Francisco de Melo e Torres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Marquês de Sande)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisco de Melo e Torres num coche (pormenor de quadro de Dirk Stoop). Ostenta na capa a cruz da Ordem de Cristo.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras personalidades com o nome Francisco de Melo, veja Francisco de Melo.

Francisco de Melo e Torres (Lisboa, c. 1610 - Lisboa, 7 de dezembro de 1667), 1.º conde da Ponte e 1.º marquês de Sande, General de Artilharia, do Conselho de Guerra de Portugal, Alcaide-mor de Terena, Comendador na Ordem de Cristo de São Salvador de Fornelos e Santiago da Guilha.

Era filho de Garcia do Melo e Torres, capitão de Cochim.

Como embaixador extraordinário a Inglaterra acompanhou a então infanta D. Catarina de Bragança, quando esta foi casar com o rei Carlos II de Inglaterra.

Foi também ele que assinou em Paris a 24 de fevereiro de 1666 o contrato matrimonial de Afonso VI de Portugal, com Maria Francisca de Saboia, Mademoiselle d´Aumale. O casamento se celebrou por procuração em La Rochelle em 27 de junho e a nova rainha chegou a Lisboa a 2 de agosto.

Fazia parte dos "Fidalgos conhecidos por Quarenta Conjurados e que depois se acharam na feliz Aclamação do Senhor Rei D. João IV, e restituição que se lhe fez deste Reino de Portugal", em 1640[1].

O Marquesado da Ponte foi criado em 21 de abril de 1662 pelo rei Afonso VI de Portugal, o título sendo outorgado em vida do primeiro titular. Após a instauração da república e o fim do sistema nobiliárquico, foi pretendente ao título Álvaro Ferrão de Castelo Branco (1916-).

Referências