Mark Henry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mark Henry
Mark Henry WWE Axxess 2014.jpg
Henry em abril de 2014.
Informações pessoais
Nome completo Mark Jerrold Henry
Nascimento 12 de junho de 1971 (45 anos)[1]
Silsbee, Texas[1]
Residência Nova Iorque, Nova Iorque[2]
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Mark Henry
Altura
anunciada
1 93 m[3]
Peso
anunciado
399 lb (180 kg)[3]
Treinado
por
Stu Hart[1]
Bret Hart[1]
Estreia 22 de setembro de 1996

Mark Jerrold Henry[4](Silsbee, 12 de junho de 1971)[1] é um lutador de wrestling profissional estadunidense que atualmente trabalha para a WWE no programa Raw. Além do wrestling, Henry participou dos Jogos Olímpicos de Verão de 1996,[3] e venceu o Arnold Strongman Classic de 2002.[5] Desde sua entrada na WWF/E em 1996, Henry ganhou uma vez o European Championship, e foi duas vezes campeão mundial, ganhando uma vez o ECW Championship e uma vez o World Heavyweight Championship.[6]

Carreira no levantamento de peso[editar | editar código-fonte]

No colégio, Henry foi três vezes campeão de agachamento em 832 lb (377 kg) e em outras categorias.[7] Terry Todd, um professor, persuadiu Henry a treinar levantamento de peso olímpico.[7] Henry quebrou quatro recordes nacionais juniores após oito meses.[8] Em abril de 1991, ele ficou em quarto lugar na United States Nationals, e sexto no World Junior Weightlifting Championships dois meses depois.[8] Em seu primeiro ano de competição profissional, Henry quebrou os três recordes juniores (abaixo de 20 anos) americanos duas vezes.[9] Henry passou a ser chamado "World's Strongest Man" ("Homem Mais Forte do Mundo") após se qualificar para os Jogos Olímpicos de Verão de 1992, ficando em décimo lugar na competição.[5][9] Nas Olimpíadas de 1992, Henry passou a treinar com o medalista Dragomir Cioroslan.[9] Nos Jogos Panamericanos de 1995, Henry ganhou uma medalha de ouro, uma de prata e uma de bronze, e, um ano depois, se tornou o campeão da América do Norte, Central e Caribe.[5] Ele também participou dos Jogos de Verão de 1996, sendo capitão de seu time, mas se lesionou e terminou em décimo quarto lugar.[5]

Carreira no wrestling profissional[editar | editar código-fonte]

World Wrestling Federation / Entertainment (1996—presente)[editar | editar código-fonte]

Início (1996—1997)[editar | editar código-fonte]

Henry fez sua primeira aparição na World Wrestling Federation (WWF) em 11 de março de 1996, no Monday Night Raw, onde atacou Jerry Lawler, que estava o ridicularizando durante uma entrevista. Após Henry competir nas Olimpíadas de Verão de 1996, a WWF o contratou por 10 anos.[5] Treinado por Leo Burke, sua primeira rivalidade na WWF foi com Lawler. No SummerSlam, em agosto de 1996, Henry ajudou Jake Roberts, que estava sendo humilhado por Lawler. Sua primeira luta aconteceu no In Your House: Mind Games em 22 de setembro de 1996, derrotando Lawler.[5][10] No Raw de 4 de novembro, Henry acompanhou Barry Windham em uma luta contra Goldust. Ele deveria se aliar a Windham, Marc Mero e Rocky Maivia contra Lawler, Goldust, Hunter Hearst Helmsley e Crush no Survivor Series, mas se lesionou e foi substituído por Lawler. No Superstars de 17 de novembro, Henry derrotou Hunter Hearst Helmsley, Crush e Goldust. Ele ficou fora dos ringues até novembro de 1997, retornando à televisão no mês seguinte.[11] No fim do ano, ele derrotou Steve Lombardi e The Sultan.

Nation of Domination e Sexual Chocolate (1998—2000)[editar | editar código-fonte]

Henry se uniu ao grupo Nation of Domination com Farooq, The Rock, Kama Mustafa e D'Lo Brown oem 12 de janeiro de 1998, se tornando um vilão.[5] Após The Rock se tornar o líder do grupo, Henry passou a seguir Rock. Ele competou no WrestleMania XIV em uma Battle Royal de duplas com Brown como seu parceiro, mas eles foram derrotados.[12] Após o fim da Nation, ele começou uma curta rivalidade com The Rock, o derrotando no Judgment Day: In Your House com a ajuda de Brown, mais tarde tendo Ivory como valet.[5][13] Durante o ano seguinte, Henry deu a si mesmo o apelido de "Sexual Chocolate", tendo segmentos controversos com Chyna e um travesti.[5] Durante uma luta no SummerSlam, entre Brown e Jeff Jarrett pelo WWF Intercontinental e WWF European Championships (ambos de Brown), Henry traiu Brown e ajudou Jarrett a ganhar os títulos.[14] Na noite seguinte, Jarrett deu o European Championship para Henry como pagamento pela ajuda.[15] Henry perdeu o título para Brown no Unforgiven.[16]

