Mario Sergio Conti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mario Sergio Conti
Nascimento 1954
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista

Mario Sergio Conti (São Paulo, 1954) é um jornalista e apresentador de televisão. Foi editor de Veja, Jornal do Brasil e de Piauí. Escreveu o livro Notícias do Planalto, a Imprensa e Fernando Collor.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi correspondente da Rádio Bandeirantes em Paris. Apresentou o programa Roda Viva, da TV Cultura, de 2011 a 2013, quando foi demitido. Segundo o jornalista Elio Gaspari, a demissão de Conti teve como causa um reconvite feito por ele ao ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso para o programa. Segundo Gaspari, Conti descumpriu uma determinação da emissora para cancelar a entrevista com FHC, para que não ficasse a impressão de uma tendência de apoio político ao PSDB. No entanto, a versão da TV Cultura, que tinha um déficit de R$ 43 milhões na época, foi que a demissão foi motivada pelo alto salário do jornalista - o mais alto em comparação ao dos demais apresentadores.[1][2]

Conti é colunista do jornal Folha de S.Paulo' e apresenta o programa Diálogos, na GloboNews.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.