Mark Dismore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mark Dismore
Informações pessoais
Nome completo Mark Dismore
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americano
Nascimento 12 de outubro de 1956 (60 anos)
Registros na IndyCar Series
Temporadas 1996-2002
Equipes 4 (Menard, PDM, Kelley e Sam Schmidt)
Corridas 58
Títulos 0(3° em 1999)
Vitórias 1
Podios 4
Pontos 1.074
Pole positions 4
Primeira corrida Estados Unidos Indy 500, 1996
Última corrida Estados Unidos GP de Michigan, 2002
Registros na Champ Car
Temporadas 1989, 1991-1992
Equipes 2 (Mann Motorsports e Arciero Racing)
Corridas 6 (3 largadas)
Títulos 0 (39° em 1991)
Vitórias 0
Pódios 0
Pontos 0
Pole positions 0
Primeira corrida Estados Unidos GP de Mid-Ohio, 1989
Última corrida Estados Unidos Indy 500, 1992
(não-classificado)

Mark Dismore (Greenfield, 12 de outubro de 1956) é um ex-automobilista dos Estados Unidos, conhecido por sua passagem pela IRL (atual IndyCar Series) entre 1996 e 2002.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Campeão da Fórmula Pacific em 1990, Dismore alcançaria destaque nas 24 Horas de Daytona de 1993, quando em parceria com Dan Gurney, venceria a prova de longa duração. Pela então unificada CART, disputou seis provas (largaria em três); uma em 1989, quatro em 1991 (não se classificou para a Indy 500 devido a um grave acidente) e as 500 Milhas de Indianápolis de 1992, onde não se classificou.

Entre 1992 e 1995, competiu na Fórmula Toyota Atlantic, mas seu desempenho não foi suficiente para promover seu retorno à CART em 1996.

IRL[editar | editar código-fonte]

Ainda em 1996, Dismore disputou a primeira de suas 58 provas na IRL - novamente as 500 Milhas de Indianápolis, sendo que esta foi a primeira participação dele na corrida, onde terminou em décimo-nono lugar, pilotando pela Menard.

Na temporada seguinte, foram mais duas provas pela mesma escuderia até ele se mudar para a Kelley Racing, onde ficaria até 2001 e conseguiria seus quatro pódios, quatro voltas mais rápidas e sua única vitória na categoria, no GP do Texas de 2001, quando Dismore já tinha 44 anos.

Em 2002, assinou com a Sam Schmidt, somente para correr a Indy 500. A partir da etapa de Pikes Peak, confirmou seu retorno à Menard para as últimas provas da temporada. Após terminar o GP de Michigan em décimo-nono lugar, Dismore anunciou sua aposentadoria.

Auto Racing Chequered.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.