Após isso, Henry se tornou um mocinho, criando romances com as mulheres da WWF, de Chyna à Mae Young como parte do personagem "Sexual Chocolate" ("Chocolate Sexual").[5] Ele começou uma rivalidade com Viscera, que havia atacado Mae Young, grávida de Henry.[17][18] Young acabaria dando a luz a uma mão. Henry também participou de diversos segmentos embaraçosos, tendo, por exemplo, ter que admitir ser um viciado em sexo.[5]

Em 2000, Henry foi mandado para a Ohio Valley Wrestling (OVW) para melhorar seu condicionamento físico. Na OVW, Henry se aliou a Nick Dinsmore em um torneio pelo OVW Southern Tag Team Championship na metade de 2001.[5] No mesmo ano, ele ganhou a competição Arnold Classic em Columbus, Ohio.[5][19]

Mudança de divisões (2002—2004)[editar | editar código-fonte]

Henry retornou a WWF no mês seguinte, sendo mandado para o programa SmackDown!, onde passou a praticar testes de força enquanto outros lutadores faziam apostas.[1] Durante esse tempo, ele competiu contra lutadores como Chris Jericho e Christian.[5] Após ser usado esporadicamente na WWE (antiga WWF) durante 2002, ele passou a treinar levantamento de peso e lesionou o joelho, sendo mandado para a OVW para ser treinado.[1][5]

Em agosto de 2003, Henry retornou à WWE como parte do plantel do Raw, como membro do "Thuggin' And Buggin' Enterprises," um grupo afroamericano liderado por Theodore Long.[5] Durante esse tempo, Henry teve uma rivalidade com o Campeão Mundial dos Pesos-Pesados Goldberg quando o ex-campeão Triple H decidiu que queria Goldberg derrotado.[1] Ele teve também uma curta rivalidade com Shawn Michaels, antes de começar uma com Booker T.[20][21][22] Após derrotar Booker T duas vezes, uma das lutas sendo uma Street Fight e a outra uma luta de trios, ele foi derrotado por Booker no Armageddon em dezembro de 2003.[23][24][25] Em fevereiro de 2004, Henry lesionou seu quadríceps na OVW, deixando a WWE por um ano para se tratar.[1][5] Henry passou a ser utilizado como uma figura de relações públicas até 2005.[5]

Rivalidade com Batista e Undertaker; "caminho da destruição" (2005—2006)[editar | editar código-fonte]

Henry em 2006.

Durante o SmackDown! de 30 de dezembro, Henry retornou, interferindo em uma luta pelo WWE Tag Team Championship, se aliando a MNM (Joey Mercury, Johnny Nitro e Melina), os ajudando a derrotar Rey Mysterio e Batista pelo título.[26] No SmackDown! da semana seguinte, Henry confrontou o Campeão Mundial dos Pesos-Pesados, Batista, interferindo em uma luta Steel Cage entre MNM e Batista e Mysterio, novamente ajudando MNM.[27] Em um evento não televisionado, Henry lesionou Batista durante uma luta, o forçando a deixar o título vago. Henry participou de uma Battle Royal pelo título no SmackDown! de 10 de janeiro de 2006, mas a luta foi vencida por Kurt Angle.[28][29]

Uma semana depois, Henry recebeu ajuda de Daivari, que traiu Angle e se tornou manager de Henry.[30] Com Daivari, Henry enfrentaria Kurt Angle pelo World Heavyweight Championship no Royal Rumble, sendo derrotado após Angle atacá-lo com uma cadeira[31]

No SmackDown! de 10 de março, Henry foi desafiado por The Undertaker a enfrentá-lo em uma Casket match no WrestleMania 22.[32] No evento, Henry foi derrotado.[33] No SmackDown! de 7 de abril, Henry enfrentou Undertaker novamente. No entanto, Daivari anunciou seu novo cliente, The Great Khali, durante a luta, fazendo Khali atacar Undertaker.[34]

Henry enfrentando The Undertaker

Durante abril e maio, Henry derrotou o Campeão Mundial dos Pesos-Pesados Rey Mysterio em uma luta na qual o título não estava sendo disputado.[35] Henry participaria do torneio King of the Ring, tendo sido derrotado por Bobby Lashley na primeira rodada.[36] Ele voltou a atacar Angle durante uma luta contra Mysterio, marcando uma luta entre ele e Angle no Judgment Day.[37] No Judgment Day, Henry derrotou Angle por contagem.[38] Após a luta, Angle atacou Henry.[38]

Henry passou a ser referido como "caminho da destruição" ("path of destruction", em inglês), tendo lesionado diversos lutadores, como Chris Benoit e Paul Burchill, tendo também atacado Rey Mysterio e Chavo Guerrero.[39][40][41] Ele começou uma rivalidade com o recuperado Batista, tendo que enfrentá-lo no The Great American Bash em 2006.[42] Semanas antes, no Saturday Night's Main Event, Henry participou de uma luta com King Booker e Finlay contra Batista, Rey Mysterio e Bobby Lashley.[43] Durante a luta, Henry se lesionou, cancelando a luta contra Batista.[44]

Retorno da lesão e várias rivalidades (2007—2008)[editar | editar código-fonte]

Henry enfrentando John Cena.

