Margarida de Brabante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Margarida de Brabante, Condessa de Flandres.
Margarida de Brabante
Rainha Consorte da Germânia
Reinado 27 de novembro de 130814 de dezembro de 1311
Condessa consorte de Luxemburgo
Reinado 9 de julho de 129214 de dezembro de 1311
 
Cônjuge Henrique VII
Descendência João I da Boêmia
Maria, rainha de França
Beatriz de Luxemburgo, rainha da Hungria
Casa Casa de Reginar
Casa de Luxemburgo
Nascimento 4 de outubro de 1276
Morte 14 de dezembro de 1311 (35 anos)
Gênova, Itália
Sepultamento Campo dei Miracoli, Pisa, Toscana
Pai João I de Brabante
Mãe Margarida de Dampierre

Margarida de Brabante (4 de outubro de 1276 - Gênova, 14 de dezembro de 1311), era filha de João I de Brabante e de Margarida da Flandres. Margarida era esposa de Henrique de Luxemburgo e após a coroação dele em 1308 como Rei da Germânia, ela tornou-se também Rainha da Germânia.[1]

Família[editar | editar código-fonte]

Os avós paternos de Margarida eram Henrique III de Brabante e a sua mulher Adelaide de Borgonha. Os seus avós maternos eram Guido de Dampierre e a sua primeira esposa Matilde de Bethune.[2]

Margarida era irmã de João II de Brabante que sucedeu a seu pai após a morte dele; de Maria of Brabante, esposa de Amadeu V de Saboia e mãe de Ana de Saboia, Imperatriz Bizantina; e de Godofredo, o seu irmão mais velho, que morreu na infância.

A tia paterna de Margarida era Maria de Brabante, Rainha de França, e segunda esposa de Filipe III de França. Maria foi mãe de Luís de Évreux, Branca da Áustria e de Margarida de França.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Margarida casou com Henrique a 9 de julho de 1292, em Tervuren. Este casamento foi realizado para resolver um conflito que exisitia entre o Duque de Brabante e o Ducado de Limburgo. Com o abandono do duque da sua aclamação em Limburgo, ao mesmo tempo que este casamento acontecia.[3] O casamento provou dar resultado. Margarida tornou-se Rainha consorte da Germânia em 1308, enquanto que o esposo se tornava também rei da Germânia.

Henrique e Margarida tiveram a seguinte descendência:

Morte[editar | editar código-fonte]

Margarida resolveu acompanhar o esposo numa campanha a Itália. Acabou por adoecer durante o cerco a Brescia, e faleceu poucos meses depois, a 14 de dezembro de 1311, em Génova, onde foi enterrada na Igreja de San Francesco di Castelletto. Henrique é coroado Sacro Imperador no ano seguinte. Em 1313, o Imperador encarrega o famoso escultor Giovanni Pisano de criar um monumento em memória de Margarida. Henrique falece nesse mesmo ano.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Marguerite de Brabant». 
  2. «Ancestors of Marguerite de Brabant». 
  3. Charles Cawley, Medieval Lands, Brabant
Precedido por
Isabel de Gorizia-Tirol
Rainha Consorte da Germânia
13081311
Sucedido por
Beatriz da Silésia
e Isabel de Aragão