeiros foram expulsos de Roma[1] . Segundo Plínio, o Velho, foi o proponente da Lex Sumtuaria[2] . Foi também durante o seu mandato que duas importantes peças de Terêncio foram apresentadas em Roam: "Eunuco" e "Fórmio".

Anos finais[editar | editar código-fonte]

Em 154 a.C., foi eleito censor com Caio Cássio Longino[3] [4] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
Cneu Domício Enobarbo
com Públio Cornélio Lêntulo



Marco Valério Messala
161 a.C.
com Caio Fânio Estrabão




Sucedido por:
Marco Cornélio Cetego
com Lúcio Anício Galo




Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]