Maria João Pinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria João Pinho
Nome completo Maria João Tavares de Pinho
Nascimento
Carregosa, Portugal
Nacionalidade português
Ocupação Atriz
IMDb: (inglês)

Maria João Pinho é uma actriz portuguesa natural de Teamonde, Carregosa (concelho de Oliveira de Azeméis).

Frequentou dois anos do curso de "Animação e Produção Artística" do Instituto Politécnico de Bragança. O curso não a atraiu embora gostasse das disciplinas de Expressão Dramática e de Literatura Dramática. No Teatro de Estudantes de Bragança (TEB) participa no espetáculo "Solstício de Verão" e depois na peça “A Castro”, uma versão do irlandês John Clifford, que foi representada 13 vezes sempre com lotação esgotada. [1]

Em 2003 participou em “A Resistível Ascensão de Arturo Ui”, de Bertolt Brecht, com encenação de Kuniaki Ida. Concluiu o Curso de Interpretação da Academia Contemporânea do Espectáculo, no Porto. Em 2005 entrou em “The Laramie Project”, de Moisés Kaufman, com encenação de Diogo Infante e Marco d’Almeida.

Quando estava a terminar o curso participa num casting da NBP (Plural) que foi à escola à procura de atores. Em 2005 estreia-se com a personagem Tânia da novela “Dei-te Quase Tudo” da TVI. Participa também na curta-metragem “Utensílios do Amor” de Telmo Martins.

Em 2008 participa no filme "A Corte do Norte" de João Botelho. Em 2010 participa no filme "Mistérios de Lisboa" de Raul Ruiz.

Participa nas peças "Morte de Um Caixeiro Viajante" (TEP) e "A Visita" (Teatro Nacional). No TEP participa em "Do alto da Ponte" de Arthur Miller. Por ocasião de Guimarães Capital da Cultura (2012) participa na peça A Morte de "Danton" com enecenação de Jorge Silva Melo. Seguem-se as peças "O Mercador de Veneza" e "Chove em Barcelona".[2]

É nomeada a vários prémios com os filmes "A Vida Invisível" (2013) de Vítor Gonçalves e "Os Maias - Cenas da Vida Romântica" (2014) de João Botelho.

Participa na telenovela Mar Salgado da SIC. Participa também no filme "Montanha" de João Salaviza. Em 2016 entra na série "Terapia" da RTP e no filme Sequem as Lágrimas, Ouçam a Pintura das Palavras de João Botelho.

Experiência profissional[editar | editar código-fonte]

Cinema
Televisão
Curtas-metragens
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]