Marlene França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Julho de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marlene França
Nascimento 5 de agosto de 1943
Uauá, Bahia Bahia
Morte 23 de setembro de 2011 (68 anos)
São Paulo,  São Paulo
IMDb: (inglês)

Marlene França (Uauá, 5 de agosto de 1943São Paulo, 23 de setembro de 2011[1]) foi uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aos 13 anos, vendia doces na feira, quando foi convidada por Alex Viany para trabalhar no filme teuto-brasileiro Rosa dos Ventos.

Outros convites vieram. Em 1959, Walter Hugo Khoury a leva a fazer Fronteiras do Inferno, e no ano seguinte se consagra ao lado de Mazzaropi em Jeca Tatu, de Milton Amaral, com quem estava casada.[2]

Depois de um ciclo de filmes rurais na década de 60, Marlene, por sua beleza plástica e seu tipo exótico, foi convidada a fazer vários filmes do gênero pornochanchada, principalmente na década de 1970, o que não a impediu, porém, de atuar em outras produções.

Seu diretor mais frequente nas comédias eróticas foi Fauzi Mansur. A Noite do Desejo (1973) lhe rendeu o prêmio Governador do Estado de melhor atriz.

Em 1976, Crueldade Mortal (Luiz Paulino dos Santos) a levaria ao Festival de Gramado, onde seria novamente premiada.

Sua filmografia abrange importantes cineastas brasileiros, como Ozualdo Candeias, Carlos Coimbra, Luís Sérgio Person, Rubem Biáfora, Jorge Ileli, Ody Fraga e Roberto Santos e outros, além dos já citados.

Marlene também se dedicou à direção, e seu currículo inclui três curta-metragens: Frei Tito (1983), Mulheres da Terra (1985) e Meninos de Rua (1988).

Trabalhos no cinema[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
Ano Título Papel
1957 Die Windrose Retirante [3] [4]
1959 Fronteiras do Inferno
1960 Jeca Tatu
1961 Mulheres e Milhões
A Garota do Quarto 13
A Morte Comanda o Cangaço
1962 Três Cabras de Lampião
1963 O Cabeleira Edite
1964 Lampião, O Rei do Cangaço
Mulher Satânica
1968 O Pequeno Mundo de Marcos Marlene
Panca de Valente Terezinha
1969 O Agente da Lei
1970 Se Meu Dólar Falasse
1971 Uma Verdadeira História de Amor Sueli
Lua-de-Mel e Amendoim amiga de Marcinha
Até o Último Mercenário Miriam
1972 Janaína - A Virgem Proibida Maria Teresa
A Herdeira Rebelde Marilu
A Infidelidade ao Alcance de Todos Dayse
Sinal Vermelho - As Fêmeas Tânia
1973 Uma Negra Chamada Teresa
Trindade… É Meu Nome
A Noite do Desejo Marcela
1974 O Super Manso Lúcia
Caçada Sangrenta Mecenas
1975 A Casa das Tentações Candidata
Bacalhau Susete
1976 A Noite das Fêmeas Márcia[5]
O Mulherengo Marcela
Crueldade Mortal Arlete
1978 O Estripador de Mulheres Mulher da boate
Mulher Desejada participação especial [6]
O Bem Dotado - O Homem de Itu Neifa
1979 Paula - A História de uma Subversiva Marta
A Dama da Zona Juliana
1981 La conquista del paraíso
1982 O Último Vôo do Condor Telma
1983 Nasce Uma Mulher Helena
1987 Quincas Borba

Trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1961 Vigilante Rodoviário (episódio "O Rapto do Juca")
1963 Conflito
1966 Almas de Pedra Eugênia
A Ré Misteriosa Sandra
Ciúmes Clara
1967 Yoshico, um Poema de Amor
Os Rebeldes Ariane

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

- Vencedor
1977: Melhor atriz coadjuvante por Crueldade Mortal
- Vencedor
1984, por Frei Tito
1987, por Mulheres da Terra
1988, por Meninos de Rua

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.