Maria Tereza de Queiroz Piacentini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Maria Tereza de Queiroz Piacentini
Nascimento 1951 (70 anos)
Tubarão
Nacionalidade brasileiro
Ocupação professora e escritora
Principais trabalhos Não Tropece na Língua: lições e curiosidades do português brasileiro

Maria Tereza de Queiroz Piacentini (Tubarão, 1951) é uma professora, revisora e escritora brasileira,[1] titular da Cadeira 21 da Academia Catarinense de Letras desde 2018[2], é sua atual vice-presidente.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Normalista pelo Colégio Cristo Rei (Joaçaba/SC) e graduada por Lakewood High School (Colorado/EUA). Licenciada em Letras (Português e Inglês) e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, com dissertação sobre “o uso da internet na ampliação do capital linguístico”[4].

Iniciou sua carreira como professora de inglês. Foi Assistente de Redação da Casa Civil e, em 1979, se tornou a primeira servidora efetiva da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), onde exerceu também o cargo de Diretora de Planejamento por dois anos, conquistado a aposentadoria em 1997. Para lá retornou em 2007 como Consultora de Projetos Especiais, tendo respondido cumulativamente pelo cargo de Presidente da FCC de 6 a 20 de março de 2008.

Como revisora, atuou na Secretaria Extraordinária da Reconstrução e, entre 1989 e 1991, na Assembleia Legislativa do Estado. Foi nesse período que fez a revisão gramatical da Constituição do Estado de Santa Catarina.

Assistente do Gabinete do Vice-Governador de Santa Catarina, 1999-2000.[5]

Coordenadora Geral da Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina (ESMESC) em 2004, onde também ministrou aulas de Português por cinco anos. Lecionou a mesma matéria em várias repartições públicas, na Academia Judicial, na Associação dos Magistrados do Trabalho e no Tribunal de Justiça do Estado de SC.[6]

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Português para Redação Empresarial, Instrução Técnica Programada à Distância. COAD, 1987[7].
  • Língua Brasil: Não Tropece na Língua. Ed. Lucerna, 2003.[8]
  • Só Vírgula: método fácil em vinte lições. EdUFSCar 1996; 4ª ed. 2021.[9]
  • Só Palavras Compostas: manual de consulta e autoaprendizagem. EdUFSCar, 2000; Visual Books, 2010.
  • Não Tropece na Língua: lições e curiosidades do português brasileiro. Ed. Bonijuris, 2012.[10]
  • Língua Brasil: Tira-dúvidas de português para estrangeiros. E-book. Coautor: Ademir Nunes de Camargo. Ed. Bonijuris, 2015.[11]
  • Manual da Boa Escrita: vírgula, crase, palavras compostas. Lexikon, 2014 e 2017.[12]
  • Não Tropece na Revisão: lições de gramática e estilo. Ed. Bonijuris, 2018.[13]
  • Dulce Fernandes de Queiroz: receitas, raízes e recordações. Orgs. Maria Tereza de Queiroz Piacentini e Simone Hering de Queiroz Yunes. Ed. Bonijuris, 2021.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. «A natureza jurídica "sui generis" do membro da EIRELI». DireitoNet. Consultado em 11 de junho de 2021 
  2. «Academia Catarinense de Letras empossa nova diretoria no dia 25 de fevereiro | ND». ndmais.com.br. 21 de fevereiro de 2021. Consultado em 11 de junho de 2021 
  3. «Academia Catarinense de Letras começa a celebrar centenário». ndmais.com.br. 8 de março de 2020. Consultado em 11 de junho de 2021 
  4. Queiroz, Piacentini, Maria Tereza de (2004). «O uso da internet na ampliação do capital linguístico: língua-padrão.com.Brasil». Consultado em 15 de junho de 2021 
  5. Londrina, Folha de. «NÃO TROPECE NA LÍNGUA - Social-democratas Vs. socialdemocratas». Folha de Londrina. Consultado em 11 de junho de 2021 
  6. «Para não mitificar a desmistificação». Folha da Manhã. Consultado em 11 de junho de 2021 
  7. «.: Livro dá dicas de escrita para quem não quer "escorregar" no português». Consultado em 12 de junho de 2021 
  8. Londrina, Folha de. «NÃO TROPECE NA LÍNGUA - Gerundismo e endorréia». Folha de Londrina. Consultado em 12 de junho de 2021 
  9. sandano. «Manual didático sobre uso da vírgula ganha nova edição atualizada e ampliada — Pluricom». Consultado em 12 de junho de 2021 
  10. «Editora Bonijuris doa 5.600 exemplares do livro "Não Tropece na Língua" para bibliotecas de todo o país - Português - Disciplina - Lingua Portuguesa». www.portugues.seed.pr.gov.br. Consultado em 12 de junho de 2021 
  11. Piacentini, Maria Tereza de Queiroz; Camargo, Ademir Nunes de (13 de maio de 2015). Língua Brasil: tira-dúvidas de português para estrangeiros. [S.l.]: Editora Bonijuris Ltda 
  12. Piacentini, Maria Tereza de Queiroz (28 de fevereiro de 2019). Manual da boa escrita: vírgula, crase, palavras compostas (em árabe). [S.l.]: LEXIKON Editora 
  13. jornale (18 de outubro de 2019). «Livro dá dicas de escrita para quem não quer escorregar no português». Jornale. Consultado em 11 de junho de 2021