Henry retornou no SmackDown! de 11 de maio de 2007, após semanas de exibição de vídeos promocionais sobre sua volta.[45] Ele atacou The Undertaker após uma luta Steel Cage pelo World Heavyweight Championship contra Batista, permitindo que Edge usasse seu contrato de Money in the Bank.[46] Henry começou uma curta rivalidade com Kane, o derrotando no One Night Stand.[47] Logo depois, Henry começou a desafiar qualquer um a enfrentá-lo, nunca recebendo resposta. Nas semanas seguintes, ele derrotou diversos lutadores locais.[48][49] Em 3 de agosto, Henry afirmou que ninguém queria enfrentá-lo pelo que ele havia feito a The Undertaker.[50] The Undertaker respondeu nas semanas seguintes ao brincar com a mente de Henry.[51][52] Henry finalmente enfrentou The Undertaker no Unforgiven em setembro, sendo derrotado.[53] Duas semanas depois, Henry foi novamente derrotado por Undertaker.[54]

Após ficar ausênte por algumas semanas, Henry retornou na ECW de 28 de outubro, atacando Kane, com The Great Khali e Big Daddy V.[55] Henry formou uma dupla com Big Daddy V contra Kane e CM Punk, tendo Matt Striker como manager.[1] No Armageddon, Henry e Big Daddy V derrotaram Kane e Punk.[56] Antes do WrestleMania XXIV, Henry participou de uma battle royal para escolher o desafiante pelo ECW Championship, mas não venceu.[57]

Campeão da ECW (2008—2009)[editar | editar código-fonte]

Henry antes de uma luta de duplas com MVP.

Durante o Draft Suplementar de 2008, Henry foi transferido para a ECW.[58] No Night of Champions, Henry derrotou Kane e Big Show para ganhar o ECW Championship em sua estreia como lutador da ECW.[59] Ao conquistar o título, Henry o fez exclusivo da ECW novamente.[6] Algumas semanas depois, o membro do Hall da Fama Tony Atlas passou a acompanhar Henry ao ringue durante suas lutas. Um mês depois de ter Henry ter ganho o título, o design do mesmo foi mudado, em uma versão totalmente prateada.[60] Henry perderia o título no Unforgiven, em uma Championship Scramble para Matt Hardy.[61]

Henry tentou reconquistar o título sem sucesso durante o final de 2008, incluindo uma luta contra Hardy no No Mercy.[62] Henry e Atlas começaram, então, uma rivalidade com Finlay e Hornswoggle, com Henry perdendo um Belfast Brawl para Finlay no Armageddon.[63][64] No começo de 2009, Henry se qualificou para a luta Money in the Bank no WrestleMania XXV.[65][66][67] No entanto, CM Punk ganhou o combate no WrestleMania.[68] Em maio, Henry começou uma rivalidade com Evan Bourne após sofrer uma derrota.[69]

Mocinho e várias duplas (2009—2011)[editar | editar código-fonte]

Em 29 de junho, Henry foi transferido para o Raw, estreando em uma luta 3-contra-1 contra Randy Orton. Diferente de um dos outros oponentes de Orton, Jack Swagger, Henry decidiu enfrentar Orton, o derrotando e se tornando, assim, um mocinho.[70] Em agosto de 2009, Henry formou uma dupla com Montel Vontavious Porter, desafiando os Campeões Unificados de Duplas Jerishow (Chris Jericho e The Big Show) pelo título no Breaking Point, sendo derrotados.[71][72] No Raw de 15 de fevereiro de 2010, eles derrotaram Big Show e The Miz, os Campeões de Duplas, em uma luta na qual os títulos não estavam sendo disputados.[73] Eles enfrentaram Miz e Show na semana seguinte pelo título, mas foram derrotados.[74] No Extreme Rules, Henry e MVP participaram de uma luta vencida pela The Hart Dynasty (Tyson Kidd e David Hart Smith), que se tornou desafiante pelo título.[75]

Henry em dezembro de 2010.

Henry se tornou o WWE Pro (mentor) de Lucky Cannon na segunda temporada do WWE NXT.[76][77] Cannon foi eliminado em 10 de agosto.[78] Em setembro, Henry formou uma dupla com Evan Bourne, no Night of Champions, onde foram derrotados por Cody Rhodes e Drew McIntyre em uma luta pelo WWE Tag Team Championship.[79] A dupla terminou em outubro, quando Bourne se lesionou. Henry formou uma dupla com Yoshi Tatsu no Raw de 29 de novembro, derrotando Justin Gabriel e Heath Slater após interferência de John Cena.[80] Na semana seguinte, eles participaram de uma luta pelo título também envolvendo The Usos e Santino Marella e Vladimir Kozlov. Henry e Tatsu foram os primeiros eliminados da luta.[81]

Campeão Mundial dos Pesos-Pesados e Hall of Pain (2011—2013)[editar | editar código-fonte]

Mark Henry como World Heavyweight Champion.

