Maria Josefa da Saxónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a Delfina da França, veja Maria Josefa da Saxônia, Delfina da França.
Disambig grey.svg Nota: Para a arquiduquesa da Áustria, veja Maria Josefa da Saxónia (1867–1944).
Maria Josefa
Princesa da Saxônia
Rainha Consorte da Espanha
Reinado 20 de outubro de 1819
a 18 de maio de 1829
Predecessora Maria Isabel de Portugal
Sucessora Maria Cristina das Duas Sicílias
 
Marido Fernando VII da Espanha
Casa Wettin (por nascimento)
Bourbon (por casamento)
Nome completo
Maria Josefa Amália Beatriz Xavier Vicenta Aloísia Francisca de Paula Francisca de Chantal Ana Apolônia Joana Nepomucena Valburga Teresa Ambrósia
Nascimento 6 de dezembro de 1803
  Dresden, Saxônia, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 18 de maio de 1829 (25 anos)
  Aranjuez, Espanha
Enterro Mosteiro e Sítio do Escorial, San Lorenzo de El Escorial, Espanha
Religião Catolicismo
Pai Maximiliano, Príncipe Hereditário da Saxônia
Mãe Carolina de Parma

Maria Josefa (Dresden, 6 de dezembro de 1803Aranjuez, 18 de maio de 1829) foi a terceira esposa do rei Fernando VII e Rainha Consorte da Espanha de 1819 até sua morte. Era a filha mais nova de Maximiliano, Príncipe Hereditário da Saxônia, e sua esposa Carolina de Parma.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Maria Josefa perdeu a mãe quando tinha apenas alguns meses de idade, por isso o seu pai enviou-a para um convento perto do rio Elba onde ela foi criada por freiras. Assim Maria Josefa recebeu uma educação religiosa rigorosa e foi uma católica fervorosa durante toda a sua vida.

Casamento com Fernando VII[editar | editar código-fonte]

A segunda esposa do rei Fernando VII de Espanha, a Infanta Maria Isabel de Portugal, morreu em 1818 durante um parto difícil e prolongado, devido a uma cesariana mal realizada pelos médicos da corte, que já a julgavam morta (D. Maria Isabel já muito debilitada pelo grande esforço de muitas horas de parto, sofreu um ataque de epilepsia e entrou em coma. Quando acordou cheia de dores por se encontrar retalhada, é que os médicos deram conta que a rainha estava viva, pois na ânsia de salvarem o bebé, lhe tinham retalhado o ventre numa cesariana desastrosa). Tiveram duas filhas, D. Maria Luísa Isabel (1817-1818) e uma filha que morreu neste parto. (REZZUTI, 2015)

Assim o rei começou a procurar por uma nova consorte e Maria Josefa foi escolhida. Casaram-se no dia 20 de outubro de 1819 em Madrid. Apesar de a rainha ser ainda demasiado nova, ingénua e inexperiente, o rei apaixonou-se por ela devido à sua personalidade doce. Além disso ela era mais bonita fisicamente do que as suas duas predecessores, Maria Antónia e Maria Isabel. Apesar de tudo o casamento não gerou filhos. Ela morreu no dia 18 de maio de 1829 em Aranjuez, deixando o seu marido destroçado. Está enterrada na Cripta Real do Mosteiro do Escorial.

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Josefa da Saxónia
Maria Josefa da Saxônia
Casa de Wettin
6 de dezembro de 1803 – 18 de maio de 1829
Precedida por
Maria Isabel de Portugal
Coat of Arms of Maria Josepha of Saxony, Queen Consort of Spain.svg
Rainha Consorte da Espanha
20 de outubro de 1819 – 18 de maio de 1829
Sucedida por
Maria Cristina das Duas Sicílias