Mars Society

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mars Society
Mars Society logo.png
Tipo Corporação sem fins lucrativos com isenção de taxação federal §501(c)(3).[1]
Fundação 13 de agosto de 1998
Estado legal A Mars Society é uma "instituição de caridade pública" e está qualificada para receber contribuições de caridade dedutíveis de impostos. [2]
Propósito Advocacia espacial e Missão tripulada a Marte
Fundador(a) Dr. Robert Zubrin
Organização Conselho Administrativo:

Funcionários:

  • Lucinda Offer, Diretor Executivo
  • Michael Stoltz, Dir. de Mídia & Relações Públicas
  • Shannon Rupert, Dir. Gerenciador de Programa, MDRS
  • Kevin Sloan, Dir., University Rover Challenge (URC)
  • James Burk, Dir., IT / Presidente, Marspedia / MarsVR
  • Carie Fay, Dir., Administração
  • Frank Crossman, Arquivista Chefe
  • Nora Hovee, Coordenador de Capítulos
  • Tam R Czarnik MD, Diretor Médico (aposentado)
Sítio oficial www.marssociety.org

Mars Society é uma organização sem fins lucrativos de advocacia espacial dedicada ao encorajamento da exploração e colonização do planeta Marte. Fundada por Robert Zubrin e outros nos idos de 1998 e atraindo o apoio de notáveis autores e cineastas de ficção científica (incluindo Kim Stanley Robinson e James Cameron), a organização é dedicada a convencer o publico e o governo dos benefícios da exploração de Marte, além de explorar a possibilidade de missões particulares a Marte.

História[editar | editar código-fonte]

A Sociedade veio a existir formalmente e teve a sua fundação em Agosto de 1998, quando cerca de 700 delegados – astrônomos, cientistas, engenheiros, astronautas, empresários, educadores, estudantes, e entusiastas da exploração espacial – atendendo um anúncio para um fim-de-semana de discussões e apresentações em defesa a exploração de Marte.

Desde desta época, a Sociedade, através do "International Steering Committee", atingiu a 4.000 membros e mais de 6.000 associados por mais de 50 paises ao redor do mundo. Membros da Sociedade tem perfis de gente comum, e todas as suas atividades são voltadas a promoção dos ideais da exploração espacial e as oportunidades da exploração de Marte.

A atual diretoria da Sociedade Marciana esta ao encargo de Robert Zubrin (presidente), Maggie Zubrin, Gregory Benford, Penelope Boston, e Declan O'Donnell.

Os Membros mais importantes do "steering committee" incluem Buzz Aldrin, Scott Horowitz, Peter Smith, e Carol Stoker.

Formais membros da diretoria ou do "steering committee" da Sociedade Marciana incluem Kim Stanley Robinson, Christopher McKay, e Pascal Lee.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

A Sociedade também desenvolve projetos. Seu objetivo é mostrar através de apresentações sobre Marte uma série de projetos técnicos e teóricos, incluindo estes:

  • Desenvolvimento da Mars Direct planejamento da missão que levará humanos à Marte.
  • Mars Analogue Research Station Programme (MARS) – modelos de unidades de moradia para a futura colonização de Marte, de acordo com as condições ambientais de Marte.
  • Mars Society Analogue Pressurized Rover – uma competição para o projeto de um carro pressurizado que será usado em Marte
  • Mars Gravity Biosatellite - um programa planejamento, construção, e lançamento de um satelite que permita manter artificialmente a baixa gravidade de 0.38g, equivalente à de Marte, e abrigar uma pequena população de ratos, para estudar os efeitos na saúde em um baixa gravidade, em oposição a gravidade zero; sendo uma iniciativa originada na Sociedade Marciana.
  • A missão balão ARCHIMEDES, que será lançado em 2009 (conduzido pelo braço alemão da Sociedade Marciana).

Além disso, a Sociedade:

  • oferece discussões e apresentações sobre o "Mars Direct" para escolas, colégios, universidades, e entidades profissionais e ao publico em geral.
  • promove o ensino da ciência, astronomia e assuntos relacionados à espaçonaves nas escolas
  • campanhas para angariar investimentos para a pesquisa espacial e seu desenvolvimento.
  • hospedar as maiores conferencias sobre a exploração de Marte no E.U.A., Europa, Austrália.
  • Incentiva a NASA, ESA e outras agencias espaciais com a meta da exploração de Marte.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A Mars Society protocola "informações de declarações fiscais" conforme exigido pela lei federal.
  2. O Internal Revenue Service dos Estados Unidos classificou a Mars Society como uma caridade pública (“PC”).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.