No Raw de 25 de abril de 2011, Henry foi transferido de volta para o SmackDown durante o Draft de 2011. Na última luta da noite, Henry atacou seus parceiros John Cena e Christian, se tornando novamente um vilão.[82] No SmackDown de 27 de maio, Henry participou de uma luta também envolvendo Sheamus e Christian para escolher o desafiante pelo World Heavyweight Championship, que foi vencida por Sheamus. Henry começou uma rivalidade com Big Show, o atacando durante lutas e nos bastidores. Show distraiu Henry durante uma luta contra Randy Orton no SmackDown de 1 de julho, lhe custando, também, uma chance pelo título. Após a luta, Henry destruiu equipamento da produção. No Money in the Bank, Henry derrotou Big Show. Após o combate, Henry usou uma cadeira de aço para lesionar o tornozelo de Show. No SmackDown seguinte, Henry faria o mesmo a Kane.[83]

Henry derrotou um lutador local no SmackDown de 29 de julho, sendo informado por Theodore Long que ninguém mais queria enfrentá-lo. Sheamus interrompeu, avisando que não temia Henry e o estapeando. No SummerSlam, Henry derrotou Sheamus por contagem.[84]

No SmackDown de 19 de agosto, Henry ganhou uma Battle Royal de 20 lutadores para se tornar o desafiante pelo World Heavyweight Championship de Orton no Night of Champions,[85] e nas semanas seguintes, Henry atacaria Orton.[86][87][88][89] No Night of Champions, Henry derrotou Randy Orton para se tornar Campeão Mundial dos Pesos-Pesados.[90] No Raw de 26 de setembro, Henry deveria enfrentar The Great Khali, mas o atacou antes da luta. Henry e Khali se enfrentariam no SmackDown da mesma semana, com Henry vencendo e lesionando o tornozelo de Khali tal como fizera com Kane e Big Show.[91] Henry defendeu o título contra Orton no Hell in a Cell em uma luta Hell in a Cell.[92]

Quando Big Show retornou ao SmackDown, Henry afirmou que não o enfrentaria pelo título. Show o atacou, ameaçando lesionar seu tornozelo até ser parado por Theodore Long, que decidiu fazer de Show o desafiante. No Vengeance, Henry aplicou um superplex em Show, o que fez com que o ringue se quebrasse, encerrando a luta.[93] Henry começaria, então, uma rivalidade com Daniel Bryan, o enfrentando e o atacando nos bastidores.[94][95] No Survivor Series, Henry usou um golpe baixo contra Big Show, causando uma desqualificação e mantendo o título. Show, então, usou uma cadeira para lesionar o tornozelo de Henry. No SmackDown seguinte, Show nocautearia o já lesionado Henry. Bryan, então, usou seu contrato de Money in the Bank, derrotando um semiconsciente Henry e ganhando o título. O resultado foi revertido por Long logo depois, já que Henry não possuía autorização médica para competir.[96] Na mesma noite, Bryan ganhou uma luta para enfrentar Henry em uma luta Steel Cage pelo título. No SmackDown seguinte, Henry derrotou Bryan e manteve o título.[97] No Raw de 5 de dezembro, foi anunciado que Henry enfrentaria Show no TLC: Tables, Ladders & Chairs pelo World Heavyweight Championship em uma luta onde o uso de cadeiras é legal.[98] No TLC: Tables, Ladders & Chairs, Henry perdeu o título para Show. Após o combate, Henry nocauteou Show, permitindo que Daniel Bryan usasse seu contrato e derrotasse Big Show pelo título.[99] No Royal Rumble, Bryan derrotou Henry e Show em uma luta Steel Cage para manter o título.[100] No SmackDown de 3 de fevereiro, Henry foi anunciado como um dos participantes da Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship. No entanto, ele foi suspenso por Theodore Long, sendo substituído por The Great Khali. A suspensão, na verdade, é para Henry tratar de lesões.[101] Ele fez seu retorno no Elimination Chamber, se aliando a John Laurinaitis, Christian, David Otunga e Alberto Del Rio para retirar Long do cargo de Gerente Geral. Ele retornou ao ringue durante o Raw do dia seguinte, sendo derrotado por Sheamus.[102] No Raw de 12 de março, Henry foi anunciado como um dos membros do time de John Laurinaitis no WrestleMania XXVIII. No evento, o time de Laurinaitis foi vitorioso contra o de Long.[103][104] Em 14 de maio, Henry deixou as lutas para realizar novas cirurgias.[105] Ele retornou durante o Raw de 4 de fevereiro de 2013, atacando Daniel Bryan, Rey Mysterio e Sin Cara.[106] No SmackDown gravado no dia seguinte, Henry derrotou Orton para conquistar um lugar na Elimination Chamber no evento homônimo para definir o desafiante pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados no WrestleMania 29.[107] No WrestleMania 29, Henry derrotou Ryback, com quem manteve uma rivalidade no mês anterior para definir qual dos dois era mais forte. No Extreme Rules, Henry foi derrotado por Sheamus em uma luta de correias. Ele retornou no Raw de 17 de junho, fingindo estar se aposentando antes de atacar o Campeão da WWE John Cena. No Money in the Bank, Henry foi derrotado por Cena.[108]

Mocinho e diversas rivalidades (2013—presente)[editar | editar código-fonte]

