Mark Spitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mark Spitz
Spitz, em Julho de 2008 com 58 anos
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Mark Andrew Spitz
Nascimento 10 de fevereiro de 1950 (67 anos)
Nacionalidade Estados Unidos norte-americana
Compleição Altura: 1,83 m
Clube Indiana Hoosiers (1968-1972)
Período em atividade (5 anos) 1967 - 1972
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Munique 1972 100 metros borboleta
Ouro Munique 1972 100 metros livres
Ouro Munique 1972 200 metros borboleta
Ouro Munique 1972 200 metros livres
Ouro Munique 1972 4x100 metros livres
Ouro Munique 1972 4x100 metros medley
Ouro Munique 1972 4x200 metros livres
Ouro Cidade do Mexico 1968 4x100 metros livres
Ouro Cidade do Mexico 1968 4x200 metros livres
Prata Cidade do Mexico 1968 100 metros borboleta
Bronze Cidade do Mexico 1968 100 metros livres
Jogos Pan-Americanos
Ouro Winnipeg 1967 Natação
Ouro Winnipeg 1967 Natação
Ouro Winnipeg 1967 Natação
Ouro Winnipeg 1967 Natação
Ouro Winnipeg 1967 Natação
Maccabiah Games
Ouro Israel 1965 Natação
Ouro Israel 1965 Natação
Ouro Israel 1965 Natação
Ouro Israel 1965 Natação
Ouro Israel 1969 Natação
Ouro Israel 1969 Natação
Ouro Israel 1969 Natação
Ouro Israel 1969 Natação
Ouro 1969 Israel Natação
Ouro 1969 Israel Natação

Mark Andrew Spitz (Modesto, 10 de fevereiro de 1950) é o segundo maior nadador olímpico e também o segundo maior nadador em medalhas de ouro numa mesma Olimpíada de todos os tempos.

Em apenas 5 anos como profissional, Spitz conquistou 11 medalhas olímpicas (9 de ouro, 1 de prata e 1 de bronze).

Durante os Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, ele conquistou 7 medalhas de ouro em diversas modalidades,[1] quebrando o recorde mundial em todas elas. Este recorde (mais medalhas de ouro conquistadas numa mesma olimpíada), que parecia imbatível, foi superado apenas por Michael Phelps, que conquistou 8 vitórias e quebrou sete recordes mundiais nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Spitz nasceu no estado da Califórnia, mas quando tinha apenas dois anos de idade sua família mudou-se para o Havaí, onde aprendeu a nadar. De volta a seu estado natal quatro anos mais tarde, começou a nadar sob a orientação do técnico Sherm Chavoor, que se tornaria seu mentor e de diversos outros campeões olímpicos. Aos dez anos, Spitz começou a mostrar seu potencial para o esporte, ao quebrar dezessete recordes nacionais e um recorde mundial da natação para a sua faixa de idade. Depois de passar toda a adolescência como o mais promissor dos jovens nadadores americanos, ele conquistou, aos dezessete anos, cinco medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, em 1967.

Apesar de favorito para as provas de natação dos Jogos Olímpicos da Cidade do México em 1968, Spitz foi afetado pela altura da capital mexicana e conquistou apenas duas medalhas de ouro, por equipes, nos 4X100 e nos 4x200 livres, ficando com as medalhas de prata nas provas individuais dos 100m nado livre e dos 100m nado borboleta.

Do fracasso à glória[editar | editar código-fonte]

Roupa usada por Mark Spitz durante os Jogos Olímpicos de 1972, em Munique, em exibição no Museu da Florida - Miami Beach

Desapontado com sua performance no México, ele voltou aos Estados Unidos e entrou para a Universidade de Indiana, onde passou a ser treinado pelo famoso técnico Doc Counsilman, que havia sido o treinador da equipe norte-americana de natação nos Jogos de 1968. No período de 1968 a 1972, sob a guarda de Counsilman, Mark venceu todos os campeonatos norte-americanos de natação e tornou-se o Nadador do Ano de 1969, 1971 e 1972 em todo o mundo e Atleta Amador dos Estados Unidos, em qualquer esporte, em 1971.

De volta aos Jogos Olímpicos, em Munique 1972, Spitz entrou para a história ao conquistar sete medalhas de ouro nas provas da natação, quebrando o recorde mundial de todas elas, e tornando-se o grande nome da natação norte-americana e mundial em todos os tempos. Spitz disputou e venceu os 100m livre, 200m livre, 100m borboleta, 200m borboleta, 4x100m livre, 4x200m livre e 4X100m estilos (medley).

