Marxists Internet Archive

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Marxists Internet Archive
Captura de tela de Marxists.org em 24 de agosto de 2011
Requer pagamento? Não
Gênero Enciclopédia online
Idioma(s) vários (63 idiomas)
Lançamento 1990
1993 (gopher)
Posição no Alexa 14 150 ()
Endereço eletrónico marxists.org

O Marxists Internet Archive (MIA, também conhecido como marxists.org, em português: Arquivo na Internet de Autores Marxistas) é um site sem fins lucrativos que hospeda uma biblioteca multilíngue (criada em 1990) das obras de escritores marxistas, comunistas, socialistas e anarquistas, como Karl Marx, Friedrich Engels, Vladimir Lenin, Leon Trótski, Rosa Luxemburgo, Che Guevara, Mikhail Bakunin e Pierre-Joseph Proudhon, assim como de escritores de ideologias afins, e mesmo não relacionadas (por exemplo, Sun Tzu e Adam Smith). A coleção é mantida por voluntários, e é baseada em uma coleção de documentos que foram distribuídos por e-mail e grupos de notícias, posteriormente reunidos em um único site gopher em 1993. Contém cerca de 180 mil documentos de mais de 800 autores em 63 idiomas.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

O arquivo foi criado em 1990 por uma pessoa — conhecida apenas por sua tag de Internet, Zodiac — que começou a arquivar textos marxistas transcrevendo as obras de Marx e Engels em e-texto, começando com o Manifesto Comunista. Em 1993 o texto acumulado foi postado em um site gopher no csf.colorado.edu. Os voluntários se juntaram e ajudaram a divulgar e espelhar o arquivo principal. Entretanto, o site principal e seus espelhos foram hospedados em servidores acadêmicos e no final de 1995 quase todos haviam sido fechados.[2][3]

Ataques de 2007[editar | editar código-fonte]

Como em muitos sites de internet politicamente orientados, a MIA tem tido problemas com ataques maliciosos de fontes online. A partir de novembro de 2006, a MIA enfrentou uma série de sérios ataques de negação de serviço, tentando explorar uma má configuração no sistema operacional do seu servidor. Em janeiro de 2007, os ataques tinham aleijado grande parte do arquivo e deixado voluntários com problemas de CPU.[4] O fato de a maioria dos sistemas envolvidos no ataque estarem na China ou pertencentes a instituições chinesas levou à especulação de que os ataques poderiam ter sido politicamente motivados e dirigidos pela República Popular da China.[5] A gravidade do ataque, com outros problemas de hospedagem, levou ao fechamento do servidor principal do Marxists Internet Archive e de vários de seus espelhos durante várias semanas em fevereiro e março de 2007. O problema foi resolvido.

Referências

  1. «MIA Introduction». www.marxists.org. Consultado em 25 de dezembro de 2019 
  2. «MIA History». www.marxists.org. Consultado em 25 de dezembro de 2019 
  3. «PKT message, Marx/Engels WWW Archive -- REMOVED (fwd)». archive.is. 20 de novembro de 2003. Consultado em 25 de dezembro de 2019 
  4. «MIA Status: Attack Log». web.archive.org. 12 de dezembro de 2007. Consultado em 25 de dezembro de 2019 
  5. «Online Marxist archive blames China for electronic attacks - International Herald Tribune». web.archive.org. 8 de fevereiro de 2007. Consultado em 25 de dezembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.