Mark Henry em 2014

No Raw da noite após o Money in the Bank, Henry parabenizou Cena por sua vitória e requisitou uma revanche no SummerSlam, mas acabou sendo atacado pelos membros da Shield (Dean Ambrose, Seth Rollins e Roman Reigns), se tornando um mocinho no processo.[109] Na semana seguinte, ele confrontou o grupo e se aliou aos Usos contra eles.[110] No Raw de 12 de agosto, Henry competiu em uma battle royal de 20 lutadores para definir o desafiante pelo Campeonato dos Estados Unidos, mas foi eliminado por último por Rob Van Dam. Após a luta, Henry e Van Dam foram confrontados pela Shield, antes de Big Show retornar para auxiliá-los.[111] Quatro dias depois, no SmackDown, Henry, Show e Van Dam derrotaram a Shield.[112] Após uma suspeita de lesão em seu tendão de jarrete, Henry voltou a competir.[113] Henry, no entanto, entrou em licença. Ele retornou no Survivor Series em novembro, de cabeça raspada, respondendo o desafio aberto de Ryback e o derrotando. No Raw de 25 de novembro, Henry e Big E Langston derrotaram Rybaxel (Ryback & Curtis Axel).[114] No Raw de 30 de dezembro, Henry interrompeu Brock Lesnar, sendo por ele atacado. Na semana seguinte, Henry novamente interrompeu Lesnar, tendo seu ombro deslocado e fraturado (na história).

Ele retornou em 10 de fevereiro de 2014, respondendo ao desafio aberto de Dean Ambrose pelo United States Championship, sendo derrotado após interferência dos membros da Shield. Em março, Henry foi novamente atacado por Lesnar, recebendo um F5 em cima da mesa dos comentaristas. No Night of Champions, Henry foi derrotado por Rusev.

Ele foi novamente derrotado por Rusev na noite seguinte. Em 27 de outubro, Henry atacou Big Show durante sua luta contra Gold e Stardust, novamente tornando-se um vilão. Ele foi desqualificado de uma luta contra Show em 3 de novembro ao atacar-lhe nos degraus do ringue. No Raw de 10 de novembro, ele se uniu ao time da Authority para enfrentar o time de John Cena no Survivor Series. No evento, ele foi nocauteado por Show e eliminado do combate em menos de um minuto. Henry retornou em 12 de março, no SmackDown, confrontando Roman Reigns por sua falta de identidade, o que resultou em Reigns o atacando. O ataque fez Henry acreditar em Reigns em sua rivalidade contra Brock Lesnar.[115] Henry participou da Elimination Chamber pelo WWE Intercontinental Championship o evento Elimination Chamber de 2015, mas não venceu. Ele enfrentou Reigns por sua vaga na Money in the Bank em 8 de julho, mas também foi derrotado.[116] Henry voltou a ser um mocinho ao se juntar aos Prime Time Players contra New Day.[117]

No pré-show do Royal Rumble de 2016, Henry e Jack Swagger venceram uma luta de quatro times para se qualificarem para a luta Royal Rumble na mesma noite. Henry entrou como número 22, sendo eliminado em menos de um minuto pela Wyatt Family. No Raw de 8 de fevereiro, Henry abandonou seus parceiros do New Day durante uma luta contra os Usos e os Dudley Boyz. No Raw de 15 de fevereiro, Henry foi derrotado por Big E. No WrestleMania 32, Henry participou pela terceira vez da battle royal em memória a André the Giant, sendo eliminado por Kane e Darren Young.

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Henry como Campeão da ECW

Wrestling profissional[editar | editar código-fonte]

Strongman[editar | editar código-fonte]

Halterofilismo[editar | editar código-fonte]

  • Jogos Olímpicos
    • Membro da equipe americana nos Jogos Olímpicos (1992, 1996)
  • Jogos Pan-Americanos
    • Medalha de prata (1995)
  • Recordista pan-americano sênior no arranque, arremesso e total (1993-1997)
  • Campeão nacional sênior (1993, 1994, 1996)
    • International Sports Hall of Fame (2012)

