Marcos Tomanik Mercadante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcos Tomanik Mercadante
Nascimento 1960
São Paulo, SP
Morte 2 de julho de 2011
São Paulo, SP
Nacionalidade Brasil brasileiro
Ocupação médico e escritor

Marcos Tomanik Mercadante (São Paulo, 1960 - São Paulo, 2011) foi um médico, escritor, professor e investigador brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de São Paulo em 1960, onde viveu e atuou profissionalmente, é autor de estudos que são referência no País em Psiquiatria da Infância e Adolescência, principalmente a respeito de autismo, tem livros publicados sobre o assunto e é autor do primeiro estudo de epidemiologia de autismo na América Latina[1][2], um trabalho científico brasileiro com amostragem na cidade paulista de Atibaia[3]—este projeto-piloto aferiu a prevalência de 1 caso de autismo para cada 368 crianças de 7 a 12 anos[1][2]. Professor e doutor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e com pós-doutorado na Universidade de Yale (EUA), no retorno ao Brasil decidiu dedicar-se à investigação das raízes biológicas do autismo.

Mercadante possuia graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e doutorado em Psiquiatria pela USP. Era médico pesquisador da USP, professor da pós-graduação da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), pesquisador associado da Universidade de Yale (EUA) e foi professor-adjunto da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Com experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria da Infância, atuou principalmente nos seguintes temas: autismo e transtorno invasivo do desenvolvimento (TID), transtorno obsessivo compulsivo (TOC), diagnóstico, e coréia de Sydenham[4]. Recebeu o prêmio "Prof. Zaldo Rocha" 2010, da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Em 2010, Mercadante idealizou e foi um dos fundadores da ONG Autismo & Realidade[5], em São Paulo. Mesmo ano em que foi convidado pelo Senado Federal do Brasil para esplanar sobre autismo na discussão de uma lei federal para criação da Política Nacional de Proteção aos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista[6][7].

Morreu em 2 de julho de 2011, em São Paulo, SP, aos 51 anos[8].

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Autismo e Cérebro Social, editora Segmento, 2009, ISBN 9788598353982
  • "Psicofarmacologia da Criança", Memnon, 2005
  • "Negociando o Diagnóstico Clínico", Série Ouro - Psicoses da Infancia, Memnen, 1995

Referências

  1. a b «Estudo Epidemiológico Brasileiro sobre Transtornos do Espectro Autista». Site da ONG Autismo & Realidade. 9 de março de 2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b Paula CS, Ribeiro SH, Fombonne E, Mercadante MT. Brief Report: Prevalence of Pervasive Developmental Disorder in Brazil: A Pilot Study. J Autism Dev Disord. 2011 Feb 21; PMID 21337063
  3. Ricardo Zorzetto (junho de 2011). «O cérebro no autismo». Revista Fapesp 
  4. Paiva Junior (4 de julho de 2011). «Morre psiquiatra autor do primeiro estudo de prevalência de autismo na América Latina». Revista Autismo  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Ricardo Zorzetto (6 de julho de 2011). «Morre especialista em autismo». Revista Fapesp  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. Paiva Junior (2010). «Senado faz audiência pública para tratar de projeto de lei do autismo e frustra público». Revista Autismo  Texto "11" ignorado (ajuda); Texto "19" ignorado (ajuda)
  7. «Notas taquigráficas do Senado - 41ª Reunião Extraordinária da CAS». Site do Senado Federal. 17 de novembro de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. Secretaria de Taquigrafia do Senado (5 de julho de 2011). «Marcos Mercadante (1960-2011) - Professor e estudioso do autismo». Folha de S.Paulo  Verifique data em: |data= (ajuda)