Maria da Sicília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria da Sicília
Rainha Soberana da Sicília
Duquesa de Atenas e Neopatria
Reinado 27 de julho de 137725 de maio de 1401 (rainha)
13771388 (duquesa)
Consorte Martim, o Jovem
Coroação 1377 em Palermo
Regente Martim, o Jovem
 
Herdeiro Pedro da Sicília
Casa Real Barcelona
Nascimento 2 de julho de 1363>
Catânia, Reino da Sicília
Morte 25 de maio de 1401 (37 anos)
Lentini, Província de Siracusa, Reino da Sicília
Sepultamento Catedral de Catânia, Catânia, Reino da Sicília
Pai Frederico III da Sicília
Mãe Constança de Aragão


Maria de Sicilia (Catânia, 2 de julho de 1363 - Lentini, 25 de maio de 1401), foi Rainha Soberana da Sicília e Duquesa de Atenas e Neopatria. Foi a filha e herdeira de Frederico III da Sicília e de Constança de Aragão. Ao morrer seu pai quando ela era ainda muito jovem, o governo efetivo caiu em uma das famílias de barões que atuaram como "vicários".

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 24 de junho de 1389, Maria se casou Martim, o Jovem, filho do rei Martim I de Aragão e de sua primeira esposa, Maria de Luna. Ele era sobrinho do rei João I de Aragão.

Em 1392, os reis Maria e Martim regressaram à Sicília com uma força militar. Juntos conseguiram vencer a oposição dos barões, reinando ambos conjuntamente até a morte de Maria em 25 de maio de 1401, em razão da peste. Após isso, Martim rechaçou o Tratado de Villeneuve de 1327, firmado pelo último rei Federico III, e governou a Sicília solitariamente.

Após a morte da rainha, no mesmo ano de 1401, Martim ficou noivo de Joana de Navarra, filha de Carlos III de Navarra e de Leonor de Castela, porém ele acabou se casando com a irmã de Joana, a futura rainha Branca I de Navarra, em 21 de maio de 1402.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Maria teve apenas um filho:

  • Pedro da Sicília (17 de novembro de 1398 - 16 de agosto ou 8 de novembro de 1400), Príncipe da Sicília e Infante de Aragão, era o herdeiro aparente de sua mãe. Ele morreu logo após seu segundo aniversário, em um torneio, com uma lança na cabeça. Foi enterrado na

Catedral de Catânia, ao lado de seus avós, Frederico III e Constança de Aragão.


Precedida por:
Frederico III da Sicília
Rainha Soberana da Sicília
Aragon-Sicily Arms.svg
com Martim I da Sicília

27 de julho de 137725 de maio de 1401
Sucedida por:
Martim I da Sicília
Precedida por:
Frederico III da Sicília
Duquesa de Atenas e Neopatria
a partir de 1381 com Pedro IV de Aragão

13771388
Sucedida por:
Nério I Acciaiuoli

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Maria da Sicília


Ícone de esboço Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.