Maria Carmen de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Maria Carmen)
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Maria Carmen de Souza é cenógrafa e figurinista, formada pela Escola de Belas Artes da UFRJ.[1][2]

Recebeu o Prêmio Moliére de Teatro e o Prêmio MEC - Troféu Mambembe, no Rio de Janeiro. Criou mais de 100 cenários e figurinos para teatro e mega-espetáculos de rua.[2][3] Organizou o Departamento de Figurino da TV Educativa, criando durante 20 anos figurinos para a mesma. Traduziu o livro "Espaço – Teatro" do cenógrafo italiano Bepi Pastore, publicado pela Funarte. Em Brasília desde 1991, fundou o NAC - Núcleo de Arte e Cultura, projetou e criou o Teatro Goldoni, além de receber três prêmios SESC do Teatro Candango (Cenografia por Decamerão (2004) e por Vestida de Mar (2011) e o Figurino por Contos de Alcova (2006). Foi jurada do prêmio de Teatro Candango em 2013.[1]

Como cenógrafa, figurinista e diretora de arte de cinema já participou na realização de seis filmes. Na Itália se especializou em arquitetura cênica, participando da revitalização de 33 teatros históricos da região da Úmbria. Foi Coordenadora de Difusão Cultural da FUNARTE em Brasília no período de outubro de 2007 a janeiro de 2009. Atualmente, dirige o Ateliê Cenográfico do Teatro Goldoni e coordena os cursos do ESTEC - Estúdio de Tecnologia Cênica.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b «Mundo Fantástico em parceria com Teatro Goldoni -» 
  2. a b Braziliense, Correio (10 de setembro de 2015). «Brasília oferece cursos e oficinas para quem deseja mergulhar no teatro». Correio Braziliense 
  3. «O amor entre elas». Consultado em 17 de abril de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.