Maringá Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por Grêmio Maringá, veja Grêmio de Esportes Maringá.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Maringá
MaringáFC2019.png
Nome Maringá Futebol Clube
Alcunhas Maringá
MFC
Tricolor
Mascote Cachorro e Dogão
Principal rival Grêmio Maringá
Fundação 27 de novembro de 2010 (8 anos)
Estádio Willie Davids
Capacidade 21.600 pessoas
Localização Maringá (PR), Brasil
Presidente João Batista Regini
Treinador Jorge Martínez
Material (d)esportivo Karilu
Competição Paranaense - Série B
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Maringá Futebol Clube [1] é um clube de futebol brasileiro sediado em Maringá, no estado do Paraná.

Disputa a Primeira Divisão do Paranaense e manda suas partidas no Estádio Willie Davids, em Maringá, com capacidade para 21.600 espectadores.

História[editar | editar código-fonte]

O Maringá Futebol Clube (MFC) foi fundado em 2010 com o objetivo de tornar-se o clube do povo maringaense, resgatando a tradição do futebol local pelas mãos de maringaenses natos. Depois de muito tempo, Maringá passaria a ter um clube de futebol movido pela paixão e, não, pela busca de enriquecimento.[2]

No mesmo ano de criação já veio o primeiro título, a conquista do Paranaense 3ª divisão.

Na campanha daquele ano o time terminou a primeira fase na primeira colocação de seu grupo, sem nenhuma derrota e se classificou para a segunda fase. Nesta segunda fase terminou na primeira colocação vencendo na final o Agex/Iguaçu, time de União da Vitória, e automaticamente garantiu o acesso para a Segunda Divisão do Campeonato Paranaense de 2011, sendo campeão.

Na Final disputada contra o Agex/Iguaçu, venceu o jogo de ida, no Estádio Willie Davids, em (Maringá), por 2 a 1, e empatou o jogo de volta, realizado no Estádio Municipal Antiocho Pereira em (União da Vitória), em 0 a 0, obtendo o título de campeão do Campeonato Paranaense da Terceira Divisão de 2010.

Em 2011, após um início titubeante, reencontrou-se na competição e chegou até as semifinais. Na ocasião, enfrentou o Toledo, vencendo a partida de ida por 2 x 0 e sendo derrotado na segunda partida por 2 x 1. Por um gol apenas, o Metropolitano deixou de conquistar o acesso à Primeira Divisão já em seu segundo ano de vida. Embora tenha deixado escapar seu objetivo principal, teve uma participação honrosa, tendo sido o único clube a derrotar os dois que conquistaram o acesso, Londrina Esporte ClubeLondrina e Toledo Esporte Clube.[2]

Após anos de demonstração de muito bom futebol, em 2012 porém, o clube viveu um ano complicado.

Mas no ano seguinte pela Segunda Divisão de 2013, o Maringá conseguiu o acesso e o título fazendo jus à força de sua cidade e à tradição do seu futebol.

No ano de 2014, em sua primeira participação na Primeira Divisão do Campeonato Paranaense de Futebol já alcançou a final.

A final foi realizada contra o Londrina Esporte Clube revivendo o Clássico do Café.

Na primeira partida em Londrina empate em 2 x 2, no jogo de volta em Maringá 1 x 1 no tempo normal e derrota nos pênaltis por 4x3.

Hino[editar | editar código-fonte]

O hino do clube, de autoria do próprio presidente da equipe, foi composto em 2013. Originalmente trazia o nome do antigo time (Metropolitano), mas foi modificado para que o time fosse chamado Maringá.

Nomes[editar | editar código-fonte]

Ao longo de sua curta história o Maringá Futebol Clube, já teve várias mudanças de nome. Quando nasceu em 2010, através do projeto social que mantinha no Jardim Alvorada, se chamava Sociedade Esportiva Alvorada Club.

Posteriormente, passou a denominar-se Grêmio Metropolitano Maringá, porém em virtude da semelhança, com o outro clube da cidade o Grêmio Maringá, mudou para Metropolitano Maringá. Em 2 de setembro de 2013, adotou a atual nomenclatura, a fim de aumentar a identificação do clube com a Cidade Canção.

Evolução dos escudos[editar | editar código-fonte]

Desde sua fundação, em 2010, o Maringá FC passou por uma série de mudanças, incluindo seus nomes. Abaixo, a relação dos escudos que a equipe já fez uso:

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

A equipe tem uma das mais fortes categorias de base da cidade canção com um projeto social que não permite que os atletas paguem alguma mensalidade como a maioria das outras categorias de base da cidade fazem. A equipe conta com as equipes Sub-20, Sub-17, Sub-15, Sub-13 e Sub-11.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Paraná Taça FPF 2 2015 e 2017 
Paraná Campeonato Paranaense - Segunda Divisão 2 2013 e 2017
Paraná Campeonato Paranaense - Terceira Divisão 1 2010

Campanhas de Destaque[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Paraná Paranaense (Série Ouro) 5 Vice-campeão (2014) 2014 2019 2
Paranaense (Série Prata) 5 Campeão (2013 e 2017) 2011 2020 2
Paranaense (Série Bronze) 1 Campeão (2010) 2010 2010 1
Brasil Série D 4 25º colocado (2014) 2014 2019
Copa do Brasil 1 2ª fase (2015) 2015 2015

