Marcos Rojo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marcos Rojo
Marcos Rojo
Rojo atuando pela Seleção Argentina na Copa do Mundo FIFA de 2018.
Informações pessoais
Nome completo Faustino Marcos Alberto Rojo
Data de nasc. 20 de março de 1990 (29 anos)
Local de nasc. La Plata, Argentina
Nacionalidade argentino
Altura 1,88 m
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Manchester United
Número 16
Posição Lateral-esquerdo e zagueiro
Clubes de juventude
2000–2008 Estudiantes
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2008–2010
2010–2011
2012–2014
2014–
Estudiantes
Spartak Moscou
Sporting
Manchester United
0053 0000(5)
0017 0000(1)
0061 0000(7)
0113 0000(2)
Seleção nacional3
2011– Argentina 0059 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 28 de abril de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 30 de junho de 2018.

Faustino Marcos Alberto Rojo ou simplesmente Rojo (La Plata, 20 de março de 1990), é um futebolista argentino que atua como zagueiro ou lateral-esquerdo. Atualmente defende o Manchester United.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Rojo começou a sua carreira no Estudiantes de La Plata. Marcou o seu primeiro golo pelo Estudiantes na derrota por 1–2 frente ao LDU Quito a contar para a Recopa Sul-Americana de 2010. Pelo Spartak Moscou a primeira vez que fez o "gosto ao pé" foi contra FK Krasnodar num jogo da Taça da Rússia no dia 20 de Abril de 2011, jogo esse, que terminou com a com a vitória de 2-1 para a equipa moscovita.

Foi contratado pelo Sporting CP em 18 de julho de 2012 por quatro temporadas, sendo bastante importante para a equipa principalmente na época 2013/2014.[1]

Ainda sim, em 20 de agosto de 2014, foi contratado pelo Manchester United por cinco temporadas, a um custo de vinte milhões de euros. Bruno de Carvalho abre uma guerra contra o fundo de investimento Doyen, rompendo o contrato e ficando com a quase totalidade do dinheiro da transferência. Processo este que, em 2016, viria a perder em tribunal, que obrigou o clube a pagar 12 milhões de euros ao fundo.[2]

Em sua apresentação, ganhou a camisa 5, utilizada por Rio Ferdinand durante o período 12 anos em que jogou no clube, entre 2002 e 2014.[3]

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Argentina principal em 9 de fevereiro de 2011 diante ao Portugal. Disputou a Copa do Mundo FIFA de 2014[4] e também a Copa América 2015, onde alcançou o vice-campeonato em ambas competições.

Rojo se tornou um dos principais defensores da Seleção Argentina em 2013, alcançando a titularidade e se tornando dono da posição, que estava sem ter um grande nome desde a aposentadoria de Juan Pablo Sorín. Foi um dos jogadores mais regulares da campanha brilhante dos hermanos nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2014 - América do Sul.

Copa do Mundo 2014[editar | editar código-fonte]

Como era de se esperar Rojo esteve entre os 23 convocados do técnico Alejandro Sabella para defender a Argentina na Copa do Mundo FIFA de 2014, disputada no Brasil. Disputou todos os sete jogos da Argentina no mundial como titular e ajudou os hermanos a disputarem uma final de Copa do Mundo depois de 24 anos de ausência, mas acabou ficando com o vice.

Além de ter sido apontado como um ótimo defensor, também deixou sua marca na vitória sobre a Nigéria por 3x2 pela 3° rodada da fase de grupos, marcando um gol de cabeça.

Copa América[editar | editar código-fonte]

Em 2015 sagrou-se vice-campeão da Copa América no Chile. Novamente ele participou de todos os jogos da campanha da Azul Celeste e também marcou um gol, na vitória sobre o Paraguai por 6x1 válida pela semifinal.

Copa do Mundo 2018[editar | editar código-fonte]

Marcos Rojo foi selecionado por Jorge Sampaoli a fim de integrar o grupo de jogadores presentes á disputa da Copa do Mundo 2018 realizada na Rússia. Após uma primeira partida apenas regular, o jogador acaba indo para o banco de reservas no segundo jogo contra a Croácia. Diante do mau desempenho da Albiceleste contra os croatas, Rojo retorna ao time titular no último e decisivo jogo contra a Nigéria, onde a Seleção Argentina necessitava de vitória, vez que uma derrota ou até mesmo o empate eliminaria a equipe do Mundial.

O jogo contra a Nigéria, (terceiro da fase de classificação do Mundial da Rússia), teve Lionel Messi abrindo o placar no primeiro tempo e Victor Moses, atacante da Nigéria empatando o jogo no começo do segundo tempo.

Este resultado eliminava a Argentina. Aos 86 minutos de jogo, no auge do nervosismo dos jogadores e com um desempenho da equipe que apontava para uma eliminação precoce, Rojo marca o gol da classificação argentina às oitavas de final da Copa da Rússia. Fato curioso que o gol foi marcado com a perna direita, que não é a melhor do zagueiro.

Em entrevista após a partida, o jogador nascido em La Plata disse que este foi o gol mais importante de sua carreira na Seleção Argentina.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estudiantes de La Plata
Manchester United

Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rojo é jogador do Sporting». O Jogo. 18 de julho de 2012 
  2. «O presidente adepto amado e odiado que anda há cinco anos a comprar guerras» 
  3. «United sign Marcos Rojo from Sporting Lisbon» (em inglês). Sítio oficial Manchester United. 20 de agosto de 2014 
  4. «Los 23 elegidos para el Mundial» (em espanhol). Clarín. 2 de junho de 2014. Arquivado do original em 4 de junho de 2014 
  5. «Crystal Palace vs Manchester United FA Cup Final Live: Extra-time Jesse Lingard goal sees 10-man United break Palace hearts at Wembley» (em inglês). Evening Standard. 21 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]