Marte (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marte
Marte, Tivoli
Pais Juno e Júpiter
Grego equivalente Ares

Marte é o deus romano da guerra, equivalente ao grego Ares.

Filho de Juno e de Júpiter, é considerado o deus do impulso, deus da primavera, responsável por tomar atitudes rápidas e determinadas. Marte (não Ares) é também um dos deuses da guerra, mas principalmente da colheita, agricultura, dos campos, da vegetação, sendo assim, sempre relacionado com a fertilidade. Também era um deus do trabalho manual e confeccionador de armas. O marte romano era diferente do Ares grego, em diferentes passagens, mitos e lutas. Marte (romano) andava na guerra ao lado de Virtu e Honor, diferentemente de Ares, conhecido por andar nas guerras com Demo e Fobos. Marte, desfilava ao fim de uma guerra do lado de Victoria e Vacuna, que as vezes era considerada sua esposa.

Marte tem o amor da deusa Vênus, e com ela teve um filho, Cupido e uma filha mortal, Harmonia. Na verdade tratava-se de uma relação adúltera, uma vez que a deusa era esposa de Vulcano, que arranjou um estratagema para os descobrir e prender numa rede enquanto estavam juntos na cama.

O povo romano considerava-se descendente daquele deus porque Rómulo é filho de Reia Sílvia ou Ília, princesa de Alba Longa, e Marte.

Assim como Marte é o deus romano da guerra, bem como seu correspondente Ares na mitologia grega. Há também Cariocecus ou Mars Cariocecus que é o deus lusitano da guerra. O planeta Marte provavelmente recebeu este nome devido à sua cor vermelha, que por ser a cor do sangue era associado à violência e não ao amor, como foi traduzido na cultura popular com associação às rosas.

Na epopeia portuguesa Os Lusíadas, o poeta Luís Vaz de Camões apresenta Marte como um forte e proeminente defensor do povo português que navega pelo oceano Índico, na esperança de concretizar a sua viagem até à Índia, opondo-se a Baco.

Marte e Vênus, por Sandro Botticelli, na National Gallery

Pensa-se que Marte trata-se de um reflexo do deus proto-indo-europeu Perkwunos, que também produziu o Thor nórdico e vários deuses trovão nas religiões bálticas e védicas. Embora Marte tenha ostensivamente perdido essa função a Júpiter (embora é possivel que a tenha retido em certo grau), várias características em comum com esses outros deuses permanecem, tais como a associação à agricultura, a virilidade masculina e o papel heroico.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia romana é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.