Maria Maya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Maya
Nome completo Maria Antônia Gigliotti de Campos Maya
Nascimento 29 de junho de 1981 (35 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Atriz
Cônjuge Ernani Moraes (2003-2008) [1]
IMDb: (inglês)

Maria Antônia Gigliotti Campos Maya (Rio de Janeiro, 29 de junho de 1981) é uma atriz brasileira.

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

É filha do diretor Wolf Maya e da também atriz e diretora Cininha de Paula, sobrinha-neta do humorista Chico Anysio, neta de Lupe Gigliotti, prima de segundo grau do comediante Nizo Neto e dos atores Marcos Palmeira e Bruno Mazzeo.[2]

Maria começou na telenovela Cara e Coroa em 1995, onde interpretou Nádia.[2] Em seguida fez Kelly Bola um de seus maiores personagens em Salsa e Merengue, em 1996.[2] Após a novela só veio a voltar a fazer novelas em 2003; à época casou-se com o ator Ernani Moraes, 25 anos mais velho do que ela, de quem está separada.[3]

Neste tempo fez três minisséries: Hilda Furacão, A Muralha e O Quinto dos Infernos.[2] Sua volta as novelas foi em Chocolate com Pimenta onde fez a hipocondríaca Lili,[2] secretária do médico Paulo (interpretado por Guilherme Piva). Depois fez sua personagens de maior destaque, Regininha, uma sambista exuberante em Senhora do Destino, de 2004.[2] Em 2006 fez a modelista Sandrinha, em Cobras & Lagartos.[2]

Em 2009, atuou em Caminho das Índias interpretando Inês, uma menina que usava roupas e maquiagens esquisitas e tentava alertar seus pais Melissa e Ramiro, interpretados por Christiane Torloni e Humberto Martins, sobre a doença do irmão, Tarso (Bruno Gagliasso). Também ajudava o avô a descobrir alguns segredos de família,[2] e participou dos filmes Se Eu Fosse Você 2 e Tempos de Paz. No mesmo ano e no ano seguinte atuou em duas peças, Play e A Loba de Ray-ban, na qual interpreta Fernanda Porto, que se apaixona por Júlia Ferraz (Christiane Torloni).[2]

Entre 2011 e 2012, fez parte do elenco da novela Aquele Beijo como a ambiciosa Raíssa.[4] Em 2013 retorna as novelas com Amor à Vida, onde interpreta a boliviana traiçoeira Alejandra.[5][6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1995 Cara e Coroa Nádia
1996 Salsa e Merengue Kelly Bola Co-protagonista
1998 Hilda Furacão Zora
Você Decide ep: "Seria Trágico, Se Não Fosse Cômico"
2000 A Muralha Moatira
2001 Brava Gente Iracema ep: "Os Mistérios do Sexo"
2002 O Quinto dos Infernos Maria Lélia
Sítio do Pica-Pau Amarelo Tonica Ventania Participação especial
2003 Chocolate com Pimenta Liliane Campos Soares (Lili)
2004 Senhora do Destino Regina Ferreira da Silva (Regininha)
2005 Levando a Vida Neidinha Especial de Fim de Ano
2006 Cobras & Lagartos Sandra Miranda Café (Sandrinha) Coadjuvante
2007 Conexão Xuxa Ela mesma Participante da Nova Equipe Amarela
2008 Casos e Acasos Sílvia ep: "O Desejo Escondido"
Toma Lá Dá Cá Mãe Iraci ep: "Na Boca do Sapo"
2009 Caminho das Índias Inês Cadore Coadjuvante
2011 Aquele Beijo Raíssa Barbosa Co-protagonista
2013 Amor à Vida Alejandra Antagonista

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2009 Se Eu Fosse Você 2 Vendedora
2009 Tempos de Paz Enfermeira

Teatro[editar | editar código-fonte]

Título Papel
Do Outro Lado da Tarde de Caio fernando Abreu
Tudo no Escuro de Peter Shaffer
Não Existem Níveis Seguros para o consumo destas Substâncias
PLAY, sobre sexo, mentiras e videotape de Rodrigo Nogueira Cíntia
A Loba de Ray-Ban de Renato Borghi Fernanda Porto
Obituário Ideal de Rodrigo Nogueira
Popcorn de Jô Bilac Roni
Adorável Garoto de Nicky Silver Diretora

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.