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m «Mark Henry Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 13 de abril de 2008 
  2. «WWE wages war in Springfield». The Republican. Consultado em 14 de julho de 2008 
  3. a b c d «Mark Henry Bio». World Wrestling Entertainment. Consultado em 30 de junho de 2009 
  4. «Texas Births». Familytreelegends.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2008 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w Milner, John M.; Oliver, Greg. «Mark Henry». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 20 de março de 2009 
  6. a b c «History Of The European Championship - Mark Henry». World Wrestling Entertainment. 23 de agosto de 1999. Consultado em 25 de fevereiro de 2008 
  7. a b Smith, Shelley (15 de julho de 1991). «Heavy Duty; Weightlifter Mark Henry is a prodigious prodigy (page 2)». Sports Illustrated. Consultado em 22 de julho de 2009 
  8. a b Smith, Shelley (15 de julho de 1991). «Heavy Duty; Weightlifter Mark Henry is a prodigious prodigy». Sports Illustrated. Consultado em 22 de julho de 2009 
  9. a b c Murphy, Austin (9 de agosto de 1993). «At The U.s. Olympic Festival». Sports Illustrated. Consultado em 22 de julho de 2009 
  10. «1996 results»  The History of WWE. Retrieved September 22, 2011.
  11. «1997 results»  The History of WWE. Retrieved September 22, 2011.
  12. Powell, John (29 de março de 1998). «Austin wins WWF World Title at WrestleMania». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  13. Powell, John (19 de outubro de 1998). «Austin fired?!?!?». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  14. «SummerSlam 1999 Results». World Wrestling Entertainment. 22 de agosto de 1999. Consultado em 22 de junho de 2009 
  15. Powell, John (23 de agosto de 1999). «Foley new champ at SummerSlam». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  16. Yang, Rich (27 de setembro de 1999). «HHH regains title at Unforgiven». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  17. «Raw is War». WWE Raw. 21 de fevereiro de 2000. USA Network 
  18. «WWF SmackDown!». WWE Friday Night SmackDown. 24 de fevereiro de 2000. No minuto 120. UPN 
  19. «Mark Henry, strongest man article». Critical Bench. Consultado em 26 de julho de 2009 
  20. Tylwalk, Nick (28 de outubro de 2003). «Raw: I.C. title lost and won». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  21. Tylwalk, Nick (4 de novembro de 2003). «Raw: Austin completes his team». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  22. Tylwalk, Nick (18 de novembro de 2003). «Raw: Kane burns Goldberg». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  23. Tylwalk, Nick (25 de novembro de 2003). «Raw: Midgets, thongs and frying pans». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  24. Tylwalk, Nick (9 de dezembro de 2003). «Raw: Rock shocks fans». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  25. Tylwalk, Nick; Plummer, Dale (15 de dezembro de 2003). «WWE Armageddon a flop». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  26. McNamara, Andy (30 de dezembro de 2005). «Smackdown: Sexual accusations and Chocolate». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  27. a b McNamara, Andy (6 de janeiro de 2006). «Smackdown: Mark Henry tames the Animal». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  28. Brady, Hicks. «2006: The year in wrestling». 2007 Wrestling Almanac and book of facts. Kappa Publications. p. 16. 2007 Edition 
  29. McNamara, Andy (13 de janeiro de 2006). «Smackdown: Angle crowned new champ». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  30. McNamara, Andy (20 de janeiro de 2006). «Smackdown: Surprises and celebration». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  31. Plummer, Dale; Tylwalk, Nick (30 de janeiro de 2006). «Mysterio claims Rumble; Cena reigns again». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  32. McNamara, Andy (10 de março de 2006). «Smackdown: The bell tolls for Henry». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  33. Plummer, Dale; Tylwalk, Nick (3 de abril de 2006). «WrestleMania delivers big time on PPV». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  34. McNamara, Andy (7 de abril de 2006). «Smackdown: Undertaker faces a giant problem». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  35. McNamara, Andy (5 de maio de 2006). «Smackdown: Bradshaw outsmarts Mysterio». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  36. McNamara, Andy (18 de abril de 2006). «Smackdown: Angle-Mysterio do it again». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  37. McNamara, Andy (12 de maio de 2006). «Smackdown: Mysterio annihilated». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  38. a b Elliott, Brian (22 de maio de 2006). «Rey wins, MNM splits at Judgment Day». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  39. McNamara, Andy (26 de maio de 2006). «Smackdown: Is JBL gone for good?». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  40. McNamara, Andy (1 de junho de 2006). «Smackdown: All hail King Booker». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  41. McNamara, Andy (30 de junho de 2006). «Smackdown: Lashley escapes the cage». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  42. McNamara, Andy (14 de julho de 2006). «Smackdown: Mysterio invades the King's Court». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  43. Lawson, Amy (16 de julho de 2006). «SNME: Hogan-Orton key on stacked show». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  44. «Mark Henry's surgery highlights». World Wrestling Entertainment. Consultado em 26 de julho de 2009 