Seus feitos, entretanto, foram obscurecidos pelo famoso Massacre de Munique, que custou a vida de 11 atletas israelenses, seqüestrados na vila olímpica e mortos por terroristas palestinos durante os Jogos. Spitz, americano de origem judaica, foi retirado às pressas do país por forças de segurança dos Estados Unidos.

Aposentadoria precoce[editar | editar código-fonte]

Devido a este fato, Spitz retirou-se da natação com apenas 22 anos de idade[2] e 5 como profissional, e enriqueceu fazendo comerciais de todo tipo de produtos – foi sua época de garoto de ouro dos EUA - e a participar de programas famosos da tv americana, mas, desconfortável com essa carreira para a qual reconhecia não ter talento, retirou-se definitivamente do show-business ainda nos anos 1970.

Em 1991, o diretor de cinema Bud Greenspan ofereceu-lhe um milhão de dólares para que ele voltasse às piscinas e tentasse se qualificar para disputar as seletivas norte-americanas para os Jogos de Barcelona de 1992. Aos 41 anos e filmado pelas câmeras de Greenspan, Spitz tentou por diversas vezes mas não conseguiu atingir os índices oficiais.

Medalhas olímpicas de Mark Spitz[editar | editar código-fonte]

Olympic rings with white rims.svg
Ouro México 1968 4x100m livres p/equipe
Ouro México 1968 4x200 m livres p/equipe
Ouro Munique 1972 100m livres
Ouro Munique 1972 200 m livres
Ouro Munique 1972 100m borboleta
Ouro Munique 1972 200m borboleta
Ouro Munique 1972 4X100 livres p/equipe
Ouro Munique 1972 4x200 livres p/equipe
Ouro Munique 1972 4x100 medley
Prata México 1968 100m borboleta
Bronze México 1968 100m livres

Recordes mundiais de Mark Spitz[editar | editar código-fonte]

(período como detentor do recorde)

Provas individuais:

  • 100m livres – entre agosto de 1970 e junho de 1975
  • 200m livres – entre julho de 1969 e agosto de 1974
  • 100m borboleta – entre julho de 1967 e agosto de 1977
  • 200m borboleta – 4 vezes: entre julho e agosto de 1967, outubro de 1967 e agosto de 1970, agosto de 1971, e agosto de 1972 a junho de 1976

Como integrante dos revezamentos dos Estados Unidos da América:

  • 4x100m livres - 2 vezes: entre outubro de 1968 e agosto de 1970, e entre agosto de 1972 e setembro de 1974
  • 4x200m livres - entre setembro de 1971 e setembro de 1973
  • 4x100m medley – entre setembro de 1971 e julho de 1976

Hall da Fama[editar | editar código-fonte]

  • 1977 - International Swimming Hall of Fame[3]
  • 1979 - International Jewish Sports Hall of Fame[4]
  • 1983 - United States Olympic Hall of Fame[5]
  • 2007 - San Jose Sports Hall of Fame[6][7]
  • 2007 - National Jewish Museum Sports Hall of Fame[8]
  • 2007 - Long Beach City College Hall of Fame[9]
  • 2011 - Indiana University Athletics Hall of Fame[10]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mark Spitz

Referências

  1. Perfil de Mark Spitz no Sports Reference
  2. br.esportes.yahoo.com Os Maiores atletas olímpicos: Mark Spitz Acessado em 09/04/2012.
  3. «International Swimming Hall of Fame». Ishof.org. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  4. «Mark Spitz». Jewishsports.net. 10 de fevereiro de 1950. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  5. «Hof Polls , Team USA». U.S. Olympic Hall of Fame. 1 de julho de 2009. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  6. «San Jose Sports Authority – [ Hall of Fame ,». Sjsa.org. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  7. «Mark Spitz Update». Santa Clara Swim Club. 14 de novembro de 2007. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  8. http://fr.jpost.com/servlet/Satellite?cid=1171894488677&pagename=JPost/JPArticle/ShowFull
  9. «Long Beach City College Athletics». Athletics.lbcc.edu. 11 de outubro de 2007. Consultado em 30 de janeiro de 2011 
  10. «:Phi Kappa Psi:.:Indiana Beta:». Indiana.edu. Consultado em 30 de janeiro de 2011 


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) nadador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.