Marechal Rondon (Salvador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde abril de 2012). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Marechal Rondon é um bairro predominantemente residencial de Salvador[1] que faz fronteira ao norte com os bairros de Pirajá e Conjunto Pirajá, a Oeste com Plataforma e Lobato, ao Leste com Brasilgás e Campinas de Pirajá e ao Sul com São Caetano. Destaca-se pela diversidade do comércio e pela variedade dos serviços que lá pode-se encontrar.

É um bairro periférico que fica localizado a 10 km do centro de Salvador, pela Rodovia BR 324. Começou a ser povoado por volta da década de 70, tipicamente residencial, porém, dotado de diversos tipos de estabelecimentos de natureza comercial.

Ao longo de sua principal via de acesso - a Avenida Coletora Vicente Celestino - com aproximadamente 2 km de extensão estão espalhados diversos tipos de estabelecimentos, bem como padarias, açougues, bares, clínicas, escolas, farmácias, igrejas, lojas de materiais de construção, lojas de roupas, mercados, oficinas automotivas, posto de saúde, restaurantes, supermercados, e casa de shows.

Subdivisões do Bairro[editar | editar código-fonte]

  • Alto do Cabrito
  • Alto do São Jorge
  • Campinas
  • Fim-de-Linha
  • Largo da Cesta-do-Povo
  • Lígia Maria

O bairro de Marechal Rondon cresceu bastante nos anos 80, quando a Comunidade do Alto da Cebola, após o fim de linha do bairro e o Alto do São Jorge, comunidade colada com o bairro de Campinas de Pirajá, foram incorporadas ao bairro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências