Maria Cristina da Saxónia (1770–1851)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria Cristina da Saxónia
Princesa de Montléart
Princesa de Carignano
Reinado 24 de outubro de 1797
a 16 de agosto de 1800
Antecessor(a) Josefina de Lorena
Sucessor(a) Maria Teresa da Áustria
 
Cônjuge Carlos Emanuel, Príncipe de Carignano
Júlio Maximiliano de Montléart, Príncipe de Montléart
Descendência Carlos Alberto da Sardenha
Isabel de Sabóia
Casa Saboia
Wettin
Nome completo
Maria Cristina Albertina Carolina
Nascimento 7 de dezembro de 1770
  Dresden, Saxónia
Morte 24 de novembro de 1851 (80 anos)
  Paris, França
Pai Carlos da Saxónia, Duque da Curlândia
Mãe Franciszka Corvin-Krasińska
Religião Catolicismo

Maria Cristina Albertina Carolina da Saxónia (Dresden, 7 de dezembro de 1770 - Paris, 24 de novembro de 1851) foi uma princesa da Saxónia e duquesa da Curlândia. Foi princesa de Carignano e depois princesa de Montléart por casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Maria Cristina quando criança com seus pais. Pintura por Jan Nepomucen Bizański, de 1856.

Maria Cristina era a única filha do príncipe Carlos Cristiano José da Saxónia, filho do rei Augusto III da Polónia, e da sua esposa morganática, Franciszka Corvin-Krasińska.[1] Os seus pais casaram-se em segredo em Varsóvia em 1760. A sua mãe recebeu o título de princesa devido ao casamento.

Casamentos[editar | editar código-fonte]

A 24 de outubro de 1797, Maria Cristina casou-se em Turim com Carlos Emanuel, Príncipe de Carignano. O casal teve apenas dois filhos antes de Carlos Manuel morrer apenas três anos depois do casamento numa prisão francesa.

A 1 de fevereiro de 1816, Maria Cristina voltou a contrair matrimónio, desta vez com Júlio Maximiliano de Montléart, Príncipe de Montléart. O seu enteado, o príncipe de Montlárt desenvolveu o distrito de Gallitzinberg em Viena e construiu o Schloss Wilhelminenberg aí.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu primeiro casamento:

  1. Carlos Alberto da Sardenha (2 de outubro de 179828 de julho de 1849), rei da Sardenha. Casado com a arquiduquesa Maria Teresa da Áustria; com descendência.
  2. Isabel de Saboia (13 de abril de 180025 de dezembro de 1856), casada com o arquiduque Ricardo José da Áustria; com descendência.

Do seu segundo casamento:

  1. Júlio Maurício de Montléart, marquês de Rumont, príncipe de Montléart casado com Léonie Hoffmann e com Wilhelmine Marie Elisabeth von Arnold
  2. Luísa Batilda de Montléart * 20.01.1809
  3. Berta Maria de Montléart * 1811
  4. Margarida Júlia de Montléart

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 7 de dezembro de 1770 – 24 de outubro de 1797: Sua Alteza Sereníssima Princesa Maria Cristina da Saxónia
  • 24 de outubro de 1797 – 16 de agosto de 1800: Sua Alteza Maria Cristina, Princesa de Carignano
  • 16 de agosto de 1800 – 1 de fevereiro de 1810: Sua Alteza Maria Cristina, Princesa Viúva de Carignano
  • 1 de fevereiro de 1810 – 27 de abril de 1831: Sua Alteza Sereníssima Maria Cristina, Princesa de Montléart
  • 27 de abril de 1831 – 24 de novembro de 1851: Sua Alteza Real Maria Cristina, Princesa de Montléart


Precedido por
Josefina de Lorena
Princesa de Carignano
Coat of arms of Maria Christina of Saxony as Princess of Carignan.png

24 de outubro de 179716 de agosto de 1800
Sucedido por
Maria Teresa da Áustria
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Cristina da Saxónia (1770–1851)

Referências

  1. The Peerage, consultado a 17 de Fevereiro de 2014