Mariana Caltabiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mariana Caltabiano
Nome completo Mariana Caltabiano
Nascimento 21 de julho de 1972 (50 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação Escritora, diretora e roteirista de desenho animado
Principais trabalhos Zuzubalândia
As Aventuras de Gui & Estopa
Brasil Animado
Página oficial
iguinho.com.br

Mariana Caltabiano (Rio de Janeiro, 21 de julho de 1972) é uma escritora, diretora e roteirista de desenho animado brasileira.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Mariana é neta do imigrante italiano Rosário Caltabiano , que em 1923, fundou a Concessionária Caltabiano.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mariana começou sua carreira como publicitária em 1990. Mariana afirma que entrou para a DM9 de Nizan Guanaes, após tentar vender um carro da marca Nissan vendido pela concessionária de sua família ao publicitário.[1][2] Em 1997, escreveu um livro infantil chamado Jujubalândia que um ano depois se tornou o programa infantil Zuzubalândia para o SBT.

Na Rede Globo criou e escreveu os infantis A Turma da Garrafinha[3] e Flora Encantada para o Angel Mix,[4] e Bigode & Bicudo para a TV Globinho.[5]

A partir de 2000, criou no Ig os sites infantis Iguinho (2000), Zuzubalândia (2000), Super V (2005) e Canal Natureza (2008).

Escreveu os livros infantis A Arca de Ninguém, Tampinha Tira os Óculos, O Mistério da Casa Hope e Se Sujar faz bem, e um livro adulto, Histórias Reais de um Mentiroso.[6]

Mariana também criou o filme e série As Aventuras de Gui & Estopa, tendo como personagens os cachorros do site do Iguinho( (Iguinho passou a ser chamado de Gui) e sendo apresentado no Cartoon Network. Ela mesma fez a voz do personagem Gui. Em 2009 os mesmos personagens foram usados nos filmes educativos Gui & Estopa no Fundo do Mar e Gui & Estopa em Bichos do Brasil.

E no dia 21 de janeiro de 2011 estreou seu primeiro filme 3D chamado Brasil Animado.

Mariana é herdeira do grupo de concessionárias de automóveis Caltabiano. Em julho de 2007 morreram seus dois irmãos (Pedro Augusto e João Francisco) na queda do voo TAM 3054.[7]

Foi entrevistada no programa de televisão infantil da TV Cultura, o "TV Cocoricó" no dia 18 de setembro de 2013, falando sobre seus trabalhos e a origem deles.[8]

Obras[editar | editar código-fonte]

Jujubalândia/Zuzubalândia[editar | editar código-fonte]

A série foi criada em 1997 com o livro Jujubalândia, o livro falava de um reino feito de comida onde a abelhinha Zuzu e seus amigos Brigadeiro, Laricão, Pipoca, Suspiro, Maria Mole, e o Rei Apetite enfrentavam a vilã bruxa Anoréxica. Em 1998 foi lançado uma série de TV de bonecos com os mesmos personagens, porém com o nome alterado para Zuzubalândia em alusão a protagonista: a abelhinha Zuzu. O programa foi exibido no SBT por um ano tendo um total de 120 episódios de 4 minutos cada. O programa acabou no mesmo ano para que a criadora começa-se a se dedicar a sua nova série: A Turma da Garrafinha na Rede Globo. Mas no entanto em 2000 foi criado um site baseado na série contendo vários jogos e animações em flash tendo até mesmo o livro original disponível no site. Com o tempo os personagens foram mudando os os traços originais do livro e programa de TV ganhando traços mais parecidos com os de As Aventuras de Gui & Estopa, outra série criada por Mariana.

Musical: um espetáculo musical derivado da série aconteceu em 2013, primeiramente no Teatro das Artes, no dia 1º de setembro.[9]

Turma da Garrafinha[editar | editar código-fonte]

De 1999 a 2001 fez a série de bonecos A Turma da Garrafinha para a Rede Globo. A série fez sucesso rendendo com 14 pontos em média no ibope tendo vários episódios e ganhando vários produtos comercializados na época de transmissão.