  45. DiFino, Lennie (5 de abril de 2007). «Destructive behavior». World Wrestling Entertainment. Consultado em 22 de junho de 2009 
  46. Waldman, Jon (12 de maio de 2007). «Smackdown: The title's on the line...». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  47. Mackinder, Matt (3 de junho de 2007). «One Night Stand a PPV gong show». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 28 de abril de 2009 
  48. McNamara, Andy (4 de agosto de 2007). «Smackdown: Evolution reunion». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  49. Waldman, Jon (10 de agosto de 2007). «Smackdown: On the highway to hell?». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  50. McNamara, Andy (4 de agosto de 2007). «Smackdown: Evolution reunion». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  51. McNamara, Andy (18 de agosto de 2007). «Smackdown: Khali claws his way to victory». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  52. McNamara, Andy (27 de agosto de 2007). «Smackdown: Batista bloodies Khali». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  53. Sokol, Chris (17 de setembro de 2007). «Undertaker's return highlight of underwhelming Unforgiven». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  54. McNamara, Andy (29 de setembro de 2007). «Smackdown: The Dead Man returns». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  55. Bishop, Matt (24 de outubro de 2007). «ECW: More SmackDown presence». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  56. a b Kapur, Bob (17 de dezembro de 2007). «Edge brings in the clones to win at Armageddon». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  57. DiFino, Lennie (30 de março de 2008). «Big Red challenger». World Wrestling Entertainment. Consultado em 22 de junho de 2009 
  58. «Official 2008 WWE Supplemental Draft Results». World Wrestling Entertainment. Consultado em 25 de junho de 2008 
  59. a b «History of the ECW Championship - Mark Henry». World Wrestling Entertainment. Consultado em 3 de julho de 2008 
  60. Medalis, Kara A. (22 de julho de 2008). «Going for gold». World Wrestling Entertainment. Consultado em 26 de julho de 2009 
  61. Bishop, Matt (8 de setembro de 2008). «Scramble matches make for wild Unforgiven». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 29 de abril de 2009 
  62. Sokol, Chris; Sokol, Bryan (6 de outubro de 2008). «Dual main events rescue No Mercy». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  63. Bishop, Matt (14 de dezembro de 2008). «ECW: The great protector». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  64. Bishop, Matt (14 de dezembro de 2008). «Armageddon: Hardy finally breaks through». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  65. Burdick, Mike (3 de março de 2009). «Served with a Swagger and a smile». World Wrestling Entertainment. Consultado em 22 de junho de 2009 
  66. Tylwalk, Nick (17 de março de 2009). «Raw: A Texas-sized love triangle and a steel cage showdown». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  67. Waldman, Jon (28 de março de 2009). «Smackdown: Don't fear the reaper». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  68. Plummer, Dale (6 de abril de 2009). «Wrestlemania 25: HBK-Undertaker steals the show». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  69. Bishop, Matt (27 de maio de 2009). «ECW: Sorting out ECW Championship mess». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 22 de junho de 2009 
  70. Plummer, Dale (30 de junho de 2009). «Raw: Dubious guest host makes Orton run "The Gauntlet"». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 30 de junho de 2009 
  71. Plummer, Dale (24 de agosto de 2009). «Raw: This show is Money». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 14 de setembro de 2009 
  72. Elliott, Brian (14 de setembro de 2009). «Montreal fans 'screwed' again in Breaking Point sham». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 14 de setembro de 2009 
  73. Plummer, Dale (15 de fevereiro de 2010). «RAW: Springing into the Elimination Chamber». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  74. Plummer, Dale (22 de fevereiro de 2010). «RAW: Finding a Jewel on the Road to Wrestlemania». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  75. Kapur, Bob (25 de abril de 2010). «WWE Extreme Rules features strong Mania rematches». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  76. Bishop, Matt (1 de junho de 2010). «WWE NXT: Barrett wins show's first season». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 2 de junho de 2010 
  77. Caldwell, James (1 de junho de 2010). «WWE News: NXT Results - Season Two announced, Pro & Rookie pairings revealed». Pro Wrestling Torch. Consultado em 1 de junho de 2010 
  78. Bishop, Matt (10 de agosto de 2010). «WWE NXT: Eliminations coming fast and furious». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 16 de agosto de 2010 
  79. Tylwalk, Nick (20 de setembro de 2010). «Few gimmicks, more title changes at Night of Champions». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  80. Plummer, Dale (29 de novembro de 2010). «RAW: King of the Ring crowned». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  81. Plummer, Dale (7 de dezembro de 2010). «RAW: Cena phes Nexus, Barrett to the breaking point». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  82. Plummer, Dale (25 de abril de 2011). «Raw: Draft tries to shock WWE Universe». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 8 de maio de 2011 
  83. «Mark Henry injures Kane». WWE. 23 de julho de 2011. Consultado em 16 de setembro de 2011 
  84. Burdick, Michael. «Mark Henry def. Sheamus (Count-out)». WWE. Consultado em 16 de agosto de 2011 
