Marisa Formolo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Marisa Formolo (1947) é uma política gaúcha e faz parte do Partido dos Trabalhadores. Atualmente, exerce o segundo mandado de deputada estadual do Rio Grande do Sul, e foi eleita em 2010 com 43.860 votos.

Formolo também foi vice-prefeita na primeiro gestão de Pepe Vargas Caxias do Sul. Também atuou como Secretária de Educação, Segurança Alimentar e foi diretora-presidente da Companhia de desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca).

No legislativo gaúcho, se destacou pela atuação na CPI dos Pedágios e na Frente Parlamentar contra a Prorrogação dos Contratos de Pedágios. Também tem forte inserção no setor da Educação, trabalhando pelo ensino profissionalizante. A agroecologia e a agricultura familiar são outras bandeiras que defende no parlamento do Rio Grande do Sul.

No mês de janeiro de 2015 a deputada envolveu-se no Escândalo das Medalhas após ter concedido honrarias a vários de seus familiares em nome de um "agradecimento à família", segundo a mesma declarou.[1]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.