Últimas Temporadas[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil Paraná Paraná
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Campeonato Paranaense Taça FPF
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Div. Pos. Posição Final
2010 D Não classificado Bronze
2011 D Não classificado Prata
2012 D Não classificado Prata
2013 D Não classificado Prata
2014 D 25º 11 8 3 2 3 11 8 Ouro
2015 D Não classificado 2F Ouro
2016 D 40º 8 6 2 2 2 8 10 Ouro 12º
2017 D Não classificado Prata
2018 D 31º 10 8 2 4 2 8 10 Ouro
2019 D 39º 8 6 2 2 2 4 5 Ouro 11º

Legenda:

     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal.
     Campeão do Interior
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior
     Promovido à divisão superior.

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série D de 2019.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Série D 4 37 28 9 10 9 31 33

Torcidas organizadas[editar | editar código-fonte]

A Fúria Alvinegra (FAN) é a torcida organizada do Maringá Futebol Clube. A Fúria foi fundada em Novembro de 2006 por torcedores do então time da cidade, o Galo Maringá. Com a dissolução deste, em 2009, esta torcida passou a apoiar o então Metropolitano Maringá, que passou a ser o Maringá FC em 2014.[3]

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

O Maringá tem atualmente dois grandes rivais. São eles:

1 - O Grêmio Maringá, com o qual faz o Clássico da Amizade de Maringá ou Derby Maringaense;

2 - O Londrina, que faz o clássico que os torcedores chamam de Londringá.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Durante seus primeiros anos como profissional, o time utilizou-se da Zebra como seu mascote, em alusão ao seu antigo presidente, um vereador de Maringá conhecido por "Zebrão". Este mascote se manteve até o fim do ano de 2018, quando houve um rompimento com a antiga presidência. Assim, a nova diretoria considerou melhor trocar a identidade do mascote por um Cachorro, fazendo alusão a um dos principais expoentes da cultura maringaense, o lanche prensado conhecido na cidade por "Cachorrão". Assim, a partir da temporada 2019, um cachorro fará a a animação da torcida maringaense, e a RPC TV (afiliada da Rede Globo no Paraná), abriu uma votação para a escolha do nome do animal.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 30 de Abril de 2017.[4]


Goleiros
N.º Jogador
1 Brasil Victor Golas
12 Brasil Andre Ferlini
Defensores
N.º Jogador Pos.
3 Brasil Alex Fraga Z
4 Brasil Marcelo Xavier Z
13 Brasil Leonardo Sheldon Z
14 Brasil Willian Z
27 Brasil Matheus Rodrigues Z
2 Brasil Duda LD
15 Brasil Alef LD
6 Brasil Junior Prego LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
52 Brasil Hildo V
37 Brasil Elielton V
20 Brasil Romeu V
5 Brasil Nem V
8 Brasil Renan Paulino M
21 Brasil Jean Neves M
18 Brasil Geovane M
10 Brasil Zé Mario M
19 Brasil Dandan M
Atacantes
N.º Jogador
9 Brasil Tiago Orobó
19 Brasil Neilson
7 Brasil Everton
20 Brasil Matheus Paraná
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado

Comissão técnica[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 11 de janeiro de 2019.
Comissão Técnica
Nome Função
URUGUAI Jorge Martínez Treinador
Brasil Genilson França Auxiliar Técnico
Brasil Hamilton Preparador físico
Brasil Anderson Rodrigues Preparador de goleiros
Brasil Thuan Oliveira Fisiologista
Brasil Wagner Alves Massoterapeuta
Brasil João Bulhak Salça Comunicação
Brasil Rodrigo Araújo Dir. Comunicação
Brasil Ely Lima Mordomo
Diretoria
Nome Função
Brasil João Regini Presidente
Brasil Gustavo Pozzobon Vice-Presidente
Brasil João Vitor Mazzer Dir.Financ./Comercial
Brasil Paulo Regini Diretor de Futebol
Brasil João Bulhak Salça Comunicação
Brasil Rodrigo Araújo Dir. Comunicação

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado em dezembro de 2014

  • Posição: 101º
  • Pontuação: 608 pontos[5]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Futebol: Metropolitano Maringá tem novo nome». catve.tv. 2 de setembro de 2013. Consultado em 2 de setembro de 2013 
  2. a b «Título ainda não informado (favor adicionar)». www.maringafc.com. Consultado em 1 de março de 2014. Arquivado do original em 6 de março de 2014 
  3. «Fúria agredida em Curitiba». RBS. O Diário.com. 22 de fevereiro de 2007. Consultado em 27 de abril de 2014. Arquivado do original em 24 de setembro de 2015 
  4. «Elenco atual de Futebol». Site oficial do Maringá. Consultado em 30 de abril de 2017 [ligação inativa]
  5. RNC - RANKING NACIONAL DOS CLUBES 2017 Confederação Brasileira de Futebol - acessado em 30 de abril de 2017.
  6. Grêmio lidera o Ranking Nacional de Clubes 2017 CBF

Ligações externas[editar | editar código-fonte]