Maria Ceratza (esposa de João Sismanes)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a esposa de João Sismanes da Bulgária (século XIV). Para a esposa de Jorge Terter I da Bulgária (século XIII), veja Maria Ceratza Asenina.
Maria Ciratza da Bulgária
Imperatriz-consorte da Bulgária
Reinado 1371 — década de 1380
Consorte João Sismanes
Antecessor(a) Sara-Teodora
Sucessor(a) Dragana (em Tarnovo)
Ana da Valáquia (em Vidin)
Floruit 1371-138?

Maria Ceratza/Ciritza (em grego: Μαρία Κυράτζα; transl.: Maria Kyratza; em búlgaro: Мара Кераца), conhecida também apenas como Maria, foi uma imperatriz-consorte búlgara, primeira esposa do czar em Tarnovo João Sismanes (r. 1371–1395).

Obituário de Boril[editar | editar código-fonte]

Quase não existem fontes históricas sobre ela. Seu nome é mencionado no "Obituário de Boril" da seguinte forma:

...a Maria Ceratza, a piedosa imperatriz
ao grande imperador João Sismanes, eterna memória.
À senhora Desislava, mãe da piedosa
imperatriz Maria - com o grande imperador João Sismanes, chamada em forma angélica, Débora, eterna memória...
 
Obituário de Boril[1].

A interpretação deste trecho não é certa e é possível que Maria e Maria Ceratza tenham sido duas mulheres diferentes. Sabe-se que João Sismanes teve uma segunda esposa, Dragana, filha do príncipe sérvio Lázaro e da princesa Milica. Lázaro não se casou com ninguém chamado Desislava e, portanto, é possível que o nome da primeira esposa de Sismanes fosse apenas Maria, enquanto Dragana teria sido chamada de Maria Ceratza. Outra possibilidade é que tenha havido algum erro e as duas acabaram com os nomes invertidos no parágrafo[1].

Existe ainda a possibilidade que os nomes sejam de uma única pessoa, a primeira esposa do imperador, mencionada a primeira vez como Maria Ceratza e depois, apenas como Maria. Esta teoria, porém, levanta a questão do motivo de o nome da segunda esposa de João Sismanes ter sido omitido no obituário[1].

Já se sugeriu que Maria Ceratza seria descendente de uma importante família nobre da capital búlgara, Tarnovo[1]. Os nomes das crianças do primeiro casamento de João Sismanes são desconhecidos. Ele teve três filhos, Alexandre, Asen e Fruzhin, mas não se sabe quem era filho de que esposa. É possível que ele tenha tido outros filhos que morreram ainda bebês e que tenham sido mencionados no "Obituário de Boril"[1].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Títulos reais
Precedido por:
Sara-Teodora
Imperatriz-consorte da Bulgária em Tarnovo
1371–138?
com Ana da Valáquia (1371–138?)
Sucedido por:
Dragana
(em Tarnovo)
Sucedido por:
Ana da Valáquia
(em Vidin)

Referências

  1. a b c d e Павлов, Пламен. Търновските царици. В.Т.:ДАР-ТХ, 2006.