Marcos Coll

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marcos Coll
Informações pessoais
Nome completo Marcos Tulio Coll Tesillo
Data de nasc. 23 de agosto de 1935
Local de nasc. Barranquilla, Colômbia
Falecido em 5 de junho de 2017 (81 anos)
Local da morte Barranquilla, Colômbia
Altura 1,72 m
Apelido El Olímpico
Informações profissionais
Posição Meio-campista
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1952–1955
1955
1956–1959
1960
1960-1965
1965–1969
1970–1971
Colômbia Sporting de Barranquilla
Colômbia Independiente Medellín
Colômbia Deportes Tolima
Colômbia Atlético Bucaramanga
Colômbia América de Cali
Colômbia Deportes Tolima
Colômbia Atlético Junior
19 (0)
13 (0)
108 (25)
38 (8)
114 (23)
114 (19)
Seleção nacional
1956–1962 Flag of Colombia.svg Colômbia 11 (5)

Marcos Tulio Coll Tesillo (Barranquilla, 23 de agosto de 1935  – Barranquilla, 5 de junho de 2017[1]) foi um futebolista colombiano. Ficou famoso por ter marcado o único gol olímpico da história das Copas, recebendo por este motivo a alcunha de "El Olimpico". Atuou pelo América de Cáli e por outros clubes de seu país.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Coll iniciou sua carreira atuando pelo Sporting de Barranquilla, jogando por quatro temporadas, de 1952 a 1955. No ano seguinte, foi contratado pelo Independiente Medellín. Nesta época, jogou a sua primeira partida pela Seleção Colombiana, atuando em jogos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1958. Na época, jogava pelo Deportes Tolima, e no ano seguinte, teve uma curta passagem pelo Atlético Bucaramanga.

Ainda em 1960, passou a jogar na elite do futebol colombiano, quando foi contratado pelo América de Cáli. Em 1965 voltou para o Deportes Tolima, onde jogou até 1969. No biênio 1970-1971 jogou pelo Atlético Junior e, em seguida, se aposentou do futebol.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Fez parte do elenco que representou a Colômbia na Copa de 1962, realizada no Chile. Na partida contra a União Soviética, ele marcou um gol olímpico que permanece até hoje como o único marcado em Copas do Mundo, batendo o lendário goleiro soviético Lev Yashin. Este jogo acabou empatado em 4 a 4.[2]

Morte[editar | editar código-fonte]

Coll faleceu em 5 de junho de 2017, aos 81 anos de idade, após complicações de uma pneumonia[3].

Referências

  1. «Murió Marcos Coll, único futbolista que ha marcado gol olímpico en un mundial» (em espanhol). Pulzo. 6 de junho de 2017. Consultado em 6 de junho de 2017. 
  2. «Elenco na Copa de 62 na fifa.com». Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  3. «Autor do único gol olímpico da história das Copas morre na Colômbia». UOL Esporte. 6 de junho de 2017. Consultado em 6 de junho de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]