Marie Triepcke Krøyer Alfvén

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Obra de Marie Alfvén
Autorretrato de Marie Krøyer (1889).

Marie Triepcke Krøyer Alfvén (Copenhaga, 11 de Junho de 1867 - Estocolmo, 25 de Maio de 1940) foi uma pintora dinamarquesa.
Nasceu numa família burguesa abastada, e sonhou ser pintora, numa época em que se esperava dela vir a ser uma esposa dedicada à família. Apesar disso, ela conseguiu entrar no mundo da pintura, e veio a casar com o pintor dinamarquês P S Krøyer, 16 anos mais velho do que ela.
O matrimónio entrou numa fase destrutiva, alguns anos mais tarde, tendo o marido sido internado num hospital psiquiátrico. A Marie foi passar uns tempos à Sicília para descansar, tendo nessa altura travado conhecimento com o compositor sueco Hugo Alfvén. Acabaram por casar e foram viver na Suécia.
Porém, o casal não era feliz: A Marie estava deprimida e o Hugo, além de deprimido tinha problemas económicos. Quando ele se apaixonou por uma jovem, 21 anos mais nova, ele quis divorciar-se, ao contrário de Marie que ainda o amava. O matrimónio ficou repleto de ódio e frustração. Finalmente, aos 73 anos, Marie Krøyer morreu de cancro. [1]

Referências

  1. «Marie Krøyer fick betala ett högt pris för kärleken» (em sueco). Hemmets. Consultado em 9 de novembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.