Marcos Cals

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcos Cals
Deputado estadual pelo  Ceará
Período 1 de janeiro de 1987
até 31 de dezembro de 2010
(6 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 11 de janeiro de 1964 (53 anos)
Recife,  Pernambuco
Partido PSDB (1997-2013)
SD (2013-presente)
Profissão Sociólogo

´

Marcos César Cals de Oliveira (Recife, 11 de janeiro de 1964) é um sociólogo e político brasileiro.

De tradicional família de políticos cearenses, é filho do ex-ministro de Minas e Energia, César Cals de Oliveira Filho, que também foi governador do Estado do Ceará e Senador da República, e irmão mais novo do também político César Cals Neto, que já foi prefeito de Fortaleza. É formado em sociologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR).

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Marcos Cals entrou na política aos 19 anos, influenciado pelo pai, o ex-governador do Ceará César Cals.[1]

Em 1986, com apenas 22 anos, conquistou a primeira vitória nas urnas pelo extinto Partido Democrático Social (PDS), sendo eleito o mais novo deputado estadual da história do País. Exerceu seis mandatos na Assembleia Legislativa do Ceará, e foi filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), desde 1997.

Ocupou por duas vezes o cargo de primeiro-secretário da Assembleia, e posteriormente, foi eleito Presidente para o biênio 2003/2004, sendo reconduzido, por unanimidade de votos, para o biênio 2005/2006. Em sua gestão foi instalada a TV Assembléia, sendo o primeiro canal de televisão com transmissão aberta do Poder Legislativo do Brasil. Outra conquista alcançada no âmbito legislativo foi a concessão da FM Assembléia junto ao Congresso Nacional. Com uma equipe de profissionais especializados, deixou a emissora preparada para a instalação, munida com equipamentos de última geração.

Em 2007, assumiu a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará, a convite do então governador Cid Gomes,[2] permanecendo naquela pasta até março de 2010.

Em 2010, candidatou-se a Governador do Ceará, obtendo 775.852 votos, equivalente a 19,51% dos votos válidos, garantindo o segundo lugar na disputa.[3]

Em 2012, candidata-se à Prefeitura de Fortaleza não conseguindo chegar ao 2º turno e obtendo apenas 30.457 votos, equivalente a 2,54% dos votos válidos, ficando em 6º lugar entre os 10 candidatos. Entretanto, mesmo sem ocupar cargos públicos, conseguiu mais votos que o senador Inácio Arruda (PCdoB).[4]

Em 2013, saiu do PSDB e filiou-se ao recém criado Solidariedade (SD).[5] Marcos Cals pretendia concorrer um mandato de deputado estadual na eleição de 2014, mas acabou desistindo.[6] Atualmente, é o presidente municipal do SD em Fortaleza.

Referências

  1. «Conheça os perfis dos 10 candidatos que vão disputar a prefeitura de Fortaleza». Diálogos Políticos. 4 de julho de 2012 
  2. «Marcos Cals aceita ser secretário de Justiça». Diário do Nordeste. 28 de dezembro de 2006 
  3. Placar eleições UOL. Resultados da eleição no Ceará. Acessado em 15 de outubro de 2010.
  4. «Apuração 1° Turno em Fortaleza». Portal UOL. Consultado em 28 de outubro de 2012 
  5. «Fernando Hugo e Marcos Cals se filiam ao Solidariedade». O POVO. 4 de outubro de 2013 
  6. «Marcos Cals desiste das eleições e não disputará mandato». Ceará Agora. 1 de julho de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.