Em 2012 Mariana voltou a usar a personagem para um livro e aproveitando o momento também criou um site próprio pra ela no Iguinho e inclusive um curta animado feito pelos mesmos animadores de "As Aventuras de Gui & Estopa".

Iguinho/Gui e Estopa[editar | editar código-fonte]

Em 2000 foi criado um site infantil chamado Iguinho, que tinha como mascote um filhote de cachorro chamado Iguinho (nome em relacionado ao do site Ig). No começo Iguinho era um simples filhote que tinha como amigo o cachorro Estopa, tinha paixão pela bela cocker Cróquete e era rival do malvado Pitiburro. Com o tempo vários jogos e animações em flash do Iguinho foram lançados e com o tempo Gui e seus amigos passaram a se comportarem mais com crianças humanas do que com filhotes de cachorros. Entre 2004 e 2005 foram lançados 8 curtas de animação que foram nos cinemas do "Grupo Severiano Ribeiro". Em 2008 finalmente foi criado um filme do Iguinho chamado As Aventuras de Gui & Estopa onde Iguinho passa a ser chamado de Gui, este filme logo em seguida se tornou uma série na Cartoon Network em 2009 com novos episódios. No mesmo ano foram feitos mais dois filmes educativos com os mesmos personagens chamados: Gui & Estopa no Fundo do Mar e Gui & Estopa em Bichos do Brasil que também foram exibidos em televisão.

Outras Obras[editar | editar código-fonte]

  • Em 1999, criou a novela infantil de bonecos Flora Encantada em parceria com a apresentadora Angélica para o programa Angel Mix.
  • Entre 2000 e 2001 fez a série de bonecos "Bigode & Bicudo" para o programa infantil TV Globinho.
  • Em 2003, criou junto de Eliana o programa "Fábrica Maluca" e também os personagens Mestre Coco e Lobisval. No mesmo ano o programa ganhou seu próprio site no Iguinho.
  • Em 2005, criou o site infantil educativo "Super V" para o Iguinho. O site ensina as crianças os nutrientes de uma alimentação saudável.
  • Em 2005, lançou o livro Vips: Histórias Reais de um Mentiroso, que em 2011 foi adaptado como filme, estrelado por Wagner Moura. Dirigiu e produziu o documentário Vips: Histórias Reais de um Mentiroso.
  • Em 2008, criou outro site infantil educativo "Canal Natureza" para o Iguinho. O site ensina as crianças sobre a fauna e ecologia.
  • Em 2011, criou o filme Brasil Animado, que ensina muito sobre o Brasil.

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Mariana Caltabiano encontra o sucesso como diretora de filmes infantis». VEJA SÃO PAULO. Consultado em 24 de março de 2022 
  2. a b «Mariana Caltabiano encontra o sucesso como diretora de filmes infantis». VEJA SÃO PAULO. Consultado em 24 de março de 2022 
  3. «BAMBULUÁ - GARRAFINHA». memoriaglobo.globo.com. Consultado em 4 de junho de 2018 
  4. «Flora Encantada». Teledramaturgia 
  5. «Mariana Caltabiano Criações». marianacaltabianoempresa.com.br. Consultado em 4 de junho de 2018 
  6. Cinema, Academia Brasileira de (21 de maio de 2014). «MARIANA CALTABIANO - Academia Brasileira de Cinema | Grande Prêmio do Cinema Brasileiro». Academia Brasileira de Cinema | Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (em inglês) 
  7. "Da minha família, só sobramos nós duas" Terra.
  8. «TV Cocoricó com Mariana Caltabiano - 18/09/13». tvcultura.com.br. Consultado em 4 de junho de 2018 
  9. «Zuzubalândia - Jogos online para crianças: animações, quadrinhos, personagens, livros, cartões infantis e muito mais - Iguinho». iguinho.com.br. Consultado em 4 de junho de 2018 
  10. «"O Problema", novo livro de Mariana Caltabiano, promete encantar adultos e crianças». Glamurama, UOL. 8 de abril de 2018. Consultado em 4 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]