  85. Hillhouse, Dave (20 de agosto de 2011). «Smackdown: Turning the page». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 18 de setembro de 2011 
  86. Bishop, Matt (31 de agosto de 2011). «Super Smackdown: Orton left laying after title defense». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  87. Hillhouse, Dave (10 de setembro de 2011). «Smackdown: Friday night in Toledo, Ohio». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  88. Waldman, Jon (12 de setembro de 2011). «Raw: More strong mics from Phil and Paul». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  89. Hillhouse, Dave (17 de setembro de 2011). «Smackdown: Rated "R" for "Retirement"». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  90. «Mark Henry def. Randy Orton (New World Heavyweight Champion)». World Wrestling Entertainment. 18 de setembro de 2011. Consultado em 20 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2012 
  91. «WWE Breaking News: The Great Khali Reportedly Finished with WWE». Bleacher Report. 4 de outubro de 2011. Consultado em 11 de novembro de 2011  Texto "Bleacher Report" ignorado (ajuda)
  92. «WWE World Heavyweight Championship Hell in a Cell Match». WWE. Consultado em 20 de setembro de 2011 
  93. «WWE World Heavyweight Championship Match». WWE. Consultado em 10 de outubro de 2011 
  94. Mark Brown (14 de novembro de 2011). «wrestleheat.com/wwe-raw-results-103111-muppets-host-rock-accepts-cena-challenge=13532» 
  95. «www.wwe.com/shows/smackdown/2011-11-18/results» 
  96. Cupach, Mike. «CUPACH'S WWE SMACKDOWN REPORT 11/25: Alt. perspective of Survivor Series fall-out, live Smackdown set-up, Mike's Reax». Pro Wrestling Torch. Consultado em 27 de novembro de 2011 
  97. Hillhouse, Dave. «Smackdown: Give and take». SLAM! Wrestling. Consultado em 27 de novembro de 2011 
  98. «World Heavyweight Champion Mark Henry vs Big Show». WWE. Consultado em 30 de novembro de 2011 
  99. Burdick, Michael. «Big Show def. Mark Henry; Daniel Bryan cashed in Money in the Bank (New World Heavyweight Champion)». Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  100. Melok, Bobby. «World Heavyweight Champion Daniel Bryan def. Big Show and Mark Henry (Triple Threat Steel Cage Match)». WWE. Consultado em 30 de janeiro de 2012 
  101. Burdick, Michael (3 de fevereiro de 2012). «SmackDown results: Wade Barrett feels the sting of The Viper; Mark Henry suspended». WWE. Consultado em 4 de fevereiro de 2012 
  102. Passero, Mitch. «Raw SuperShow results: Triple H accepts Undertaker's WrestleMania challenge». Consultado em 21 de fevereiro de 2012 
  103. «Team Teddy vs. Team Johnny». Consultado em 12 de março de 2012 
  104. Melok, Bobby. «WrestleMania results: Team Teddy vs. Team Johnny». Consultado em 2 de abril de 2012 
  105. «Henry surgery; career in jeopardy?» 
  106. «WWE Tag Team Champion Daniel Bryan def. Rey Mysterio; Mark Henry attacked». Consultado em 5 de fevereiro de 2013 
  107. «SmackDown Results: Henry won a place in Elimination Chamber; Del Rio turned Big Show into The World's 'Orangest' Athlete». Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  108. «CALDWELL'S WWE MITB PPV RESULTS 7/14 (Hour 3): Ongoing "virtual-time" coverage of live PPV - Cena vs. Henry, MITB All-Stars» 
  109. «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 7/15 (Hour 1): Immediate MITB fall-out, Ziggler vs. Del Rio re-match, Orton vs. Fandango» 
  110. «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 7/22 (Hour 2): Mark Henry battles The Shield, Miz TV, Ziggler, Rhodes, more» 
  111. «CALDWELL'S WWE RAW RESULTS 8/12 (Hour 3): Miz TV with Cena & Bryan final Summerslam sales pitch, #1 contender Battle Royal, Punk vs. Heyman show-closer» 
  112. «PARKS'S WWE SMACKDOWN REPORT 8/16: Ongoing "virtual time" coverage of Friday show, including Van Dam & Henry & Big Show vs. The Shield» 
  113. http://www.wrestlezone.com/news/277789-report-update-on-mark-henry-injury-how-a-when-it-occurred
  114. Trionfo, Richard. «COMPLETE WWE RAW REPORT: MAIN EVENT AT TLC ANNOUNCED; WYATTS BRING ANOTHER FRIEND HOME; REMATCHES FROM SURVIVOR SERIES; AND MORE». PWInsider 
  115. Barnett, Jake. «3/12 WWE Smackdown on SyFy Live Review». prowrestling.net. Consultado em 13 de março de 2015 
  116. «WWE Raw results, June 1, 2015: Roman Reigns runs the gauntlet and Owens promises to 'expose' Cena». WWE. Consultado em 8 de junho de 2015 
  117. Benigno, Anthony. «WWE Raw results, July 13, 2015: Lesnar destroys Rollins' defenses and the NXT Divas invade to challenge Team Bella». WWE.com. Consultado em 18 de julho de 2015 
  118. a b «Night of Champions report on June 29, 2008» 
  119. a b «Unforgiven report on September 7, 2008» 
  120. Waldman, Jon (23 de junho de 2007). «Smackdown: Much ado about Poochie». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 30 de junho de 2009 
  121. a b «One Night Stand report on June 3, 2007» 
  122. Fritz, Brian (14 de agosto de 2008). «Q & A with ECW Champion Mark Henry». Orlando Sentinel. Consultado em 22 de junho de 2009. Cópia arquivada em 22 de agosto de 2008 
  123. a b Tello, Craig (25 de maio de 2007). «His Jungle». World Wrestling Entertainment. Consultado em 22 de junho de 2009 
  124. «WWE Anthology - Disc: 1». Amazon.com. Consultado em 22 de junho de 2009 
  125. 12 Rounds (DVD). 20th Century Fox. 30 de junho de 2009 
  126. «WWE Anthology - Disc: 2». Amazon.com. Consultado em 22 de junho de 2009 
  127. «Wreckless Intent - Tracks». World Wrestling Entertainment. Consultado em 22 de junho de 2009 
  128. «PWI 500 2006». Pro Wrestling Illustrated. Wrestling Information Archive. Consultado em 21 de junho de 2008 
  129. Wrestling Information Archive - Pro Wrestling Illustrated's Top 500 Wrestlers of the PWI Years

Ligações externas[editar | editar código-fonte]