Maria Leszczyńska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Maria Leszczynska)
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Leszczyńska
Retrato por Charles-André van Loo, 1748
Rainha Consorte da França e Navarra
Reinado 4 de setembro de 1725
a 24 de junho de 1768
Predecessora Maria Teresa da Espanha
Sucessora Maria Antonieta da Áustria
Marido Luís XV da França
Descendência
Luísa Isabel da França
Henrique Ana da França
Luísa da França
Luís, Delfim da França
Filipe, Duque de Anjou
Maria Adeladei da França
Vitória da França
Sofia Filipa da França
Teresa da França
Luísa Maria da França
Nome completo
Maria Carolina Sofia Felícia Leszczyńska
Casas Leszczyński (por nascimento)
Bourbon (por casamento)
Pai Estanislau I Leszczyński da Polônia
Mãe Catarina Opalińska
Nascimento 23 de junho de 1703
Trzebnica, Polônia
Morte 24 de junho de 1768 (65 anos)
Versalhes, França
Enterro Basílica de Saint-Denis,
Saint-Denis, França
Religião Catolicismo
Assinatura

Maria Carolina Sofia Felícia Leszczyńska (Trzebnica, 23 de junho de 1708Versalhes, 24 de junho de 1768) foi a esposa do rei Luís XV e Rainha Consorte do Reino da França e Navarra de 1725 até sua morte. Era filha do rei Estanislau I Leszczyński da Polônia e sua esposa Catarina Opalińska. Ela foi a consorte francesa de maior reinado na história, sendo muito popular entre o povo por causa de sua piedade e generosidade.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após a queda de seu pai, e a ascensão de Augusto da Saxônia como rei da Polônia, Maria e sua família foram viver na Alemanha, onde sofreram algumas privações. Estanislau empenhou-se em granjear um bom casamento para sua filha, fê-la noiva do duque de Bourbon, regente da França em nome de Luis XV.

Intrigas na corte francesa, encabeçadas pelo próprio duque, e por sua amante, a marquesa de Prie, levaram o jovem rei Luís, então com 15 anos, a desposar Maria, sete anos mais velha. O duque e a marquesa tinham medo de que uma noiva rica, bela e dominadora viesse a tomar influência sobre o rei.

Maria Leszczyńska com o delfim Luís Fernando,por Alexis Simon Belle (1674-1734)

A corte logo comentou sobre a união do rei de França com uma princesa, cujo pai "não fora rei por mais de 4 anos (4 de outubro de 1705 - 8 de agosto de 1709)". Consumado o casamento na primeira noite, durante os dez anos seguintes, a fértil rainha deu à luz dez filhos, embora nem todos tenham sobrevivido. Foram eles:

  • Isabel (1727 – 1759), Madame ou Madame Première (depois Madame Infante)Mais tarde conhecida como Duquesa de Parma. Casou-se com Dom Filipe de Bourbon, Infante de Espanha, mais tarde Duque de Parma.
  • Henriqueta (1727 – 1752), Madame Seconde (depois Madame Henriette e Madame) gêmea da anterior.
  • Maria Luísa (1728-1733), Madame Troisième
  • Luís Fernando (1729 – 1765) Delfim de França. Casou-se com a Infanta Maria Teresa Raffaela de Espanha, e depois com Maria Josefa de Saxônia.
  • Filipe (1730-1733), Duque de Anjou
  • Adelaide (1732 – 1800), Madame Quatrième(depois Madame Troisième, Madame Adélaïde e Madame)
  • Vitória (1733 – 1799), Madame Quatrième (depois Madame Victoire)
  • Sofia (1734 – 1782), Madame Cinquième (depois Madame Sophie)
  • Teresa (1736-1744), Madame Sixième (depois Madame Thérèse)
  • Luísa (1737 – 1787), Madame Septième (depois Madame Louise)Tornou-se freira.

Pouco antes do nascimento de Madame Septième, a rainha teve de suportar a traição do marido com uma dama da corte, a condessa de Mailly. Logo depois o rei começou a se envolver com as irmãs desta, até que uma delas, Madame de Chatêauroux, foi nomeada sua dama de companhia (dame du palais). Iniciou-se então uma série de abandono por parte do marido e constantes humilhações, como ocorreu nas chamadas Cenas de Metz, quando Luís doente foi aconselhado a mandar embora sua amante, a Chatêauroux. Após sua recuperação, a devota Maria, que tanto chorara ao lado da cama do marido, foi despachada de Metz a Versalhes com extrema rudeza. Para distrair-se na ociosa vida na corte, a rainha pintava e jogava muito, contraindo dívidas, pagas por Luís e por seu pai, estabelecido na França como duque de Lorena. Faleceu em Versalhes em 1768, deixando o remorso no coração do rei.


Precedida por:
Maria Teresa da Espanha
Rainha da França
Marie Leczsinska.png

4 de setembro de 172524 de junho de 1768
Sucedida por:
Maria Antonieta da Áustria


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria Leszczyńska